Novo ordem social Categoria

Entrevista a Ignacio Suazo Zepeda sobre “A Nossa Mesa-Redonda: Diálogos pelo Chile” (NM) • No contexto da crise social do Chile, resultante da explosão social de 18 de Outubro, e perto de se iniciar um processo de aprovação ou rejeição de uma nova Constituição para o país, a Universidade Católica do Chile e a Fundação Vozes Católicas convocaram 60 personalidades para falarem sobre os grandes desafios destes tempos. Este diálogo terá lugar durante três meses em torno de nove mesas-redondas temáticas: “a cidade, a pobreza e a segregação”, “a vidaLeia mais
COSTA RICA/AMÉRICA LATINA, Pe. José Luis Correa/María Fischer • O convite, dirigido a schoenstatteanos com algum cargo político, foi emitido no início de Setembro, e já está a circular em vários grupos de WhatsApp e de redes sociais Schoenstatteanos em cargos políticos não é algo novo – sabemos de Presidentes de Câmara, Intendentes, fundadores de um partido político, candidatos à Presidência do seu país, deputados, ministros – mas uma reunião (virtual devido à pandemia) de políticos de Schoenstatt para trocar ideias e sair disso, não apenas como pessoas que seLeia mais
ARGENTINA, com material de AICA • O bispo castrense da Argentina e delegado episcopal para a Causa dos Santos, monsenhor Santiago Olivera, celebrou na quinta-feira 27 de agosto, uma missa na Igreja de Nossa Senhora do Pilar, no bairro da Recoleta, Buenos Aires, para relembrar e homenagear ao servo de Deus Enrique Shaw, em um novo aniversário do seu falecimento. — Enrique Shaw, uma figura contemporânea, um empresário argentino, falecido há 58 anos, reconhecido por seu pensamento e trabalho sociais, referência de várias palestras e colunas da CIEES (ES), aLeia mais
PARAGUAI | Conversa com Juan Vicente Ramírez • Já são 118 projetos. Há que se degustar essa informação. 118 novos empreendimentos. 118 fontes de trabalho digno. 118 motores para aquecer a economia em uma região afetada de forma brutal pelo fechamento das fronteiras devido à pandemia. 118 esperanças para as famílias, para os bairros, para uma cidade. E tudo é graças a “uma iluminação importante no grupo da CIEES da Cidade de Leste, que foi aceita e que, só e simplesmente, é o cumprimento de nossa missão de levar oLeia mais
ESPANHA, Paz Leiva e Miguel Ángel Rubio • Apesar de tudo o que aconteceu desde 1 de Julho, terminou o primeiro Workshop sobre o Pensamento Social do Padre Kentenich em Espanha. Uma porta foi aberta no mês de Fevereiro. Lemos um artigo de Rafael Mascayano em schoenstatt.org e eu escrevi um comentário.— Como resultado deste comentário, Rafael oferece-nos material para a criação de um Workshop em Espanha. Ficámos com a ideia: “mas não podemos dar um Workshop que não é nosso, sem termos trabalhado nele como participantes“. A 27 deLeia mais
Gonzalo Génova, Madrid, Espanha • O significado que normalmente damos à Utopia é ambivalente. Por um lado, significa um projecto desejável da sociedade (“uma nova ordem social”), mesmo que seja difícil ou impossível de alcançar. Por outro lado, as sociedades que fingiram ter alcançado a Utopia têm características que as tornam francamente muito indesejáveis, especialmente devido à sua forte tendência para conduzirem ao totalitarismo. Assim, hoje, quando falamos de utopia, a sensação que ela evoca é bastante agridoce: ou desconfiança de um projecto totalitário desumanizador, ou frustração face a um projectoLeia mais
justicia social
Por Rafael Mascayano, Chile •   Nos primeiros inquéritos realizados após a explosão social de 18 de Outubro do ano passado no Chile, um dos temas de descontentamento foi o “abuso no local de trabalho”. Sim, no nosso país instalou-se uma forma de relação laboral abusiva, de falta de respeito pelos direitos laborais, e o que é mais grave: de formas inadequadas no tratamento dos subordinados por parte dos seus patrões.  — A primeira coisa que nos impressiona é precisamente o oposto do que Jesus marcou nos Seus Evangelhos e doLeia mais
Patricio Young , Chile • Na minha opinião, no Chile, nossa Mãe nos falou fortemente nos últimos anos e não soubemos ou não quisemos ouvi-la. — Não acreditamos em coincidências, mas sim nas “Deusdências”. Nosso Padre dizia; “Nada é casual, tudo provém da vontade de Deus.” Sendo assim, diante da situação que vivemos como país, acredito que não soubemos ouvir sua mensagem a tempo, apesar que nos tenha dado grandes sinais. Quero fazer uma interpretação pessoal e compartilhá-la com vocês. Certamente podem haver outras tão valiosas ou mais que a minha. 18 de janeiroLeia mais
CHILE, Pe. Juan Pablo Rovegno • No meio dos desafios e dificuldades do Tempos, dois sinais nos encheram de alegria e gratidão: o encontro internacional de Madrugadores em Picarquin e a Ordenação de seis novos irmãos sacerdotes da comunidade dos Padres de Schoenstatt.— Dois acontecimentos que nos ajudam a viver com esperança o momento difícil em que vivemos, porque nenhum de nós ficou indiferente aos acontecimentos patrióticos, todos nós fomos retirados de nossa rotina e da nossa estabilidade, inclusive emocional. Há compatriotas que viram desaparecer as suas PME (pequenas eLeia mais
ARGENTINA, Jorge Lezcano • Antes de mais nada, Patricio, gostaria de te agradecer pelas tuas palavras que nos ajudam a acordar da nossa confortável letargia, da qual em muitas ocasiões assumimos o papel de observadores, sem dar o passo necessário para nos tornarmos protagonistas e criadores da nossa própria história e da do nosso país. — Por outro lado, concordo com a maior parte dos conceitos que expressas, mas, sobretudo, com a preocupação com a nossa realidade social, na qual estamos incluídos como cidadãos e como Igreja. Como dizes, nãoLeia mais