Colocado em 2020-05-15 In A Aliança de Amor Solidaria em tempos de coronavírus, José Kentenich

No Chile actual, todos somos chamados a ser santos sociais

CHILE, Paulina Johnson V. e Rafael Mascayano M. •

Já se passaram alguns dias e ainda estamos a agradecer o resultado do workshop “Introdução ao pensamento social do Pe. Kentenich”. Como ele diria, estamos no pós-teste. Um workshop-curso que foi originalmente concebido para ser realizado presencialmente e que, perante o Coronavírus, fomos confrontados com o dilema de não o realizar ou de tentar realizá-lo num formato virtual, uma modalidade que nos colocava perante grandes desafios.

O desafio social concreto

A realidade do nosso país, a partir de 18 de Outubro de 2019, a chamada “Explosão Social no Chile”, assinalava-nos a urgência de conhecer, partilhar e reflectir sobre tudo o que o Padre Kentenich nos propôs desde o início de Schoenstatt em relação ao tema social e à tarefa de uma “nova ordem social”. Foi esta realidade e esta urgência nascida das vozes de Deus no tempo e na nossa alma, que nos impulsionaram a lançar-nos nesta aventura.

A magnitude das dificuldades, com uma modalidade que pouco sabíamos manejar, mais a pequenez dos instrumentos, fazem-nos pensar hoje, quando vemos a resultante criadora, que Deus e a Mater quiseram convocar-nos para esta “aventura feliz”.

O desafio tecnológico

Vários dos participantes, com muita generosidade, ajudaram-nos com algumas plataformas como o Zoom, que nos permitiu ter reuniões virtuais, conversas, diálogo e troca de ideias. Começámos por criar um grupo WhatsApp para os quase 30 participantes, para além dos contactos por correio electrónico. Em breve, adicionámos o Google Drive, onde carregámos trabalhos de reflexão pessoal sobre o material de cada sessão, depois de lhes termos entregue os nossos comentários. Pouco tempo depois, surgiram questões e preocupações e nós respondemos criando vídeos explicativos.

Apesar de termos um plano estabelecido como base, tivemos de gerar respostas que, facilitassem o processo de interiorização e de reflexão sobre o Pe. Kentenich e o seu pensamento social.

O maior desafio – a mudança de mentalidade

Sim, o nosso grande objectivo era que nós, leigos, passássemos de meros receptores de conversações a leigos que reflectem, re-elaboram e conseguem uma síntese de pensamento, que se concretizasse em acções de vida. Tantas vezes esperamos que outros façam alguma coisa e não damos o passo de sermos nós os actores da mudança.

Cada um, ao seu ritmo, de acordo com a sua própria realidade, pouco a pouco, foi exibindo e partilhando a sua riqueza e originalidade, nas suas reflexões, comentários e propostas.

Para muitos, ao descobrirem o Pensamento Social do Pe. Kentenich, surgiu a necessidade de que esta área, tão pouco conhecida e pouco abordada, estivesse presente nos planos de formação de todos os Ramos de Schoenstatt. Permitiu-nos ver a necessidade, de não reduzir a tarefa do Movimento apenas ao espiritual, mas também de encorajar a nossa responsabilidade na renovação da ordem social.

Ser santos sociais

Uma agradável surpresa foi, para todos e especialmente para aqueles que já tinham uma maior sensibilidade para a questão social, conhecer e compreender a importância que a justiça social, unida à verdade e ao amor, tinha para o nosso Pai.

Impressionou a todos reconhecer, neste contexto, que o Pe. Kentenich “era pobre” e que não era por isso que um sentimento proletário de vida se aninhava nele, nem era um “ressentido social”, mas sim que de Cristo e com Maria ele desejava e sempre procurou um mundo onde todos nós, como irmãos e irmãs, tivéssemos o que era adequado para viver segundo a dignidade de filhos de Deus.

Ficou também claro que precisamos de perceber e assumir a grande importância que o mundo do trabalho tem para nós, como parte inelutável da nossa missão. Esta experiência confirmou-nos que, no Chile de hoje, somos todos chamados a “ser santos sociais”.

Hoje, quando ainda estamos no processo de pôr em ordem tudo o que aprendemos com esta experiência, queremos partilhar, com imensa gratidão, o grande dom da Divina Providência, que para nós tem sido o de nos sentirmos instrumentos. Estamos igualmente gratos pelo interesse, contribuição e apoio de cada um dos participantes neste processo online.

Por isso, como instrumentos da nossa Mãe, Rainha e Educadora, estamos a preparar-nos para oferecer, muito em breve, uma segunda versão deste “Curso-Workshop de Introdução ao Pensamento Social do Pe. Kentenich.

Um dos frutos mais positivos deste workshop é o facto de ter motivado muitos dos participantes a empenharem-se, de forma activa, em algum apostolado social.

O pensamento social do Pe. Kentenich nas obras sociais de schoenstatteanos, como exemplos actuais, pode ser encontrado aqui:

 

E a Rainha conta connosco

Nogoyá: Alimentos, Máscaras e Catequese

Os “Filhos da Rainha” em saída

Uma criança na Casa é uma criança a menos na rua

“Extraño la comida de Casa Madre de Tupãrenda” – Denles ustedes de comer (Mc 6,37)

Original: espanhol (11/5/2020). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *