Niños de María

Colocado em 2021-06-18 In obras de misericórdia, Projetos

“Os crentes, quando querem ver Jesus em pessoa e tocá-Lo com a mão, sabem aonde dirigir-se”

EQUADOR, Giannina Ponce de Rodríguez •

Temos o prazer de apresentar La Fundación Niños de María, uma fundação ao serviço dos mais necessitados de Quito-Equador. A Fundação abriu as suas portas em 1994 com 11 crianças. Pouco a pouco este número aumentou para cerca de 300 crianças que estão em situação de alto risco devido ao seu estado de extrema pobreza. Niños de María é uma Obra que resgata crianças a fim de as devolver à sociedade como jovens líderes e transformadores do seu ambiente social. —

A fundação conseguiu continuar a crescer graças a projectos auto-sustentáveis, mas sobretudo graças à generosidade dos nossos patrocinadores, benfeitores e empresas que partilharam connosco o mesmo sonho de criar jovens com novas esperanças, valores e sobretudo educados com dignidade, marcando-os como seres humanos merecedores de um futuro melhor do que o dos seus pais.

Ainda temos muito a fazer e apesar dos nossos esforços, deixámos de fora muitas crianças devido à falta de recursos da nossa Fundação.

A realidade das nossas crianças

  • 85% das crianças que recebemos vivem em extrema pobreza. (o rendimento médio por família é de $1,25 por dia)
  • 62% das famílias das crianças têm problemas de alcoól e de drogas.
  • 60% das crianças que recebemos são vítimas de violência doméstica.
  • 59% das crianças que recebemos vivem em situação clara de abandono.
  • 44% das crianças vivem em grave risco de abuso sexual ou já sofreram atentados ao pudor.

Não são apenas percentagens e números. São 300 histórias únicas de dor, sofrimento, pobreza. Mas são também 300 histórias de potencial, de futuro, de opções.

Talvez entre estas 300 crianças esteja a pessoa que descobre a vacina contra o cancro, ou a forma de captar energia dos raios, ou a fórmula contra a fome mundial ou o aquecimento global. Talvez entre estas 300 crianças haja um novo Papa Francisco, uma nova Madre Teresa… Que pena perdê-la para a pobreza e a falta de oportunidades!

“Os crentes, quando querem ver Jesus em pessoa e tocá-Lo com a mão, sabem aonde dirigir-se: os pobres são sacramento de Cristo, representam a sua pessoa e apontam para Ele”, diz o Papa Francisco na sua Mensagem para o V Dia Mundial dos Pobres 2021. Entre as 300 crianças caminha Jesus.

Niños de María

O que fazer face a tanta pobreza?

Fazer alguma coisa. Algo mais pode ser feito, e mais…

Actualmente, temos os seguintes projectos educativos:

  • Escola de Educação Básica San José de la Comuna
  • Ballet Folklórico San José
  • Promoção Familiar Cristã
  • Projecto de educação desportiva

A nossa formação baseia-se no reforço dos 5 pilares principais que marcam a vida de qualquer criança que tente curar as suas deficiências:

  • Alma: Formação nos valores católicos.
  • Coração: Apoio psicológico e emocional. Recebem muito carinho.
  • Mente: Formação académica, apoio psico-pedagógico.
  • Corpo: Alimentação, exames médicos, odontológicos, oftalmológicos e roupa.
  • Formação de pais e terapia sistemática. Fazem parte da mudança.

Outros serviços:

– Educação: material escolar, textos, material didáctico
– Uniforme e Sapatos
– Alimentação: pequeno almoço, snack e almoço
– Formação aos pais (palestras sobre educação)

Atenção Médica:

– Exames pediátricos completos
– Vitaminas
– Nutrição
– Tratamento oftalmológico e odontológico

Gostaria de mostrar o que é “Niños de Maria” com uma história contada em duas fotografias. A história da família Cóndor.

Familia Cóndor

Niños de María

Leticia e Patricio

A fotografia foi tirada há 13 anos, as crianças são Leticia e Patricio Cóndor, ambos estudantes da Fundação Niños de Maria. A Fundação ajudou o pai da família a ter um emprego estável durante muitos anos, que ele manteve durante muito tempo. A mãe da família era surda e tinha graves problemas de saúde, no entanto, mantinha a casa muito limpa e cuidava dos filhos, embora nunca tenha encorajado os seus estudos. Era uma mãe distante devido aos seus problemas de saúde. Lembro-me desta família como uma família organizada porque, apesar da sua pobreza tinham muita criatividade, por exemplo, a sua loiça era totalmente adaptada com plástico descartável.

Leticia era uma rapariga muito inteligente que brilhou como uma boa aluna durante os seus estudos.

Uniu-se muito jovem com um homem muito mais velho do que ela e do qual tem uma filha, Kimberly, que agora estuda na nossa escola. Leticia valoriza muito a educação da filha e é uma mãe muito boa e responsável. Está sempre a par dos trabalhos de casa e da assiduídade, acompanha sempre a filha nas aulas virtuais, a sua atitude é o oposto da dos seus pais que, não se preocupavam com a educação dos filhos.

Niños de Maria

Kimberley

“Não podemos ficar à espera que batam à nossa porta; é urgente ir ter com eles às suas casas, aos hospitais e casas de assistência, à estrada e aos cantos escuros onde, por vezes, se escondem, aos centros de refúgio e de acolhimento… É importante compreender como se sentem, o que estão a passar e quais os desejos que têm no coração. Façamos nossas as palavras inflamadas do Padre Primo Mazzolari: «Gostaria de pedir-vos para não me perguntardes se existem pobres, quem são e quantos são, porque tenho receio que tais perguntas representem uma distração ou o pretexto para escapar duma específica indicação da consciência e do coração. (…) Os pobres, eu nunca os contei, porque não se podem contar: os pobres abraçam-se, não se contam» (Revista «Adesso», n.º 7, 15 de abril de 1949)”.

Papa Francisco, Mensagem para o V Dia Mundial dos Pobres 2021.


Giannina Ponce de Rodríguez é gerente da Fundación Niños de María
www.ninosdemaria.org

Para fazer donativos

Original: espanhol (16/6/2021). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , , , , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *