Colocado em 21. Março 2019 In Campanha, obras de misericórdia, Schoenstatt em saída

Missão IPS 2019: Jesus está em cada doente e Maria visita-os

PARAGUAI, Sady Fleitas •

No sábado, 2 de Março, regressámos com a primeira missão do ano 2019 ao IPS (Instituto de Segurança Social, hospital público criado “com o propósito de proteger a saúde dos trabalhadores por conta de outrém do Paraguai). Como é hábito, fomos com um grande grupo de amigos muito próximos, todos eles, missionários também. Estas são algumas das histórias das pessoas que visitámos com a Mãe Peregrina.

Ao entrarmos no primeiro quarto, o 359, a Mater tinha-me preparada uma enorme prenda de amor: era o menino Brunito, tão conhecido no Paraguai pela oração da Avé Maria difundida pelas redes sociais. Nunca me tinha sido possível fazer-lhe chegar a minha “peregrinazinha”, a imagem para as crianças em risco. Naquela altura, entreguei-lhe a Peregrina da Saúde de uma missionária que nos acompanhava na missão. Rezámos juntos a Avé Maria e disse à mãe que, não estavam sozinhos que, Jesus e Maria os visitam que, por isso, esta imagem se chama Peregrina e hoje serviu-se de nós.

É igual a ti, com outra côr de cabelo

Nos quartos seguintes, estavam umas pequenitas que tinham fibrose quística. A primeira pequenita de nome Thaís, tinha adormecido antes da nossa visita mas, a mãe, ainda com os pés cansados, abriu-nos a porta e rezámos com ela.

A segunda, chama-se Giselle, uma menina de 15 anos que também tem fibrose quística, é de uma região longínqua do Paraguai, Hernandarias e, ensinámo-la a rezar o Terço. Ofereci-lhe o que eu levava ao pescoço para a animar a conhecer esta devoção. Ela estava com a atenção posta no telemóvel até que lhe mostrei a Mater e o seu Filho Jesus e, lhe disse: “Olha que o Menino Jesus é igual a ti, somente o Seu cabelo é de outra côr” e, logo ali, começou a abraçar e a beijar a Peregrina.

Como esta imagem é do meu amigo missionário Andrés, disse à Giselle que podia ficar com Ela por algum tempo. Houve lágrimas de alegria naquele quarto. Agora, o Andrés está encarregado de fazer a ligação a esta família.

Ao sair dali, uma senhora de nome Teresita de Jesus, pediu-nos encarecidamente que, visitássemos o seu bebé que, se chama Bryan Alexander.

Porquê a imagem da Mater está tapada?

Por fim, disse aos missionários que, a nossa última missão naquele dia era sabermos porquê a imagem da Mater estava tapada na sala dos enfermeiros e médicos.

Fomos até lá e, perguntámos-lhes o que tinha acontecido e demos-lhes Terços e pagelas da Mater. Disseram-nos que A tinham tapado afim de A proteger do pó das obras que estavam a fazer no IPS e que podíamos destapá-l’A.

Assim fizemos e, foi um transbordar de alegria, fé, esperança, como levantar um estandarte de bênçãos para todos os que n’Ela creem, para os que, ainda A não conheciam e, hoje, viram como é linda.

 

Maria pediu-me que desse TUDO

Por fim, fomos ao albergue onde estão os familiares dos doentes internados e encontrámos um pai que estava a descansar. Dissemos-lhe que somos missionários da Campanha da Mãe Peregrina de Schoenstatt e que, estávamos ali para lhe dizer que não estão sózinhos. Perguntei ao senhor Josías se sabia rezar. Disse-me que não e contou que, é natural de San Pedro.

Desprendi-me da única dezena que tinha que, era da Primeira Comunhão da minha cunhada e, dei-lha pois, Maria pediu-me que desse TUDO.

No Terço final da Missão IPS encontrei-me com uma última surpresa: ali estava a minha amiga Sol Mendieta que é a mãe das gémeas Sofia e Victória que, já são anjinhos da Mater. Tudo na Missão se resume à palavra Amor: “Há mais alegria em dar que receber”, uma mensagem de Jesus neste dia da primeira missão do ano.

 

Original: espanhol (10/3/2019). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *