Vozes do Tempo Categoria

CHILE, redação Schoenstatt.org em diálogo com Pe. Juan Pablo Rovegno, diretor do Movimento de Schoenstatt no Chile • Como forma de promover o diálogo comunitário sobre os desafios e sonhos para o Chile após o surto social, a Arquidiocese de Santiago, através da Vicária para a Educação e da Pastoral Social Caritas da Vicária, promoveu a realização de conselhos nas escolas e paróquias. —   Após a crise social desencadeada em 18 de outubro no país, como resultado do aumento do preço do metrô, os cidadãos começaram a manifestar-se deLeia mais
Pe. Juan Pablo Rovegno, Director do Movimento de Schoenstatt no Chile • Nesta noite abençoada, uma luz brilhou na escuridão, uma luz foi acesa nos nossos corações: a luz de uma esperança que não se apaga e nem se extingue. Uma luz que acompanha  a obscuridade da história e da vida há mais de dois mil anos. — Uma luz radiante e pura no rosto de uma criança, uma criança pequena, indefesa e frágil. Indefesa e frágil como qualquer criança ao nascer. O facto de Ele ser Rei e Deus,Leia mais
CHILE, Patricio Young • No Chile, o Padre Juan Pablo Rovegno, Director do Movimento, antes da crise social, enviou um documento de grande relevância para a nossa Família. Com muita clareza e com citações muito substanciais do nosso Pai, convidou-nos à superação desta realidade atomizada e pouco integrada da nossa família e à necessária solidariedade e liderança complementar. Uma situação que foi apontada pelos jovens e por muitos outros documentos que foram escritos durante este tempo. Em suma, devemos ser realmente Família. “Este acento familiar colaborativo, complementar e co-responsável entreLeia mais
VOZES DO TEMPO, Pe. Juan Pablo Rovegno, Chile • Navegamos no meio das correntes de um tempo tempestuoso e de mudanças profundas: a crise eclesial que, na sua complexidade e dor, exige de nós um novo modo de ser Igreja e de servir a vida a nós confiada; a crise ambiental que nos desafia a uma co-responsabilidade planetária para tornar a casa comum num espaço para o futuro; a crise sócio-cultural que desafia a ordem estabelecida, exigindo novas formas de relacionamento, inclusão e integração; a crise de género que nosLeia mais
CHILE, Pe. Juan Pablo Rovegno • A solenidade de Cristo Rei coloca-nos no palco da realeza de Cristo. Uma realeza distante da realeza do mundo ou da forma como a entendemos hoje: do reino da ostentação dos xeques árabes aos reinos simbólicos e quase estéticos europeus; do simples rei pacífico do Butão ao reino da Malásia por turnos; dos reis tribais africanos ao equilíbrio contido dos imperadores do Japão. Mesmo na nossa picardia nacional temos desde o rei do mote com huesillos (bebida típica chilena – um refresco muito popularLeia mais
Pe. Juan Pablo Revegno • “Maria, a grande revolucionária. Até o Pai ousa dizer que nos deixámos vencer pelo bolchevismo, porque eles pegaram na bandeira dos pequenos, dos pobres e marginalizados, uma bandeira que, teríamos que ser nós a hastear, não pela marginalização e força, mas pela valorização que nos faz iguais em direitos e dignidade. Esta crise é uma nova oportunidade para que o Magnificat não seja património de novos totalitarismos ou populismos, mas de um cristianismo comprometido”. No meio da crise social no Chile, o Padre Juan PabloLeia mais
CHILE, Pe. Juan Pablo Rovegno • No meio dos desafios e dificuldades do Tempos, dois sinais nos encheram de alegria e gratidão: o encontro internacional de Madrugadores em Picarquin e a Ordenação de seis novos irmãos sacerdotes da comunidade dos Padres de Schoenstatt.— Dois acontecimentos que nos ajudam a viver com esperança o momento difícil em que vivemos, porque nenhum de nós ficou indiferente aos acontecimentos patrióticos, todos nós fomos retirados de nossa rotina e da nossa estabilidade, inclusive emocional. Há compatriotas que viram desaparecer as suas PME (pequenas eLeia mais
CHILE, Pe. Juan Pablo Rovegno • “Senhor, quando despertar, serei saciado pela Tua presença”, canta a antífona do Salmo deste Domingo. O despertar do Chile esteve no centro das notícias, das “esperanças e ansiedades, alegrias e tristezas” destes dias. — Um despertar que nos coloca diante (pelo menos) de três dimensões emocionais com consequências concretas: Despertar a esperança de um Chile mais justo, mais fraterno e mais solidário, para tantas necessidades legítimas, adiadas e invisíveis, para tantas realidades que hoje encontram espaços pacíficos de expressão e possibilidades de realização. VemosLeia mais
ARGENTINA, Jorge Lezcano • Antes de mais nada, Patricio, gostaria de te agradecer pelas tuas palavras que nos ajudam a acordar da nossa confortável letargia, da qual em muitas ocasiões assumimos o papel de observadores, sem dar o passo necessário para nos tornarmos protagonistas e criadores da nossa própria história e da do nosso país. — Por outro lado, concordo com a maior parte dos conceitos que expressas, mas, sobretudo, com a preocupação com a nossa realidade social, na qual estamos incluídos como cidadãos e como Igreja. Como dizes, nãoLeia mais
CHILE, reflexão da Presidência Nacional • Numa mensagem dirigida a toda a Família de Schoenstatt do Chile, e com o pedido do Secretariado Nacional e do Director do Movimento à redacção de schoenstatt.org, a Presidência Nacional daquele país oferece sete pontos de reflexão e orientação sobre a situação sócio-política que se vive nestas semanas no Chile. Foram dias não só de confrontos nas ruas do país, mas também de intensos e acalorados intercâmbios entre schoenstatteanos. — São muitos os que encontram nos protestos multitudinários um forte apelo a escutar maisLeia mais