Colocado em 2016-01-20 In Projetos

Uma peregrinação permanente

PARAGUAI, Pastoral Carcerária “Visitação de Maria”, por Abrahán Martínez y Rafael Medina •

O dia 8 de dezembro é uma data em que se manifesta com força a devoção mariana no Paraguai com seus milhares de peregrinos que caminham quilômetros para chegar até o Santuário da “Virgencita de Caacupé”. Ali nossa Mãe recebe seus filhos com este mesmo amor com o acompanhou seu filho Jesus durante toda Sua missão, até a mesma cruz! Aquela cruz na qual nos deu o maior presente através do discípulo amado. Esse presente se chama Maria.

Uma procissão dentro da cadeia

IMG_20151208_110642-gEste ano experimentamos uma peregrinação muito particular, na qual a distância se reduz de muitos quilômetros a alguns metros, cujo caminho não transcorre entre povoados e campos, mas entre as grades e corredores com tantas histórias caladas por uma sociedade em que a justiça se parece mais com um privilégio do que com um direito.

Trata-se da procissão que a Pastoral Carcerária “Visitação de Maria” realizou dentro da cadeia de adolescentes de Itauguá. O P. Pedro Kühlcke, ao culminar com uma linda missa, inicia uma peregrinação com a imagem de nossa Mãe de Caacupé, acompanhada de oração, devoção, fé e esperança – e de muitas outras imagens. Um humilde violão tocava seu canto em frente a cada pavilhão, para saudar a Tupãsy Caacupé com uma Ave Maria. Assim fomos recorrendo todos os pavilhões, até regressar ao seu santuário, cuja morada é uma pequena capela/sala de múltiplos usos dentro da instituição. Desta forma, Maria, mais uma vez se fazia presente na simplicidade e na humildade de tantos corações, que nEla encontram a esperança de conquistar uma verdadeira liberdade.

Experimentando o amor de Cristo

IMG_20151208_103840-gComo equipe da Pastoral Carcerária, nossa peregrinação não se reduz somente a esta celebração. Desde o começo do ano cada sábado é um novo milagre e uma nova peregrinação – seja nos grupos de catequese, no lanche para aproximadamente 180 meninos eternamente famintos, no sacramento da confissão tão solicitado pelos meninos, ou nas histórias tão tristes que na confiança cada adolescente nos presenteia.

Nunca imaginamos estar em uma procissão dentro de uma cadeia, menos ainda que em um lugar tão precário fôssemos experimentar uma maneira tão tangível o amor de Cristo, que nos fala nas coisas mais simples, através das histórias de cada menino, através de cada “Obrigada, irmão” que escutamos da parte deles, através de cada abraço apertado… E pensar que a única coisa necessária é se disponibilizar como instrumento, e a Divina Providência se encarregam do resto! Nós simplesmente semeamos e cultivamos, e o Espírito Santo dá o crescimento e presenteia colheitas maravilhosas.

Chamados a testemunhar a fé

Esta peregrinação não tem pausa nem conhece o descanso, pois Cristo nos chama a sermos testemunhos da fé – sem olhar nossas misérias nos chama a sua verdade, da mesma maneira que chama a cada jovem privado de sua liberdade. Este é um caminho que apenas começa. Esta peregrinação aspira conquistar o coração dos mais esquecidos. Com nossa esperança colocada na misericórdia de Cristo, simplesmente seguiremos caminhando, levando esperança a cada um dos filhos prediletos de Maria.

IMG_20151208_104257-g

Como doar?

Conta bancária no Paraguai
Banco GNB
Cta Nro. 001-065259-003
Congregación Padres de Schoenstatt
Conta bancária na Europa
Schönstatt-Patres International e. V.
IBAN DE91 4006 0265 0003 1616 26
BIC/SWIFT GENODEM1DKM
Uso previsto: P. Pedro Kuehlcke, Casa Madre de Tuparenda

Doações via Paypal


IMG_20151208_110628-g

Original: espanhol. Tradução: Isabel Cristina O. S. Lombardi, Guarapuava – PR, Brasil

Etiquetas: , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *