Uruguay

Colocado em 2021-11-18 In Missões

Via-se Maria em cada pessoa que nos abria a porta da sua casa

URUGUAI, Missão Totus Tuus •

Totus Tuus é a missão organizada pela Juventude de Schoenstatt do Uruguai com missionários do quarto, quinto e sexto anos do ensino secundário. Em 2021, teve lugar de 29 a 31 de Outubro em Casabó (um bairro de Montevideu), com um total de 100 pessoas. —

Facundo Micheloni participou a convite do irmão; aqui partilha a sua experiência:

“Vim para Schoenstatt no ano passado, graças a uma recomendação do meu irmão. No entanto, não sabia se valia realmente a pena perder um fim-de-semana inteiro para ir em missão, mas isso mudou totalmente a minha forma de viver a minha fé.

Sendo Totus Tuus 2021 a minha segunda experiência no Movimento, as minhas expectativas já eram elevadas, mas foram totalmente excedidas novamente.

Missionar, para mim, é viver a fé através do serviço e do encontro. Durante esta missão pude ver Deus em cada riso, cada pranto e cada gesto, porque a Sua presença sentia-se verdadeiramente em cada missionário, cada organizador, cada criança e cada pessoa da vizinhança. Via-se Maria em cada pessoa que abria a porta da sua casa e nos recebia com grande calor.

Sempre me disseram que, de uma missão, quem é missionado épróprio missionário, e nesta missão consegui encontrar o significado de muitas palavras que pareciam estar juntas porque soavam bem. Nesta missão conheci pessoas suficientemente corajosas para partilharem os seus testemunhos de dor e sofrimento, no entanto, confiaram em Deus para ultrapassar qualquer problema.

São simplesmente exemplos para seguir na fé que, ficarão comigo para o resto da minha vida. Graças a isto, consegui compreender esta frase, porque parti verdadeiramente como missionário, parti cheio de Deus, cheio de Maria e simplesmente com o desejo de continuar a viver a fé que, me fez tão feliz durante aqueles dias. Ao viver a minha fé na comunidade, não só fui capaz de fazer novas amizades na fé, mas também pude fortalecer as que já tinha e pude ver Maria presente na disposição e no entusiasmo de todos em se entregarem a Ela durante o envio e na missão em geral.

É difícil para mim expressar por palavras o que vivi nesta missão.

Simplesmente inesquecível!

Hoje continuo em missão, vivendo a fé não só para mim, mas também para aqueles que me rodeiam

Mia Gattás partilha:

Tudo foi muito rápido, Tato (o meu irmão) enviou-me a foto das inscrições via Instagram, inscrevi-me imediatamente e já foi em cima da hora. Nem sequer tive tempo de o passar a uma amiga para que ela pudesse ir. Não pensei duas vezes, o ir sozinha não me afectou em nada, havia sempre algo dentro de mim que me encorajava a ir com todo o desejo e expectativas possíveis. Mais tarde apercebi-me de que este algo era Maria.

Ao ir em missão rodeada de pessoas que me transmitiram Maria de mil maneiras, algo me mudou. Pude encontrar Jesus e a Mãe e entregar as minhas mãos para que Eles pudessem agir em mim.

Schoenstatt, se me perguntavam o que era antes da missão, eu não sabia o que responder, conhecia-o por alto porque os meus tios, o meu primo e o meu irmão faziam parte dele, mas em momento algum comecei a investigar do que se tratava. Sempre tive a intriga, a curiosidade e o desejo de o conhecer e experimentar. Quando fui, senti-me parte de uma família à qual todos pertenciam. Eles queriam ver Deus através de Maria e ser o Seu instrumento para que outros pudessem ver Deus. Foi isso que me chamou e me fez sintonizar.

Ao missionar, vi Maria em todos os momentos, nos próprios missionários e nas pessoas que lá viviam. Foi impressionante como as pessoas se abriram a nós e nos contavam parte das suas vidas sem nos conhecerem. Abriram-se a nós porque viram algo em nós que lhes deu confiança. Esse algo era Maria, estávamos a ser instrumentos de Deus e nós sabíamo-lo, foi isso que nos motivou a continuar a tocar à campainha em todas as casas, apesar de sabermos que eles poderiam não estar interessados.

Assim que regressei da missão percebi duas coisas: primeiro, que tinha partido em missão e tinha regressado missionada e, segundo, que a missão não tinha terminado ali, mas apenas tinha começado. Hoje ainda estou em missão, vivendo a fé não só para mim, mas também para aqueles que me rodeiam. Isto não é suficiente para contar toda a história do que vivi nesta missão Totus Tuus 2021.

Fonte: www.schoenstatt.org.uy, com autorização dos editores

Original: espanhol (17/11/2021). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *