Colocado em 8. Junho 2016 In Casa Mãe de Tuparendá, obras de misericórdia, Projetos

A realização de um sonho: a Casa mãe de Tuparendá

PARAGUAI, por María Fischer •

“Santo Padre, se lembra de Orlando? ”, perguntou-lhe o Padre Tommy Nin Mitchell, Diretor do Movimento de Schoenstatt do Paraguai ao Santo Padre durante a audiência que teve como participante do Capítulo Geral da sua comunidade em setembro de 2015. “Sim, me lembro de Orlando”, respondeu Papa Francisco. Orlando: o jovem detento da cadeia de menores de Itauguá que saudou o Papa na costa de Assunção durante seu encontro com a juventude, e que lhe fez mudar seu discurso: “ Depois de ter lido o Evangelho, Orlando se aproximou de mim para me saudar e me disse: te peço que reze pela liberdade de cada um de nós. É a bênção que pedimos agora todos juntos…”. “Bem, Santo Padre”, disse-lhe o Padre Tommy e lhe apresentou um quadro da Mãe Três Vezes Admirável de Schoenstatt, “lhe peço que abençoe este quadro da Virgem de Schoenstatt para a Casa Mãe de Tuparendá, que estamos construindo para receber jovens como Orlando, para que se possa cumprir seu sonho de ser livre e de ter uma vida nova”.

CIMG9581

No sábado, dia 7 de maio, o Padre Pedro Kühlcke lhes contou isto aos trabalhadores e responsáveis da futura Casa Mãe de Tuparendá ao festejar que a casa já possui cobertura. Esta casa, que muito provavelmente começará a funcionar em meados de junho, terá uma imagem da MTA abençoada pelo Papa Francisco para os vinte jovens que, depois de sair da cadeia, encontrarão aí um lugar onde começam sua nova vida em liberdade, e para os que trabalharão para eles neste lugar.

“É a benção que pediu Orlando para cada um de nós. É a bênção que pedimos agora todos juntos. A liberdade, porque a liberdade é um presente de Deus, mas é preciso saber recebê-lo, saber ter o coração livre, porque todos sabemos que no mundo há tantos laços que nos atam o coração e não deixam que ele seja livre. A exploração, a falta de meios para sobreviver, o uso de drogas, a tristeza, todas estas coisas nos tiram a liberdade. Assim, todos juntos, agradecendo a Orlando que pediu esta bênção, ter um coração livre, um coração que possa dizer o que pensa e sente e que possa fazer o que pensa e o que sente. Esse é um coração livre. E isso é o que vamos pedir todos juntos, essa bênção que Orlando pediu para todos.” (Papa Francisco, 1º-7-2015)

CIMG9608

Na ermida onde se assinou o acordo

“Rezemos aqui na ermida, onde há quase um ano se assinou o acordo”, disse Ana Maria Acha, presidente da Fundaprova (Fundação para a Promoção de Valores e Prevenção da Violência).

No dia 4 de junho de 2015 a ministra da Justiça, Sheila Abed, o Padre Pedro Kühlcke, capelão do Centro Educativo Itauguá e a presidente da Fundaprova, Ana María Mendoza de Acha, outras autoridades e um grupo de jovens do pavilhão Esperança da cadeia, participaram da bênção da ermida de Nossa Senhora de Schoenstatt. É a pedra fundamental da construção de uma casa escola que terá capacidade para vinte jovens cuja pena tenha concluído. Previamente se reuniram no santuário, e sobre o altar se assinou o acordo entre ambas as partes para benefício daqueles que já ganharam sua liberdade.

Se reúnem em torno desta ermida, com vista da casa que exteriormente já está quase pronta, Ana Maria Acha, o Padre Pedro Kühlcke, Mirta Contini de Etchegaray, engenheira fiscalizadora da obra, Gisela Fiorio, encarregada da arrecadação de fundos, Jaime Ortiz, construtor, com seus filhos Pablo e Elena Ortiz, também construtores, Augusto Ramírez, arquiteto, e María Fischer de schoenstatt.org. Todos schoenstattianos.

Uma oração simples, uma bênção da obra em construção, um pedido por aqueles que trabalharão ali (na próxima segunda-feira será contratado o primeiro empregado), pelos docentes dos diversos cursos de capacitação, e principalmente, por aqueles jovens que logo, logo a ocuparão. É um sonho que está se tornando realidade… um sonho do Padre José Kentenich que destacava que ao lado de cada Santuário de Schoenstatt teria que existir uma casa de formação e uma casa de compromisso social. Maria, Educadora do homem novo, mas antes de tudo, Mãe…

CIMG9592

Uma casa sonhada

Antes de festejar o término da cobertura com os trabalhadores – com chipas, salgadinhos, café, chá e chimarrão – o Padre Pedro mostra a casa. Tudo está bem pensado: desde a quantidade de duchas ao lado das oficinas até as janelas nos escritórios, para que cada conversa com os jovens seja “transparente” e esteja à vista.

Haverá oficinas de panificação, computação, já existe uma horta orgânica esperando os jovens e muito mais. “Vamos poder vender produtos feitos aqui, e assim os jovens mesmos contribuirão com a manutenção”, explica Padre Pedro. Vão trabalhar em turnos nas diferentes oficinas, para assim encontrar o que gostam mais, o que querem aprender. Sairão com um certificado.

“A ideia é que consigamos uma reabilitação integral, vão poder vir todos os dias de segunda a sexta e assim se desenvolverem no campo espiritual, profissional e educativo. Serão recebidos todos os jovens que desejam uma mudança e adaptação à sociedade”, explica Pedro Kühlcke.

Ainda parece um sonho a história do dinheiro prometido pelo governo que parecia que nunca iria chegar; ou a conta com os 2000 euros doados por uma benfeitora alemã, que foi fechada para economizar gastos e reaberta em meia hora ao receber a notícia da transferência do dinheiro prometido pelo governo em janeiro de 2016; a bênção da pedra fundamental e a promessa do governo de pagar, pelo menos no começo, os gastos dos cursos…

A festa terminou com a Santa Missa celebrada no Santuário de Tuparendá, em agradecimento e mais ainda de súplica pela fecundidade desta obra de misericórdia em especial.

CIMG9616

O Padre Pedro Kühlcke está pensando em promover uma campanha de bolsa de estudos para que os schoenstatteanos e os amigos de todo o mundo possam bancar os cursos, a alimentação e os salários dos jovens que aqui encontram uma segunda oportunidade em suas vidas, ou em muitos casos, a primeira. Mas não só necessitam apoio econômico, que certamente é necessário. Exige-se também padrinhos e madrinhas, irmão e amigos verdadeiros que lhes doem suas orações, simplesmente seu interesse pessoal por eles. Precisam de “Casas de Tuparendá vivas”.

Quero ser parte desta casa sonhada, desta casa Mãe de Tuparendá viva!

Dia 9 de maio passei pela última vez neste ano por Tuparendá, de carro, a caminho da Ciudad del Este. O que vi e o que ficou em minha mente e em meu coração é a grande imagem da MTA que saúda aos peregrinos desde longe, e a Casa Mãe de Tuparendá.

Que bom, Mãe de Tuparendá, que você tem esta casa!

 CIMG9603
Como doar agora?

Conta bancária no Paraguai

Banco GNB
Cta Nro. 001-065259-003
Congregación Padres de Schoenstatt

Conta bancária na Europa

Schönstatt-Patres International e. V.
IBAN DE91 4006 0265 0003 1616 26
BIC/SWIFT GENODEM1DKM
Uso previsto: P. Pedro Kühlcke, Casa Madre de Tuparenda

Doações via Paypal

IMG-20150105-WA0016

Si, se puede. Jovenes de la Carcel de Menores en la Misa de Jovenes en Tuparenda

Etiquetas: , , , , , , , , , , ,