Colocado em 17. Setembro 2016 In Casa Mãe de Tuparendá, obras de misericórdia, Projetos

Inauguração da casa Mãe de Tuparendá: “…é obra da Santíssima Mãe.”

PARAGUAI, Maria Fischer com Ani Souberlich e Mirta Etchegaray •

“A nossa casa foi inaugurada na Festa da Realeza de Maria! A Mãe de Deus deu-nos um belo dia ensolarado, cheio de alegria, e acima de tudo, esperança para muitos jovens! Os rapazes estão muito felizes e orgulhosos de dizer que eles estão em casa! ” Comentou Mirta Etchegaray orgulhosa e em êxtase sobre a noite do 22 de Agosto. Algo tocou-a ainda mais profundamente: “Ouvir aqueles que ainda estão presos dizerem que eles querem vir para cá, encheu-me de emoção! O desafio e a responsabilidade são enormes. No entanto, estou certa de que é um trabalho da Santíssima Mãe. ”

A Fundação para a promoção de valores e Prevenção da Violência (Fundaprova pelas primeiras sílabas em espanhol) inaugurou o Centro de Formação e Trabalho “Casa Mãe de Tuparenda”, que oferece treino para jovens ex-presidiários com o objetivo de reintegração social. Representantes do Ministério da Justiça e de Fundaprova procederam à bênção do centro, para a reintegração de adolescentes e jovens até aos 20 anos de idade, localizado na Casa Mãe de Tuparenda em Ypacarai. Rapazes que estiveram na prisão por algum tempo são elegíveis. Vinte jovens compõem o grupo inicial que terá a oportunidade de aprender a cozinhar ou horticultura pelo qual eles receberão um salário. A única exigência é que eles venham para o local por conta própria, e escreverem uma carta explicando a razão pela qual eles estão interessados em se matricularem no centro.

160827-casa-madre-de-tuparenda-11

O que resta do Ano da Misericórdia

No início da manhã de 22 de Agosto, os membros da Fundaprova, representantes do Ministério da Justiça, muitos schoenstatteanos, e muitos dos colaboradores desta grande obra de Maria chegaram à casa onde os jovens mais necessitados vão aprender uma profissão e sentirem-se amados. Antes de cortar a fita com as cores do Paraguai, o Pe. Pedro Kühlcke, iniciador do projeto que emergiu das suas visitas ao centro de detenção juvenil perto de Tuparenda, agradeceu a todos pela ajuda, e ele pediu que continuem a colaborar porque os jovens e todos os responsáveis da Casa precisam de apoio.

Em seguida, o bispo Dom Claudio Giménez de Caacupé abençoou todos os quartos da casa, a sala de jantar, a padaria, e finalmente o jardim orgânico. No caminho, passaram pela simples ermida, o primeiro “edifício” no terreno e a promessa visível de Maria para concretizar o milagre desta grande obra de Schoenstatt no Ano da Misericórdia. Ani Souberlich, Mãe do diretor da Casa de Tuparenda, comentou: “As 100 casas de solidariedade são o que emerge do Jubileu da Aliança de amor; a casa Mãe de Tuparenda é o que surge do ano de misericórdia “.

160827-casa-madre-de-tuparenda-27

Trabalhando de forma holística para apoiar os rapazes e suas famílias

“Por agora, vamos começar com vinte rapazes. Eles não vão dormir aqui, mas no contrato que eles assinaram quando se matricularam, comprometeram-se com certos termos, por exemplo: serem pontuais, nunca consumirem drogas na casa, no terreno circundante, ou estarem lá sob a influência de drogas. As consequências do não cumprimento destas disposições será apenas uma redução de alguns benefícios a que têm acesso em estar aqui “, referiu Ana María Mendoza de Acha, Presidente da Fundaprova.

Atualmente, eles começam com dois comércios, mas eles não descartam a possibilidade de aumentar as atividades. Os jovens só permanecerão seis meses no centro, pois eles também estão negociando para a colocação em alguma instituição ou empresa onde eles podem trabalhar. Para realizar todas as metas traçadas, eles têm um grupo de especialistas que trabalham fornecendo estreitamente apoio psicológico aos jovens, bem como aos seus familiares.

“Temos uma psicóloga aqui que irá dar-lhes apoio. Há um centro de vícios e uma assistente social está encarregada de contatar cada uma das famílias, porque sabemos que é difícil de voltar a inserir os jovens se os seus mais próximos não são reinseridos com eles. Primeiro, tentamos melhorar a família para que ele possa melhorar também “, concluiu Ana Maria Acha.

“Isto é consequência de um sistema que favorece a desigualdade, promove a ignorância e a miséria e priva grande parte da população de oportunidades”, comentou Mariju Fukuoka, uma schoenstattiana comprometida com a esfera política. “Sem esquecer a indiferença da sociedade e a falta de compromisso e não lutarmos profundamente para a mudança real, e apenas limitar a ações filantrópicas que não chegam à raiz dos problemas.”

 

Altos e baixos, e as consequências

“Ao domingo, após as missas no Santuário, vamos vender produtos de panificação da casa Mãe de Tuparenda,” comentou Ani Souberlich. “Com essa receita, conseguiremos comprar mais farinha para continuar com a padaria.”

Durante a semana, a casa continuou a encher-se com novos clientes, enquanto nós ouvíamos toda a terrível realidade que eles também experimentam nas suas vidas. “N. foi esfaqueado, ele está em recuperação acamado, por isso ele não veio. É bom saber que ele tem uma madrinha que reza por ele todos os dias “, disse Ani. Outro feriu-se nos pés; é claro, ele recebeu uma pomada antisséptica e um curativo. “Ninguém jamais me deu isso em minha vida …”, disse outro jovem, X., que também tem um patrocinador e que não apareceu por dois dias. “Ontem ele voltou, tivemos uma longa conversa, e foi-lhe dito que se ele não chegasse a tempo hoje, ele não podia voltar mais até que ele se decida mudar.” Orações fortes, como “poder suave, mas não tão suave.”

Maus hábitos ou alterar

É difícil abandonar velhos hábitos … comer chocolate mesmo que nos faz ganhar peso, conduzir a 100 milhas por hora numa zona com limite de 70 milhas por hora mesmo sabendo que somos multados, ir para a cama muito tarde e enfrentar a primeira hora de trabalho com o ajuda de muito café, dormindo em frente da televisão, apesar de nos provocar uma dor de cabeça … Estes rapazes têm hábitos muito piores para abandonar … “Eu tenho o mau hábito de comprar roupas que eu realmente não preciso,” comentou uma madrinha, e apagou todos os e-mails com ofertas para roupas de marca que são tão baratas … “quarta-feira chegou o momento da verdade: hoje, pontualmente às 08h00 X veio correndo e ele disse me: ‘Eu quero mudar, eu quero fazer a minha parte … “” Sim, X. tu vais conseguir!

160827-casa-madre-de-tuparenda-04

O coração de uma criança renasce

Na sexta-feira, eles foram para montar os toldos em Tuparenda perto da cantina; nas proximidades há um parque infantil. Ao avistarem o parque, renasceu neles “o coração de criança” … Esqueceram-se de tudo e por um longo tempo eles estiveram satisfeitos, andaram nos baloiços e na gangorra.

160827-casa-madre-de-tuparenda-34

Estou grato por esta oportunidade que me estão a dar – e eu só quero dizer que podemos, se quisermos

“Estou grato por esta oportunidade que me estão a dar”, escreveu um dos jovens. “Quando eu descobri, através do Pe. Pedro, eu pensei que era uma boa oportunidade que me estão dando, pela simples razão de mostrarmos a muitos jovens que podemos realmente mudar se quisermos … “Em seguida, ele revela o seu grande objetivo e o motivo que o move para querer fazer um esforço:” quero terminar a escola, e além disso, quero aprender uma profissão aqui ” Mas há algo ainda maior que ele quer:”. para ser um educador como o Rodolfo e o Luis; Estou muito interessado em trabalhar com jovens, eu quero fazer parte da família … Da minha parte, vou fazer um grande esforço, prestar atenção e ser responsável … ”

Video (por TeleFuturo, Paraguai)

Se quer apoiar um jovem com orações: Ani Souberlich [email protected] ou Pe. Pedro Kühlcke v[email protected]

Se quer ajudar com um donativo (todos os contributos ajudam):

Conta bancária no Paraguay:

Banco GNB
Cta Nro. 001-065259-003
BIC: BGNBPYPX
Congregación Padres de Schoenstatt

Objetivo: Casa Madre de Tuparenda

Conta bancária na Europa (SEPA)

Schönstatt-Patres International e. V.
IBAN DE91 4006 0265 0003 1616 26
BIC: GENODEM1DKM
Objetivo: P. Pedro Kuehlcke, Casa Madre de Tuparenda

160827-casa-madre-de-tuparenda-40

Original: Espanhol. Tradução: José Carlos A. Cravo, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , , , , , , , ,