Colocado em 2020-05-03 In A Aliança de Amor Solidaria em tempos de coronavírus

Os “Filhos da Rainha” em saída

ESPANHA, Rodolfo Monedero •

Como ajudar? Esta é a questão que se levanta numa reunião telemática de um grupo de schoenstatteanos. Ao comprar alimentos ou ao pagar a electricidade e o gás, torna-se um problema para muitos, Schoenstatt não pode ficar indiferente. Quando a nossa sociedade sofre, não podemos permanecer confortavelmente instalados na nossa bolha. “Tive fome e tu deste-me de comer, tive sede…” —

“Mas já há muitas iniciativas em acção”, afirma alguém. “Eu já colaboro com a Cáritas”, diz outra pessoa. Isso não importa. Os filhos da Rainha também se colocam “à disposição de qualquer pessoa que precise de ajuda, quer seja uma pessoa privada ou familiar que a solicite, ou uma instituição ou organismo que a solicite (Cáritas, lar de idosos, Banco Alimentar, Paróquia…)”.

 

Foto: iStock Getty Images

Cada um oferece o que sabe ou é capaz de fazer

Alguns sabem por experiência própria o que é encontrar-se num beco sem saída, numa situação desesperada, em termos humanos. É por isso que querem tornar Cristo presente, apoiando aqueles que perderam um ente querido ou que não sabem como vão dar de comer aos filhos amanhã.

Dito e feito. Assim, começa a ser elaborada uma lista, onde cada um oferece o que sabe ou é capaz de fazer, desde o acompanhamento telefónico até ao aconselhamento especializado, passando pela preparação e distribuição de alimentos ou pelo fabrico e distribuição de máscaras. E esta iniciativa abre-se e é oferecida a qualquer pessoa que queira e possa colaborar.

A crise sanitária é seguida pela crise económica e de emprego, e com elas vem a crise pessoal e social.

Identificámos áreas diferentes. Em algumas, sabemos que a ajuda é necessária neste momento e, noutras, essa ajuda será necessária em breve. Sabemos que a crise sanitária é seguida pela crise económica e de emprego e, juntamente com elas, vem a crise pessoal e social.

Estas são as áreas que definimos: (ir-se-ão alargando à medida que a equipa crescer)

  • Escuta/acompanhamento
  • Acompanhamento e ajuda psicológica
  • Acompanhamento telefónico a doentes e pessoas idosas
  • Acompanhamento em situações de luto
  • Cuidados de técnico auxiliar de enfermagem
  • Organizar roupeiro ou banco de alimentos
  • Coser, lavar, passer a ferro, dobrar roupa
  • Preparação de comida
  • Elaboração e/ou distribuição de material necessário
  • Cantinas sociais
  • Distribuição de comida
  • Aulas particulares online (para a primária de todas as disciplinas. Para o secundário e para o 12º ano, de inglês)
  • Orientação fiscal e laboral
  • Assessoria de empreendimento
  • Ajuda/assessoria económica
  • Assessoria em transformação/adaptação de empresa
  • Comunicação. Verificação de notícias
  • Ajuda com recursos informáticos, telefones…

Pomo-nos ao serviço da

 

Foto: iStock Getty Images

No espírito de Schoenstatt em Saída

Uma vez elaborada esta lista de áreas ou campos de acção, fomo-nos incorporando nessa área ou áreas, onde podemos oferecer a nossa ajuda, seja porque é a nossa área de trabalho, seja porque é uma área em que temos colaborado e a conhecemos, seja porque nos move a envolvermo-nos nessa área.

No espírito de Schoenstatt em Saída, queremos oferecer-nos a quem quer que precise de nós, com o que sabemos ou podemos fazer, e sobretudo com o nosso próprio acento. E queremos fazê-lo unindo esforços, recursos, iniciativas e, sobretudo, o desejo de servir.

A partir deste momento, convidamos todos aqueles que, livre e voluntariamente, queiram participar nesta iniciativa, coordenada pelo grupo de schoenstatteanos que a lançaram num espírito de solidariedade.

Onde houver necessidade…

De repente, assim que se abrem a círculos mais amplos, mais voluntários começam a inscrever-se. Desta forma, esperamos contribuir para aliviar, em certa medida, as necessidades de tantas pessoas que estão a sofrer e que precisam de uma pequena ou grande ajuda para sobreviver.

“Nós somos filhos de Maria. Onde houver necessidade, os “Filhos da Rainha” devem lá estar.

Homilia do Pe. José María García sobre solidariedade («Os nossos cinco pães») no Santuário de Madrid, 24/4/2020

 

 

Original: espanhol (2/5/2020). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *