Colocado em 4. Maio 2015 In Segundo século

Três perguntas…sobre o Schoenstatt do segundo século da Aliança de Amor (8)

Hoje responde: Silvia Fretes Carmagnola, paraguaia, 35 anos, Psicóloga empresarial, Directora da Consultora PULSO, especializada em Desenvolvimento organizativo. Entrou para o Movimento, integrando o Ramo das Profissionais, em 2006. Em 2008 selou a Aliança de Amor. Foi sub-chefe do Ramo durante dois anos e responsável do grupo 2013, actualmente, Instrumentos de Maria. Em 2013 foi abençoado o seu Santuário-Lar •

A meio ano de peregrinarmos pelo segundo século da Aliança de Amor… Como sonha este Schoenstatt no seu ser, no seu estar na Igreja e no mundo e, na sua tarefa?

Sonho com um Movimento que, seja motor da sociedade paraguaia. Que possa dar testemunho real em todos os âmbitos. Há x anos que estou/estás/estamos no Movimento…mas, há quanto tempo Schoenstatt está em nós de verdade?

Para chegarmos a cumprir este sonho o que é que temos que evitar ou deixar?

Creio que devemos evitar aburguesarmo-nos, estar, apenas, no Santuário e, nas suas actividades. Sermos protagonistas na sociedade, nas “periferias”.

Para chegarmos a cumprir este sonho que, passos concretos devemos dar?

Devemos promover e impulsionar todo o género de apostolados. E, nunca nos esquecermos da essência: crescer em espiritualidade, evitando o mero activismo.

 

Original: espanhol. Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , , ,