Colocado em 2019-09-01 In Hoerde

Hoerde, Pentecostes da Aliança

HOERDE –E, AGORA? ARGENTINA, Mario e Marinés Martínez Franco •

Sob o Lema: “Hoerde, Pentecostes da Aliança”  reuniram-se, pela primeira vez, as Uniões da Argentina para festejarem o Jubileu dos 100 anos da Jornada de Hoerde na localidade de Huerta Grande, Córdoba.—

Preparado desde há alguns anos, através de muitos intercâmbios entre os diferentes dirigentes da Argentina, foi um encontro familiar e fraterno em torno da Mãe e do Pai.

Estiveram presentes membros das Uniões de Sacerdotes, Famílias, Mães, Senhoras e da recém-nascida União dos Homens. No total, havia cerca de 400 pessoas. Também estiveram presentes os delegados do Instituto das Famílias e os Assessores Nacionais da Liga das Famílias da Argentina.

Alegria, gratidão e compromisso

A alegria do encontro e o reconhecimento pelo que foi recebido nos últimos anos encheram a atmosfera de gratidão e de compromisso com o futuro da missão recebida. Através da dinâmica do conhecimento e da abertura, um clima de confiança familiar e de unidade mariana foi criado ao longo do encontro. Cada comunidade foi manifestando e oferecendo o que lhe é próprio fraternalmente.

Nas celebrações litúrgicas, foi acentuada a esperança de serem – como Uniões – o “Pentecostes da Aliança” para o futuro, e, isso foi rezado com convicção e abertura à novidade do Espírito. Tudo embuído de uma atmosfera de alegria, gratidão e compromisso.

Hoerde sou eu

Os sacerdotes José Vallarino, Juan Damico e Maximiliano Bartet apresentaram, em conjunto, o tema: “Hoerde sou eu, Hoerde somos todos nós para que o mundo seja Hoerde“. Mostraram a necessidade de se encarnar a força e o fogo dos primeiros, hoje. A vitalidade da União no futuro, depende da nossa força e dedicação. O que é recebido através da entrega generosa dos primeiros deve ser dado em abundância aos outros.

O tema amplo da realidade de Hoerde foi tratado em 10 oficinas preparadas pelas diferentes Uniões sobre temas como: “Compromisso laical na Igreja e no mundo“, “Família, crise e desafios. Pensamentos do Pai“, “Viver hoje o espírito de Hoerde“, “A Igreja das Novas Praias” entre outros. Um trabalho sério, ao qual foi dedicado um bom espaço de tempo, obtendo-se valiosas conclusões que abrem caminhos para o trabalho pessoal e futuras tarefas apostólicas.

 

Fogo do teu fogo

O “Acordai e despertai-vos mútuamente“, próprio dos anos de Hoerde foi dito repetidamente. O encerramento final ocorreu através do simbolismo do fogo. Foi cantado, reiteradamente, somos o fogo do fogo do Pai que deve arder nos tempos mais novos. Cantando “Fogo do teu fogo” com as luzes acesas, simbolizou-se um Novo Povo que está a caminhar para o futuro, para as  Novas Praias.

Queira Deus levar estes anseios, expressos com força e ousadia, rumo à plenitude da missão que foi dada à União Apostólica de Schoenstatt naquele histórico 20 de Agosto de 1919. Que a Mãe Santíssima no-lo dê.

 

Original: espanhol (29/8/2019). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *