Colocado em 1. Setembro 2019 In Hoerde, Vida em Aliança

Hoerde 100 anos depois – em Tupãrenda

HOERDE – E agora? María de Lourdes e José Domingo Marin Massolo •

Tupãrenda brilhava sob o sol de Agosto. A claridade do dia prenunciava um dia especial. Neste domingo, dia 18, a Igreja matriz, Santa Maria da Trindade, estava abarrotada de fiéis que comemoravam o Dia da Aliança, entre os quais alguns estavam vestidos com roupas especiais: a T shirt especialmente desenhada para estes dias festivos, a T shirt comemorativa do Jubileu do Centenário de Hoerde. Na frente, a imagem do símbolo de Hoerde e na parte de trás, os nomes dos heróis daquela já centenária Jornada.—

Depois da Eucaristia, na qual ressoaram as palavras do Evangelho: “Eu vim para incendiar o mundo, e como gostaria que já estivesse aceso (Lc 12, 49)”, fomos em peregrinação ao Santuário, rezando um mistério do Terço. Depois da bênção final do Padre Kühlcke, reunimo-nos junto à  estátua do Padre Kentenich e cantámos “Tremendo de emoção”, até onde a emoção nos permitiu. No Santuário foi descerrada a Bandeira da União Apostólica das Famílias de Schoenstatt do Paraguai (FAF), um feito há muito esperado, cantando “Na nossa bandeira flamejante…”.

Jogos, prémios, canções e churrasco

A natureza, com o seu sol radiante e a frescura dos dias de Agosto, tornou-se cúmplice da nossa alegria e reforçou-a. No “manguezal” (bosque de mangas, terreno da FAF), os cursos em candidatura 29, 31, 33, 34 e 35 ficaram encarregados da parte prática, de um requintado churrasco campestre, dos pagamentos, da cantina, das sobremesas e da área de jogos infantil.

Foram entregues os prémios aos participantes do concurso para a criação da bandeira e os cursos 1 e 2 interpretaram um potpourri de refrãos de canções que foi muito celebrado pelo público. Depois das fotos de rigor, dedicámo-nos a honrar o tão bem preparado churrasco.

A cara era pequena para os sorrisos que brindámos como expressão da alegria das nossas almas para este encontro, onde o espírito de família, o espírito comunitário penetrava por todos os poros. Dissemos a nós próprios: “Como estamos felizes de poder participar num encontro como este!”

 

Espiritualmente unidos

Temos vindo a fazê-lo todos os anos por volta do dia 20 de Agosto, há pelo menos 12 anos, e este dia foi o ponto alto desta celebração. Quanta alegria Schoenstatt traz às nossas vidas e quanta riqueza é poder partilhar, este ano, com o aditamento de estarmos espiritualmente unidos à nossa delegação presente nas celebrações na Alemanha.

Agora, continua a ser um desafio tornarmo-nos dignos desta herança!

 

Original: espanhol (24/8/2019). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *