Colocado em 20. Março 2019 In Dilexit ecclesiam, Em Aliança solidária com Francisco

Em solidariedade com a solidariedade do Papa Francisco

ALIANÇA SOLIDÁRIA COM O PAPA FRANCISCO •

O Papa Francisco quis reafirmar a sua proximidade com a comunidade islâmica duramente fustigada na Nova Zelândia depois de um atentado terrorista a duas mesquitas da localidade de Christchurch, na passada sexta-feira, 15 de Março, em que morreram pelo menos 49 pessoas. “Nestes dias, à dôr pelas guerras e pelos conflitos que não deixam de angustiar a Humanidade, juntou-se a dôr pelas vítimas do horrível atentado a duas mesquitas em Christchurch, na Nova Zelândia”, disse o Papa durante a oração do Ângelus neste Domingo, 17 de Março, na Praça de S. Pedro.—

“Rezo pelos mortos e feridos e pelos familiares. Expresso a minha proximidade aos nossos irmãos muçulmanos e a toda a comunidade e renovo o convite a unirmo-nos com a oração e os gestos de paz para combater o ódio e a violência.”

Esta não é a primeira ocasião em que o Pontífice se refere a este crime. No próprio dia do atentado, o Vaticano divulgou um telegrama enviado pelo Secretário de Estado do Vaticano, Cardeal Pietro Parolin, em nome do Papa Francisco, no qual era dito que o Santo Padre “se entristeceu profundamente” ao tomar conhecimento do atentado que provocou feridos e mortos, facto que qualificou como “actos de violência sem sentido” pelo que asseverou a todos os neozelandeses e, em particular, à comunidade muçulmana, “a sua sincera solidariedade após estes ataques”.

Em solidariedade com a solidariedade do Papa Francisco, rezemos pelas vítimas da Nova Zelândia e pelas das guerras e dos conflitos que não deixam de angustiar a Humanidade no Sudão, Venezuela, Congo, Iemén, Haiti…

Original: espanhol (18/3/2019). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *