Colocado em 29. Novembro 2018 In abuso

Francisco José Cox será trazido de volta ao Chile para se pôr à disposição da Justiça

Redacção •

Tal como foi anunciado e publicado, já em 13 de Outubro, num comunicado assinado pelo Pe. Juan Pablo Catoggio (Superior Geral) e pelo Pe. Fernando Baeza (Superior Regional, Chile); (“Reafirmamos a nossa firme disposição em colaborar com a Justiça Civil em tudo o que seja pertinente e é, por isso, que pediremos uma avaliação médica para determinar se é possível o regresso de Francisco José Cox ao Chile”), estando já de posse dos resultados da avaliação médica de 42 páginas, foi divulgada, por estes dias a decisão esperada de trazer de volta ao Chile, Francisco José Cox, ex Bispo e retirado do estado clerical pelo Papa Francisco, para se pôr à disposição da Justiça. —

Vários meios de comunicação do Chile, da Alemanha e de outros países já divulgaram o assunto.

Publicamos a seguir a carta oficial do porta-voz dos Padres de Schoenstatt do Chile, Pe. Patricio Moore, à Família de Schoenstatt do Chile.

 

Querida Família de Schoenstatt

Como porta-voz da nossa Comunidade dos Padres de Schoenstatt quero dar-vos a conhecer a actual situação de Francisco José Cox:

  1. O Conselho Provincial, em diálogo com a Direcção Geral dos Padres de Schoenstatt, decidiu trazer de volta ao Chile Francisco José Cox. Isto será em Janeiro ou Fevereiro numa data a definir. Esta é a decisão mais importante e cremos que é a devida, a fim que, ele se possa pôr à disposição da Justiça e, deste modo, cooperarmos na procura da verdade.
  2. Os exames médicos afirmam que ele pode suportar a viagem de regresso ao Chile. Embora, o seu diagnóstico seja um somatório de várias doenças: diabetes, cancro da próstata, dificuldade em andar, síndrome de doença senil, incontinencia urinária, síntomas de depressão e de desorientação, problemas respiratórios, o médico afirma que com medicação pode voltar ao nosso país.
  3. Decidimos que não viva numa Casa da nossa Comunidade. Os Lares para Anciãos Religiosos, que andámos a pesquisar, não podem recebê-lo. Estamos à procura de um lugar onde possa residir.
  4. A nossa intenção é cooperar com a Justiça e sermos solidários com as vítimas.

 

Santiago,28 de Novembro de 2018.

Pe. Patricio Moore.

 

 

Original: espanhol (29/11/2018). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *