Colocado em 4. Janeiro 2017 In Vida em Aliança

“Ofertas e contribuições, com todo o coração…”

COSTA RICA, Michelle Ramírez de Monturiol •

18.03.2017

Amanhece um dia radioso, é missa de domingo. São 10h da manhã, mas muitos sentem como se já tivessem passado muitas horas. Houve uma preparação tanto física como espiritual para receber mais de 300 pessoas.

Correu-se para deixar tudo bonito. Flores, cadeiras, comida, detalhes como se fosse a boda de uma filha! Tudo minuciosamente preparado e cheio de lindos apontamentos para receber a Família de Schoenstatt!

Começam a chegar os carros. O estacionamento está cheio, mas muitos homens colaboram para abrir espaço para mais carros e assegurar um lugar para todos. As mulheres enfeitam o altar e outras organizam a venda de comida. A emoção enche os corações e os sorrisos estão desenhados em todas as visitas à nova casa do Movimento em Santa Ana. As crianças correm e alegremente investigam o que será o seu novo espaço de brincadeira e formação, mas que será sobretudo o novo lar da Mater!

Não cabe nem um alfinete na casa, pelo que se procura lugar nos jardins para escutar a Eucaristia. Debaixo das árvores frondosas e vegetação tropical as famílias vão encontrando espaço. A sombra das árvores é o lugar perfeito para suportar a manhã quente de verão!

161223-costa-rica-18-06

“Alicerces de Esperança”

Começam os cantos de Tony Gazel, cantor de Schoenstatt Costa Rica. São 11h da manhã e a atenção concentra-se no mais importante: a MISSA, que dará lugar ao ritual de oferecer tudo aquilo que se quer deixar enterrado nos alicerces do tão ansiado Santuário. Todos levaram consigo algo pequeno mas muito importante e significativo: alguma foto, medalha ou acessório e todas as recolhas de terra ou pedras de diferentes lugares santos dos santuários do mundo que estarão presentes no Santuário Família de Esperança, nos seus alicerces, na sua nova terra santa de esperança.

161223-costa-rica-18-10

“Batidas de coração, numa só procissão”

A celebração a cargo do sacerdote diocesano schoenstattiano Douglas Aragón comoveu os corações. Anuncia que se fará uma procissão até aos jardins onde fica o santuário e cada um depositará uma caixa de madeira com o que trouxe e o que espiritualmente se quer deixar enterrado para que fique nos alicerces do santuário. Dirige a procissão e abençoa as duas caixas de acrílico com os “tesouros” de todos e colocam-se na grande caixa de madeira onde anteriormente crianças e jovens da Juventude Masculina tinam preparando o material de construção que selaria essas “joias”de valor sentimental.

O Pe. Douglas faz a leitura de todos esses lugares representados, abençoa-os e deita a primeira pá de cimento. Logo a seguir a Família teve a oportunidade de deitar o cimento até que cobrisse na sua totalidade a grande caixa de madeira decorada com flores cor de laranja.

A missão estava cumprida, o gesto de satisfação era evidente na Família, olhos chorosos em muitos deixavam ver uma emoção e experiência única de FUNDADORES: “Nada sem Ti, Nada sem Nós”

O presente da Mater era real e milagroso! Começou-se a escrever uma história de ESPERANÇA…!

161223-costa-rica-18-13

Contacto para participantes da bênção: [email protected]

Original: espanhol. Tradução: Maria de Lurdes Dias, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , , , ,