Colocado em 16. Janeiro 2016 In Francisco - iniciativos e gestos

A Diocese do Papa acolhe família de refugiados

FRANCISCO EM ROMA – OBRAS DE MISERICÓRDIA •

Durante o Ângelus do Domingo, 6 de Setembro de 2015, Francisco tinha convidado todas as Paróquias, a começar pelas da sua Diocese de Roma, a albergarem uma família de refugiados. As duas Paróquias do Vaticano, Santa Ana e S. Pedro, responderam a esse pedido, em colaboração com o Esmoler Pontifício, o Arcebispo Konrad Krajewski e com a Comunidade de Santo Egídio.

Os novos refugiados acolhidos, são uma mulher da Eritreia com três filhos e, outra jovem da mesma nacionalidade com um filho pequeno, anunciou, em 14 de Janeiro, o vice-director do Gabinete de Imprensa Ciro Benedittini.

As duas mulheres eritreias e os seus filhos estão hospedados num “grande apartamento” na área da Via Gregorio VII.

Já no ano passado, a Paróquia de Santa Ana hospedou uma família da Síria, composta pelos pais e dois filhos, num bairro próximo do Vaticano.

Um convite a dois mil sem-abrigo

Por outro lado, o Papa Francisco convidou, hoje, dois mil sem-abrigo que, habitualmente, vivem em Roma e, nas proximidades da Praça de S. Pedro do Vaticano, a assistirem a um espectáculo circense na capital.

A notícia foi comunicada através duma nota enviada pela Esmolaria Vaticana, dirigida pelo Arcebispo Konrad Krajewski e a encarregada de realizar as obras de caridade do Pontífice.

A iniciativa terá lugar na tarde de 15 de Janeiro, em colaboração com o circo Rony Roller Circus de Roma.

O espectáculo começará com uma canção dedicada ao Papa e interpretada por um espanhol sem recursos que, vive com a filha e que, é cliente habitual da barbearia e dos duches que, o Papa mandou construir, há meses, para os pobres e necessitados.

Os assistentes poderão usufruir do circo mas, além disso, terão à sua disposição um serviço de hospital móvel que, permitirá, a quem o desejar, submeter-se a um exame médico.

Os meios locais explicam que estas pessoas sem lar serão levadas até ao lugar do espectáculo em carros que, o Vaticano, habitualmente, disponibiliza aos Bispos e Cardeais que, oferecem os seus serviços na Cúria romana.

Ao longo do seu pontificado, o Papa Francisco prestou especial atenção às pessoas mais necessitadas da sociedade, com gestos como, o de lhes oferecer os chapéus-de-chuva que os turistas deixaram esquecidos nos museus do Vaticano ou, o de os convidar para um concerto de caridade no Vaticano.

Também, por ocasião do seu 78º aniversário, em 17 de Dezembro de 2014, ofereceu 400 sacos-cama aos que vivem nas ruas de Roma.

Fontes: Rádio Vaticano, Religión Digital

Etiquetas: , , , ,