Colocado em 3. Março 2020 In Dequeni, obras de misericórdia

Começam as aulas – e centenas de crianças podem sonhar em grande graças a Dequení

PARAGUAI, Fundação Dequení/María Fischer •

O dia tão esperado chegou! A alegria, a emoção e as expectativas estiveram presentes nas escolas do Paraguai. Cheios de entusiasmo, crianças e adolescentes voltaram às suas salas de aula para retomar as actividades escolares. Ao longo dos anos, Dequeni continua a adaptar a sua abordagem de acordo com as necessidades das crianças de famílias de baixos rendimentos no Paraguai e de acordo com o seu próprio crescimento, mas o norte foi e é sempre o mesmo: dar oportunidades às crianças e jovens que não as têm. —

E assim o explicam:

Durante os últimos 30 anos em Dequení temos trabalhado para proteger e cuidar de crianças nas condições mais vulneráveis.

As nossas actividades nasceram na rua, brincando e partilhando com aqueles que, desde muito jovens, trabalhavam para a subsistência das suas famílias. Mais tarde, abrimos as portas dos centros, como espaços para acolher, proteger e educar a partir do não formal: brincar, desenhar e dançar.

Anos mais tarde, chegámos às comunidades através dos centros comunitários para trabalhar com as famílias nas suas experiências de organização e gestão para o bem comum.

Hoje, estamos a reforçar a nossa contribuição para a melhoria da educação das crianças a partir da escola, como o nosso centro de acção.

 

As escolas públicas no centro da acção

Das escolas como centro de acção – existem 45 escolas públicas no Paraguai que são acompanhadas pelos programas e projectos de Dequení – partilham as experiências do primeiro dia de aulas depois das férias de Verão:

Na Escola Leo Nowak de Fernando de la Mora, o dia começou cedo com uma surpresa especial para as crianças. Ao ritmo de uma batucada e de muita cor, toda a comunidade educativa foi bem-vinda. Mas os jogos, sem dúvida, foram o principal acontecimento do dia; o pequeno comboio, a ronda, o salto à corda, fizeram parte do regresso às aulas. Desta forma, receberam o ano motivados para iniciar uma nova etapa escolar.

Assim também, nas diferentes escolas do país, as crianças estavam felizes com o regresso às aulas. Cartazes, balões e música proporcionaram aquela atmosfera calorosa e acolhedora das instituições de ensino.

 

Quando eu for grande, sonho em ser veterinária.

Além disso, nas escolas de Nueva Italia, San Antonio, Ypané, Villeta, Luque, Arroyos y Esteros e Caaguazú, os professores prepararam o acolhimento com diversas actividades como: jogos tradicionais, canções, danças e outros jogos criativos, uma forma peculiar e divertida de começar o ano lectivo.

“Estou muito feliz porque a escola já começou. Tenho estado a preparar-me para este primeiro dia e finalmente chegou. A educação é muito importante para realizar os nossos sonhos, quando eu for grande, sonho em ser veterinária“, disse Maria José, que começou o 5º ano este ano.Os professores reconheceram que ainda existem muitos desafios no campo educativo, mas que hoje chegam com a convicção em apostar e contribuir, mais fortemente, com o seu trabalho, para alcançar as mudanças necessárias.

“Um dos maiores objectivos, especialmente para mim, é que os alunos estejam felizes este ano, além de aprenderem para a vida, que estejam felizes com o que aprenderam para que possam tornar-se actores e autores da sua própria aprendizagem“, disse a professora Peggy Sanchez.

 

Eles estão felizes por começar as aulas, estavam a contar os dias

As famílias estiveram envolvidas no primeiro dia, demonstrando afeto, compromisso e interesse neste início do desenvolvimento educativo dos seus filhos. “Como mãe sinto-me muito feliz por poder acompanhar a educação dos meus filhos e ver que eles estão felizes por começarem as aulas, estavam a contar os dias e estão conscientes do que isso significa para as suas vidas“, comentou Teresa Espinoza.


DEQUENI, através da sua proposta denominada “Arandu Mbarete”, contribui para a melhoria da qualidade educativa de 10.000 crianças e adolescentes participantes desde o nível inicial até ao secundário, articulando-se com 45 escolas públicas do Departamento Central, Cordillera e Caaguazú. De mãos dadas com toda a comunidade educativa, trabalhámos juntos nestas semanas prévias, nos preparativos para que as crianças acendessem o seu entusiasmo pelo início das aulas, uma nova etapa cheia de alegria e de descobertas.

 

Página web de Dequení (ES)

 

Original: espanhol (28/2/2020). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , , ,

1 Responses

  1. Olá aqui é a Regina Oliveira, eu gostei muito do seu artigo seu conteúdo vem me ajudando bastante, muito obrigada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *