Colocado em 13. Outubro 2018 In abuso, Igreja - Francisco - movimentos

Demissão de Fransisco José Cox do estado clérical

INSTITUTO SECULAR  PADRES DE SCHOENSTATT •

Declaração

Hoje o Vaticano deu a conhecer que o Papa Fransisco decretou a demissão do estado clérico de Fransisco José Cox, ex-arcebispo de La Serena. Alegados abusos sexuais contra menores, denunciados nos últimos meses, foram investigadas pela Congregação para a Doutrina da Fé e conduziram a esta decisão. Igualmente, esta pediu expressamente que ele se mantenha na custódia da nossa comunidade.—

Recebemos esta notícia com imensa vergonha pelo dano causado às vítimas. Estamos solidários com elas e com os seus profundos sofrimentos.
Hoje, mais do que nunca, repudiámos todos os atos de abuso que ofendem a dignidade das pessoas.
Apoiamos incondicionalmente esta decisão em justiça e verdade, pelo bem da Igreja.
Reafirmamos a nossa total disponibilidade em colaborar com a Justiça em tudo que o seja necessário e, por isso mesmo, pediremos uma avaliação médica para averiguar a possibilidade de Fransisco José Cox regressar ao Chile.

 

Pe. Fernando Baeza – Superior Provincial dos Padres de Schoenstatt
Pe. Juan Pablo Catoggio –Superior Geral dos Padres de Schoenstatt

Santiago de Chile, October 13, 2018

[email protected] 

[email protected]

20181013 declaracao Cox (pdf)

20181013 Carta a familia (pdf)

 

Tradução: Sarah-Leah Pimentel, Cape Town, África do Sul/Joana Pouzada Lencastre @schoenstatt.org

Etiquetas: , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *