Colocado em 2020-11-11 In Madrugadores

Madrugada presencial ao fim de oito meses: Voltaremos a brindar

CHILE, Octavio Galarce Barrera •

Dias tristes/É difícil para nós estarmos demasiado sós/ Procuramos mil maneiras de ultrapassar a estupidez/Meses cinzentos/É altura de nos escondermos/É possível que seja a maneira de nos voltarmos a encontrar.

Mas, já são oito horas e saíste à tua janela para aplaudir/ Faz-me querer chorar/Ao ver-nos, de longe, tão unidos/Empurrando para o mesmo sítio/Já só falta um pouco mais.

Voltaremos a encontrar-nos/ Brindaremos novamente/ Tomaremos um café no nosso bar/ Partiremos esse metro de distância entre nós/Não haverá mais um ecrã entre nós.

Agora é tempo de pensar e ser paciente/ Confiar mais nas pessoas/ Ajudar os outros/Enquanto outros cuidam dos doentes/Um punhado de pessoas corajosas/Que hoje também não dormirão. —

Quantas vezes teremos ouvido esta canção – Volveremos a brindar, (Voltaremos a brindar) de La Oreja de Van Gogh – durante estes 8 meses? Na altura tornou-se, para muitos, um sinal de esperança e encorajamento face a todas as adversidades que estávamos a viver… Na sua letra, eram evidentes sentimentos e sensações que eram universais e nos afectavam a todos, sem distinções e em diferentes graus.

Madrugada

Madrugada presencial em Rancagua

As Madrugadas Virtuais

Madrugar, de novo, presencialmente é uma das “coisas” que faltou, e não foi porque tivessemos deixado de madrugar. Como nunca,”vimo-nos” mais vezes seguidas; de facto, em muitas comunidades não se madrugou de 15 em 15 dias, mas sim semanalmente. Em oito meses houve 16 Madrugadas de duas em duas semanas; por outro lado, durante oito meses muitas comunidades Madrugaram em 32 ocasiões, e mais…

A pandemia instalou na nossa rotina as Madrugadas virtuais, reuniões de oração com outros, de outras comunidades locais, de outras cidades, de outros países. Foram fundadas novas comunidades, juntaram-se homens que até agora só tinham tido uma experiência virtual da Madrugada.

Convidados pelo próprio Papa Francisco

Entre os homens mais felizes estão aqueles, especialmente na Colômbia, que foram convidados a juntar-se aos Madrugadores, por ninguém menos que, pelo Papa Francisco! Isto porque ouviram o Papa saudar-nos no sábado, 2 de Maio, durante a Missa que celebrava todos os dias às 7 da manhã na capela da casa de Santa Marta, no Vaticano, e que foi transmitida para todo o mundo. Que grande elogio nos fez o Vigário de Cristo! Ao mencionar-nos perante uma audiência de mais de 160.000 pessoas, fez que muitos se interessassem por saber de nós.

Mundo – Missão

Há iniciativas que surgiram a partir das Madrugadas, que levaram muitos homens a alargar o seu apostolado às prisões, aos lares para idosos, à manutenção de cantinas comuns, às oportunidades de trabalho, ao serviço da Igreja, etc… O terceiro M da nossa espiritualidade, Mundo/Missão, encontrou tantas possibilidades de desenvolvimento como as iniciativas acima descritas… Como dizem os nossos irmãos ticos, “Os Madrugadores estão na moda”.

Madrugada

Madrugada em Rancagua

A primeira Madrugada presencial em Rancágua

Para a Madrugada deste sábado, dia 7 de Novembro, chegaram 24 homens; um número muito bom. Recuperámos alguns deles que, estavam um pouco afastados. Carlos Hernández teve a sua primeira Madrugada com esta comunidade, que para ele era apenas virtual até agora, uma vez que entrou há cerca de 5 meses atrás. Uma vez que, o Santuário só pode albergar 8 pessoas no seu interior, decidimos fazer a Madrugada no exterior. Rezámos o Terço e depois abrimos um espaço de conversa onde alguns abriram os seus corações e contaram como tinham ultrapassado este tempo; foi um momento emotivo…

Depois, como habitualmente, fomos saudar o Pe. Kentenich e rezar pelo seu processo de canonização. E finalmente, o pequeno-almoço, também ao ar livre e com todos os artigos descartáveis necessários. Esta instância merecia ser celebrada como deve ser, pelo que houve “um pequeno-almoço solene no seu melhor: ovos mexidos com salsicha”. Menfis Gajardo surpreendeu-nos a todos com um delicioso bolo, decorado especialmente para esta ocasião.

Se mantivermos um comportamento cívico de acordo com os tempos que vivemos, voltaremos a encontrar-nos e brindaremos novamente (“Dias tristes/É muito difícil para nós estarmos demasiado sós…”) nos próximos 15 dias, como muitas comunidades já estão a fazer, tentando regressar à “nova normalidade”.

Madrugada

Puente Alto

Primeiras Madrugadas presenciais em Puente Alto e Marchigüe

Da mesma forma, a primeira Madrugada presencial foi vivida, neste 7 de Novembro, em Marchigüe e em Puente Alto.

“É uma bênção voltar a Madrugar de modo presencial… Em Marchigüe, também começámos este sábado, dia 7… e continuaremos com o Terço ao amanhecer durante o Mês de Maria”, escreve Jorge Riveros.

“Ontem recebemos o presente como comunidade, de vivermos, presencialmente a Madrugada e a Eucaristia. Alguns irmãos não o experimentaram durante muitos meses, um belo presente e gratidão que abrigaremos nos nossos corações, porque também nos foi permitido avançar e estarmos presentes durante o mês de Maria”, diz Jorge Flores, de Puente Alto. “Como Seus filhos, iremos à Sua presença. Podemos ver-nos, podemos ALEGRAR-NOS, tomar o pequeno-almoço alegre e fraterno, e rezar por todos os nossos irmãos presentes e não presentes.

Marchigüe

Marchigüe

Original: Espanhol (9/11/2020). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *