Colocado em 1. Dezembro 2018 In José Kentenich, schoenstattianos em rede

1.000 km com Maria, peregrinando com o Padre

PK4U, Glaucia Ramirez •

Glaucia Ramírez, é brasileira, mora em Ciudad del Este, no Paraguai. Juntamente com o marido, são membros da União de Família, desta região. Há alguns meses ela se juntou à equipe de colaboradores de Schoenstatt.org. Sabe que é preciso uma certa dose de loucura para trabalhar nesta aventura que é Schoenstatt.org … Foi assim que Glaucia se ofereceu para fazer uma viagem de mil quilômetros por Paraguai, para se reunir com a diretora operacional da Schoenstatt.org. O que foi transformado em um encontro especial com o Padre Kentenich, com o “Padre Peregrino”, Padre Kentenich, em saída. O encontro que se tornou em uma missão. 

Hoje, faz  três meses, que encontrei a María Fischer em Assunção. Eu sou de Ciudad del Este, então fiz uma viagem relâmpago, para encontrá-la e levá-la para Encarnación. Comecei a viagem às 5 da manhã, estava chovendo, por todos lados, mas nunca cruzei com a chuva na estrada.

Foto: Assim era o céu quando eu buscava a Maria.

Por favor entre, reze no Santuário Lar

Onde quer que eu olhasse, só se via chuva. Buscando a Maria, apenas seu reflexo eu via.

Cheguei em Assunção, seguindo meu GPS, nunca o entendi, várias vezes me perdi e, quando finalmente consegui encontrar a Maria Fischer, foi pura alegria. Na hora de colocar a mala, no carro, sua anfitriã, a Sra. Mirta Contini de Etchegaray me diz: “Por favor, entre, vamos rezar no Santuário Lar.” Na verdade, foi lindo, encontrar morada, fora de casa. Entrei feliz,acolhida e emocionada, olhando maravilhada, por  tudo, meus olhos se encontraram com um olhar paternal, plasmado em um busto do Padre José Kentenich.

 

O busto do Padre Kentenich é para todos

Então Maria me pergunta: “Você vê alguma coisa diferente?” Eu realmente queria responder, não! Porque, o que vi foi algo muito idêntico ao nosso Fundador. Parecia ter vida. Maria explicou que este busto foi uma obra muito exclusiva, do escultor chileno Juan Fernández. A pedido de uma senhora da Argentina, ele criou um Padre Kentenich para o Santuário do Lar. “Uau! É divino “, exclamei. É para todos.

Iniciamos uma conversa e a Sra. Mirta nos deu vários testemunhos de vida, cruzes e entregas, explicou que, entre seus apostolados, um deles, é chamado Dilexit Ecclesiam, que é levar o “Dilexit Ecclesiam” para as periferias. Ela quer levar o Padre. Continuamos conversando, quando percebemos, passaram duas horas “de céu” e tínhamos em frente, mais de 700 km de estradas, para voltar para casa.

 

Abandonar-se à aventura de caminhar no desconhecido

Saímos de Assunção a caminho de Encarnación. Eu achava que sabia o caminho que me levaria até a rota, mas estava muito enganada … Essa parte da estrada estava em reparos, e nunca chegaria ao caminha sem a ajuda de Maria, com seu GPS, guiando-nos em alemão. Aprendi que, para chegar ao destino, sem conhecer o caminho, é preciso procurar aquele que sabe chegar e abandonar-se à aventura de caminhar no desconhecido, seguindo o que o guia diz.

Era tarde, tínhamos fome e não sabíamos onde comer. Nos informamos e nos ofereceram para comer alguma coisa em um posto de gasolina, já que havíamos tomado outro caminho, quase sem opções. Para nossa surpresa, em pouco tempo, encontramos um restaurante com uma vista linda e boa comida.

Ao longo do caminho, desfrutamos da alegria de viver Schoenstatt, a natureza do Paraguai, a acolhida do povo e nenhuma chuva. Muitos ligavam para perguntar, como estávamos, porque por todo lado, abundante era a  chuva que caía.

 

Caminho à Encarnación

Missão cumprida … ou não?

Chegamos ao destino, sempre guiadas por uma voz em alemão, o destino era a “casinha” da Mãe Rainha, em Encarnación. Surpreendentemente, o nosso ponto de referência era o hotel “A Missão”. Naquele momento, confirmei que a minha foi cumprida: busquei à Maria em Assunção, levei-a para Encarnación.

Cheguei em casa, depois de mais de mil quilômetros, em pouco mais de 18 horas, com algumas paradas,infinitas risadas, muitos e variados temas, chegamos à conclusão que, desde antes, éramos amigas. Obrigado Maria, até a próxima. E a chuva chegou a mim, sim … mas como cântaros de bênçãos.

O Padre Peregrino em Ciudad del Este

Hoje, quase 90 dias depois do encontro com Maria Fischer, recebemos a visita do busto do Pe. Kentenich, em Ciudad del Este. Linda tem sido a peregrinação, visitar, ver e abençoar seus filhos.

Esteve presente no Primeiro Congresso do CIEES no Paraguai, ouviu os filhos empresários, com seus projetos entusiastas, realizados e a serem realizados, em colaboração com a nova ordem social.

Ele esteve em reuniões de grupos de Liga Apostólica, de cursos da União, em um Retiro de Estilo de Vida e Ideal Pessoal.

Que grande presente, aos 50 anos de sua partida, o Pe. Kentenich nos visitou, como obra de arte. Como diz seu criador Juan Fernández: “Sua missão é plasmar uma figura autêntica e “viva” do Padre Kentenich”.

Que algo do Padre Kentenich permaneça em cada um que toma em sua mão esta estátua, essa imagem dele, que olha para ele, que o abraça. Que algo de cada um permaneça no Padre Kentenich e que assim, ele permaneça vivo.

Que Schoenstatt não diminua seu fundador, que não o reduzimos de acordo com o que podemos entender e concretizar. Que não moldamos, ao Padre, de acordo ao que podemos aceitar ou pensar como aceitável, mas sim, que  nos moldamos de acordo com a figura dele.

Sua figura paternal se faz presente, hoje, frente a terceira geração, que está envolvida, em busca a sua originalidade, do seu ideal pessoal, para o qual o nosso  Deus Pai nos criou e baixo o cuidado da Mãe Rainha Três vezes Admirável,sua mão, nos molda, como a cera derretida,como homem e mulheres renovados, através da pedagogia do nosso pai fundador.

Também falamos sobre um estilo de vida que nos leva a viver e aprofundar o espírito de Hoerde, agora quase chegando aos 100 anos, concentrando-nos em 5 áreas:  comunitária, apostólica,  aspiração à santidade, liberdade e magnanimidade.

Obrigado, Padre José, por todas as visitas, por todas as bênçãos, por todos os impulsos.

Além do santuário Lar, ele nos chama, a pensar na infinita misericórdia de Deus Pai e assim sermos fiéis peregrinos, agindo confiado na providência divina, com a mão no pulso do tempo e o ouvido no coração de Deus.

E terminamos com a oração do retiro que diz:

 

Sob a proteção de Maria,

queremos aprender a nos auto-educar como

personalidades fortes, livres e sacerdotais

Como instrumentos de Maria

Seremos portadores de luz e alegria

Em sua barca Maria

Sim, de Maria Patris

No caminho com a Mãe Rainha

Queremos ser sementes do Reino

Com corações fiéis a Maria

Retiro da Liga Apostólica

Nível de auto-educação

 

O que acontecerá quando houver 20, 25, 30 … no Paraguai?

Se um busto de PK4U, o Padre Kentenich para o Santuário-Lar, do Padre Kentenich,em saída,  pode fazer  tanto e com tantos … o que acontecerá quando há 20, 25, 30 … no Paraguai?

Nós veremos, porque haverá. Desde janeiro de 2019.

 

This is box title

Paraguai: Mirta Contini de Etchegaray [email protected]

Todos os demais países: [email protected]

O custo é de 460 €/520 US$.

Eles podem ser enviados a partir de Janeiro de 2019, da oficina na Alemanha, para todo o mundo.

 

Original: Spagnolo. Tradução: Glaucia Ramìrez, Ciudad del Este, Paraguay

Etiquetas: , , , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *