Colocado em 20. Outubro 2019 In Schoenstatteanos

“Não me apareceu um anjo nem o Espírito Santo”

ESPANHA, Javier González •

Álvaro tem 24 anos. Este jovem de Madrid está no Chile há alguns meses. Ele diz de si mesmo que é um pouco louco, mas que “não se considera um tipo estranho”. A sua loucura é de amor. Esta loucura levou-o a atravessar o Atlântico até ao país andino para lá passar vários anos a viver essa loucura de amor que encontrou em Deus. Álvaro é seminarista e prepara-se para ser sacerdote.—

Acolhe-nos com uma guitarra na mão e convida-nos a ir a um lugar que é mais do que especial para ele: o Santuário. À saída, ao lado deste jovem, ao fundo, há um quadro da Virgem Maria, ou “Mater”, como eles Lhe chamam ali. Álvaro pertence ao Movimento Apostólico de Schoenstatt e essa Virgem, e Jesus, foram conquistando o seu coração até que lhes deu um “sim” livre no dom de si próprio ao sacerdócio.

VIDEO

Ninguém te diz nada. Vem ter contigo.

“É algo que eu quero e não o faço porque alguém me diz para o fazer. Ninguém te diz nada. Vem ter contigo. Veio até mim sozinho. Jesus e Nossa Senhora conquistaram-me e eu gostaria de poder transmitir aos outros a Sua alegria e o Seu amor”, diz ele.

A primeira coisa que ele esclarece é que “Considero-me um jovem normal de Madrid”. Álvaro tem os seus amigos, a sua família, os seus estudos, fez planos, etc. Tanto é assim que, no meio da conversa, o seu irmão mais velho, Juan Pablo, aparece e o acompanha no tempo que nos dedicou.

 

Tudo o que me aconteceu foi porque Tu o quiseste e é assim que eu vou ser mais feliz.

Como é que um jovem de 24 anos, com toda a sua vida pela frente, com uma carreira e amigos, acaba por decidir dar toda a sua vida a Deus? Álvaro responde com muito humor: “Nenhum anjo ou o Espírito Santo me apareceu”. Torna-se mais profundo para o explicar e reproduz o que ele disse a Deus quando terminou uma relação de namoro que tinha com uma rapariga.

“Eu ando sempre com uma cruz no bolso e depois perguntei: ‘e agora? o que vai ser da minha vida?’ Naquele momento, deu-me alegria pensar naquela possibilidade, não como outras vezes em que fazes essa pergunta e a tiras da cabeça: ‘Olha, Tu tens escrito o meu plano de vida. Tudo o que me aconteceu na vida é porque Tu o quiseste e é assim que eu vou ser mais feliz, então porque é que eu tenho de me preocupar?”

Sozinho com Deus e a guitarra

Foi uma decisão que foi amadurecendo nele. O Álvaro tem um talento especial para a música. Com tanta dúvida por dentro, ele decidiu pegar na guitarra e passou muito tempo rezando, cantando e tocando naquele Santuário. “Lá senti que Deus estava a chamar-me. Eu disse: “Sim, vamos. Mas no dia seguinte acordei e estava na mesma… mas feliz.

“É um pouco assustador deixar tudo, mas Tu (Jesus) és quem me faz mais feliz.”

Algum tempo depois, de férias com a família na Galiza, deu mais um passo. Embora ele tivesse muito que estudar, “também fazia os meus passeios e sentia necessidade de rezar porque eu sempre dava voltas à pergunta, foi quando decidi, com aquelas praias e aquelas paisagens de fundo”.  Admite que é um passo difícil de dar: “É um pouco assustador deixar tudo, mas Tu (Jesus) és quem me faz mais feliz”.

Um enfermeiro para Deus

Uma vez que tudo ficou mais claro, foi vendo outras pistas que Deus lhe ia deixando. Ele vê isso, por exemplo, na sua vocação profissional. Apesar de querer dedicar-se à música no início, atraí-o mais outra coisa. Eu rezava: “Do que é que eu gosto? Onde me via?” Eu gosto de ajudar os outros, de trabalhar com as pessoas. Pensei que a enfermagem dava no vinte”.

“Deus vai-te guiando sem te dares conta”

Terminou o curso e trabalhou como enfermeiro, mas sentiu que tudo o que lhe tinha acontecido tinha sentido. “Deus vai-te guiando sem te dares conta . Álvaro prepara-se, com estudo e oração, para continuar a discernir e a aprofundar o chamamento que sentiu de Deus e ao qual disse “sim”.


Esta história apareceu originalmente em  COPE

O autor, Javier González, é um jornalista com uma paixão especial por contar histórias da vida real, é responsável pelo Canal Religião COPE, tem 26 anos e pertence ao Ramo dos Homens em Espanha.

Publicado com autorização do autor

Original: espanhol (11/10/2019). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

 

Etiquetas: , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *