Consagración

Colocado em 2022-03-27 In Em Aliança solidária com Francisco, Francisco - iniciativos e gestos

Uma oração que abraça a Ucrânia

PAPA FRANCISCO – PELA PAZ, equipe editorial •

Dentro da Basílica de São Pedro em Roma, mais de 3.000 pessoas seguiram a cerimónia, enquanto outras 2.000 se reuniram na Praça de São Pedro no dia 25 de Março, a Solenidade da Encarnação do Senhor, para apoiar a iniciativa do Papa Francisco. Mais um gesto do Papa para parar a guerra. Outro forte grito de Francisco para parar o conflito “que faz toda a gente sofrer”. Em todo o mundo, os fiéis reuniram-se de diferentes maneiras numa oração global. Também do Santuário Original em Schoenstatt, como de muitos Santuários-Lar em harmonia com a iniciativa da União das Famílias de Espanha. Sinergia da fé. —

Na véspera de 25 de Março, vi-os fisicamente pela primeira vez. Qual deve ser a idade deste veículo, que a custo avançava, com pelo menos 5 pessoas e muita bagagem? Meu Deus. Vejo a bandeira ucraniana na placa de matrícula. Isto não é um gesto de solidariedade para com este povo sofredor. São refugiados da Ucrânia. Quero sair do carro, pará-los, abraçá-los… Tudo o que posso fazer é abraçá-los com a minha oração. Fortemente.

“Em união com os Bispos e os fiéis do mundo, desejo solenemente levar ao Imaculado Coração de Maria tudo o que estamos a viver; renovar-Lhe a consagração da Igreja e de toda a Humanidade e consagrar-Lhe, de forma particular, o povo ucraniano e russo, que com afecto filial a veneram como Mãe”, disse Francisco.

Consagración

Desde o Santuário Original unidos em oração pela paz

Pedro M. Dillinger, do Instituto dos Irmãos de Maria, actualmente em Schoenstatt, partilhou várias fotografias da celebração no Santuário Original com transmissão ao vivo de Roma. No altar do Santuário Original estava uma bandeira ucraniana – enquanto os primeiros refugiados ucranianos já eram recebidos na Casa Marienau (União dos Sacerdotes) e na Casa da Família. Também na Casa dos Peregrinos e na Casa Marienland, estão a ser preparados quartos para refugiados, seguindo o modelo dos Padres de Schoenstatt na Polónia, que já há algumas semanas receberam várias famílias da Ucrânia.

Santuario Original Schoenstatt 25.03.2022

Foto: Pedro M. Dillinger

Gestos de solidariedade e oração

Bispos de todo o mundo juntaram-se à consagração em catedrais e em muitas paróquias.

Em algumas cidades alemãs, as igrejas eram iluminadas com as cores da Ucrânia.

No Santuário de La Plata e na Ermida em City Bell, Argentina, muitos schoenstatteanos reuniram-se para rezar o Terço pela paz. O mesmo foi feito pela Família de Schoenstatt na Costa Rica, na Casa Sede del Este, San José.

 

Motivados pela iniciativa da União das Famílias de Espanha de se unirem em grupos que já têm um Chat e revezarem-se com um Terço pela paz em cada Santuário-Lar, vários membros da equipa de schoenstatt.org desde há dias que fazem parte desta oração de suave violência – de Madrid, Viena, San José, Siegburg, Monterrey, Lisboa… Vários schoenstatteanos da Venezuela também se juntaram a esta iniciativa.

Com um ramo de flores com as cores da Ucrânia colocado no seu Santuário-Lar, uma colaboradora de schoenstatt.org escreve: “Unidos em oração pela paz, ofereço hoje o meu Terço pela Ucrânia, pelas suas vítimas e por uma mudança no coração de Putin”.

Os políticos, as armas… não o podem fazer. Maria pode. Vamos confiar.

Santuario Original, 25.03.2022

Santuario Original, 25.03.2022 | Foto: Pedro M. Dillinger


Oração de consagração – divulgada con anterioridade

Homilia do Papa Francisco – 25/3/2022

Original: espanhol (27/3/2022). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , , , , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.