P. Antonio Cosp

Colocado em 2022-03-10 In Memória do P. Antonio Cosp, Schoenstatteanos, Vida em Aliança

Pe. António Cosp: “Quantas bênçãos nos presenteia o nosso querido Schoenstatt!”

María Fischer •

Até ao final de Setembro de 2021, recebia um e-mail do Pe. Antonio Cosp todas as segundas-feiras em resposta ao boletim semanal com os artigos publicados durante a semana em schoenstatt.org. É um prazer receber a vossa informação… Quantas bênçãos nos presenteia o nosso amado Schoenstatt! Bênçãos, Padre António. Ou “Olá Maria e Monina, que bom trabalho este último envio. A informação é tão atraente que levei muito tempo a lê-la. Muito obrigado pela vossa dedicação! Bênçãos, Padre António.

P. Antonio con participantes del taller 2016

Pe. António com participantes no Workshop de comunicação de 2016

O muito que a MTA está a fazer e continua a fazer

Uma vez, ao reparar num número reduzido de artigos, perguntou: “E…porquê tão curto?”, e ofereceu: “Ponham-me na lista dos revisores…Especialmente se for um evento no Paraguai. Posso ver de perto os muitos eventos… Naturalmente sem exagerar, o muito que a MTA está a fazer e continua a fazer”.

“Terão visto a riqueza da vida que os colaboradores de schoenstatt.org recolhem semana após semana”, escreveu ele em 2016. “Essa vida incrível seria escondida para muitos se não tivéssemos esta página que se descreve orgulhosamente como “MTA reloaded”. Aí podemos descobrir o estilo de comunicação do Padre Kentenich”.

Não posso pensar em schoenstatt.org sem o Pe. Antonio Cosp. Sem o seu apoio, a sua bênção, o seu “marketing”, sem os seus desafiadores pedidos para fazer workshops à distância sobre comunicação ao estilo da revista MTA e mais tarde workshops internacionais em Tupãrenda e palestras… Mas mais do que apaixonado, solidário, protector, encorajador, abençoador, o Pe. Antonio foi alguém que compreendeu, realmente compreendeu a missão de schoenstatt. org, o valor da comunicação e o papel fundamental da revista MTA para a época da fundação e refundação de Schoenstatt. “Tudo começa, em primeiro lugar, pela capacidade de acender o fogo inicial para toda a transmissão posterior; em segundo lugar, que este fogo está ao serviço desinteressado da vida dos outros; em terceiro lugar, para contar histórias e não sermões ou contribuições racionais não vitais; em quarto lugar, a vida que despertou a Artusrunde (a Távola Redonda do Rei Artur) é o caminho para alcançar acordos vitais.

A revista “Tupãrenda”

P. Antonio Cosp

Pe. Antonio Cosp, 15/9/2018

O meu primeiro encontro com o Pe. Antonio (excepto um em Münster quando ele ainda era seminarista e eu tinha 7 anos de idade e me apaixonei por estes latino-americanos e pelas suas canções para sempre e durante meses cantei “Gloria cantem toooodos”) teve lugar no Monte Sion em Schoenstatt, numa reunião dos directores do Movimento dos maiores países, creio que foi em 1999. O que é agora schoenstatt.org tinha um ano, e o Pe. Beller, então director do Movimento Alemão e iniciador deste site “que quer ser a nova revista MTA”, insistiu em apresentar não só o site, mas também a mim (morta de vergonha). Ao apresentar o que neste momento era mais desejo do que realidade, o Pe. Antonio, com um grande sorriso, disse: “Excelente… excelente”. Nesse preciso momento, ele sacudiu-me da minha insegurança diante dos “grandes” de Schoenstatt e fez-me compreender que estávamos diante de algo grande…digno de se dar tudo por isso. Ele orgulhosamente deu-me algumas edições da revista Tupãrenda e prometeu-me: “Vou fazer-lhe chegar tudo o que se possa publicar a partir da Nação de Deus, coração da América. Sempre”.

“O fenómeno de Tupãrenda”

Assim o fez. Cumpriu durante mais de 20 anos. Tornou-se correspondente de schoenstatt. org, enviou relatórios sobre fundações e projectos no Paraguai, e cada 18 de Outubro, chegava uma nota intitulada “O fenómeno de Tupãrenda”, que falava do fenómeno dos milhares e milhares de peregrinos que chegavam ao Santuário, o fenómeno do Santuário, o fenómeno de uma igreja construída durante anos… e eu compreendi que, por detrás de tudo isto, havia outro fenómeno, o fenómeno de um fundador, um pai, um visionário, um organizador com um coração tão grande como os enormes terrenos de Tupãrenda.

O Senhor sobre ti levante o seu rosto e te dê a paz”

Ele mandou-me dar duas séries de workshops à distância sobre comunicação Kentenich para comunicadores de Schoenstatt no seu Paraguai, antes dos dias do Zoom ou do Encontro Google. Ele fez um grande “marketing” para schoenstatt.org, abriu portas, falou sobre a procura de sinergias, mostrou novos horizontes quando nos perdíamos nas tarefas diárias de procurar tradutores, autores, revisores e dinheiro para manter esta aventura comunicativa…sempre com uma “Bênçãos, PA” no final dos seus e-mails ou WhatsApp, ou quando notava alguma preocupação mais séria, quando se tratava de dar passos para novas terras, com a bênção de Aarão:

“O Senhor te abençoe e te guarde.
O Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre ti,
e tenha misericórdia de ti.
O Senhor sobre ti levante o seu rosto e te dê a paz”. (Números 6, 24-26)

O que mais me toca e o que recordo com gratidão destes anos é a preocupação pessoal e paternl que ele tinha por esta pessoa responsável por este projecto, tantas vezes sob fogo. O mais importante foi sempre saber que ele compreendia a missão de schoenstatt.org. Ele conhecia-o e compreendeu-o realmente.

“Olá Maria e Monina! Muito obrigado pela continuidade e riqueza de Schoenstatt ponto org….

Vocês conseguem descobrir a mais rica e profunda das novas riquezas de Schoenstatt.

Que vos abrigue e vos seja dada a gratidão dos leitores. Abraço e bênção, PA”, escreveu-nos ele a 18 de Junho de 2019. Os seus agradecimentos e bênçãos para nós tornam-se agora uma missão, e agradecimentos a ele.

P. Antonio Cosp

Workshop 2016

Não acha que mereço a sua visita ao Paraguai enquanto ainda sou Director do Movimento?

“Não acha que mereço a sua visita ao Paraguai enquanto ainda sou director do Movimento?”, perguntou-me ele no final de 2014. “Sim, Padre António, o senhor merece”, respondi, e em Março de 2015 ele esperava-me de braços abertos em Tupãrenda. Na sua Tupãrenda. Ele queria que eu experimentasse, conhecesse e compreendesse Schoenstatt Paraguai e especialmente Tupãrenda. “Nunca se esqueça de Tupãrenda”, pediu-me ele, como o fez várias vezes depois.

Um ano mais tarde, em 2016, regressei a Tupãrenda para dar um workshop internacional sobre comunicação Kentenich. O Pe. Antonio organizou-o e participou desde o primeiro ao último minuto.

Encontrámo-nos pela última vez em Setembro de 2018. As reuniões muito ansiadas que se seguiriam foram arruinadas pelo coronavírus.O Pe. António, tencionava saudá-lo novamente em Abril em Tupãrenda. Nunca esquecerei Tupãrenda, prometo-vos, pois nestes minutos começa a Missa de Corpo Presente na vossa igreja da Santíssima Trindade em Tupãrenda. Nunca esquecerei o meu pai António. Continuo. Conto com a sua bênção.

A sua visão de SCHOENSTATT PONTO ORG
“A contribuição de schoenstatt.org é – como no tempo do Papa João XXIII – abrir as janelas para que o ar deste tempo possa entrar, a “vox temporis” (voz do tempo), para que Schoenstatt possa pôr em prática o que o Pe. Kentenich sempre quis: interpretar a “vox Dei” (voz de Deus).

A luta pelo website internacional é a luta pela vida mais ampla de Schoenstatt.

Pe. Antonio Cosp, 2008

Video: Nelly Ramírez

Original: espanhol (9/3/2022). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , , , , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.