Colocado em 22. Maio 2017 In Francisco - iniciativos e gestos

Imagina que te batem à porta e chega o Papa

PAPA FRANCISCO EM SAÍDA, por Ary Waldir Ramos Díaz, via Aleteia.org •

O Papa Francisco continuou, neste 19 de Maio, a iniciativa “Sextas-feiras da Misericórdia”, um hábito a que deu início no Jubileu (2015-2016) para levar à prática as Obras de Misericórdia corporais e espirituais.

“Desculpe pelo incómodo, respeitei o horário de silêncio para a sesta (depois do almoço), não é verdade? – disse brincando o Papa Francisco – tal como está escrito no placard da entrada dos apartamentos para manter a “saudável convivência” e evitar barulhos incómodos.

O Pároco de Stella Maris, uma das seis Paróquias de Ostia, periferia de Roma, Pe. Plinio Poncina, tinha avisado há dois dias que, iria benzer as casas de um complexo residencial popular; lugar onde vivem pessoas da classe média, ou que não têm como pagar uma renda, especialmente reformados, e pedem ajuda à Câmara Municipal local para que lhes atribua uma casa.

As famílias estavam informadas que, na sexta-feira à tarde receberiam a visita do Pároco para a tradicional Bênção da Páscoa, o que não esperavam era uma grande surpresa; quem batia à porta, em vez do Pároco, era o próprio Papa Francisco.

Bergoglio sempre disse aos seus amigos e conhecidos mais íntimos que nasceu para ser Sacerdote de Paróquia. Assim, passeou pelo bairro como “Pároco” e conversou com doze famílias (na Praça Francesco Conteduca, 11) às quais ofereceu Terços.

Ostia faz parte da Comuna de Roma, com mais de 100.000 habitantes, é uma zona da capital que vive o contraste entre o bem-estar e a marginalização e a pobreza. As Paróquias fazem parte do tecido social do território que oferece aos jovens e às pessoas mais vulneráveis, um lugar para poderem ser membros de uma Comunidade.

Fotos: Twitter/Radio Vatican

Original: espanhol (20/5/2017). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , , ,