Colocado em 6. Abril 2019 In Vida em Aliança

Desenvolverem-se como profissionais e filhos de Deus

COSTA RICA, Xaviera Tapia e Alejandro Robles Field •

Na terça-feira, 5 de março, foi celebrada uma missa especial no santuário da Costa Rica. Vieram os estudantes do INCAE (Instituto Centro-americano de Administração de Empresas) em Alajuela, que estão prestes a formar-se. Só lhes falta fazer um trabalho de consultoria. Estiveram presentes estudantes de vários países: Costa Rica, Guatemala, Peru, Brasil …—

Alejandro Robles Field, formado com honra em Administração de Empresas do INCAE, no seu tempo de estudante fundou um grupo para rezar o terço. Mais de 30 pessoas, na sua maioria provenientes de países latino-americanos, alguns casados e outros solteiros, que viveram durante dois anos no campus, rezavam todas as semanas à quarta-feira o terço com a imagem da MTA. A assistência foi cada vez maior.

Nos dias que antecederam a Quaresma, vários estudantes reuniram-se no Santuário “Família de Esperança”.

Como aconteceu?

A atividade foi realizada por casualidade. Depois de uma longa semana, o meu amigo Juan pediu-me que fossemos visitar a Mater. Chegámos mesmo a tempo para a missa e depois ficámos para que Juan tirasse fotografias do santuário.

O Padre José Luis veio ter connosco para nos dar as boas-vindas e depois de alguns segundos reconheceu-me. Eu era uma rapariga que conheceu há anos e que, segundo ele, continuava no Incatraz, o canal de comunicação do INCAE. Dissemos-lhe que estávamos a poucas semanas de deixar o campus para a nossa última fase do curso e foi quando nos ofereceu uma missa de envio para todo o grupo.

As semanas anteriores à missa foram muito caóticas, entre conferências, ateliers e entrevistas, eu tinha medo de não conseguir preparar bem a Missa, mas quando as coisas são de Deus, Ele encarrega-se de dar espaço e forças. Tudo foi organizado facilmente e, no final, na terça-feira, dia 5, éramos treze estudantes de todos os programas a participar na celebração no santuário.

 

P. José Luis Correa, Alejandra

Cultivando a fé

Fazer um MBA não é fácil, mas como católicos nunca nos podemos esquecer do nosso propósito. O nosso grupo, com cerca de 40 estudantes, que rezou o terço, conseguiu não só desenvolver-se como profissionais, mas como filhos de Deus que querem fazer o bem em qualquer instituição que estejam. Ao longo do curso, muitos de nós encontrámos na oração uma força que nos ajuda a avançar.

Gostaria de agradecer especialmente ao padre José Luis por nos ter ajudado, da melhor maneira possível, neste último objetivo que é o MBA.

Original: espanhol,10.03.2019. Tradução: Maria de Lurdes Dias, Lisboa, Portugal

 

Etiquetas: , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *