Colocado em 12. Maio 2018 In Vida em Aliança

A Mãe Peregrina no Rosário na Costa da Grã-Bretanha

GALES, Anna Latham •

Às 15h do domingo 29 de abril de 2018, milhares de católicos reuniram-se para cercar a costa das Ilhas Britânicas e rezar pela fé, pela vida e pela paz nas nossas nações. A Campanha, conhecida como o “Rosário na Costa”, foi iniciada por um grupo de leigos católicos que se sentiram inspirados a seguir o exemplo dos polacos e irlandeses que recentemente se sentiram chamados a reunir-se junto à costa ou das fronteiras das suas nações para rezar por uma renovação de fé e respeito pela vida humana através da poderosa intercessão de Nossa Senhora do Rosário.

Um mapa interativo no site do “Rosário na Costa” mostrava todos os locais onde as pessoas decidiram reunir-se para orar, e mais de 400 locais foram registrados.

Coordenação da oração em S. David

Menos de uma semana antes do evento, eu estava planeando juntar-me a um grupo na cidade costeira de Tenby, perto de onde eu moro, mas havia um apelo dos organizadores do Rosário na Costa para alguém coordenar um grupo em St David’s, devido ao significado da cidade, por ser o berço histórico de São David, padroeiro de Gales. Respondi sugerindo às Irmãs da Misericórdia, que administram o Centro de Retiros St. Non, mas sentiram que, em tão pouco tempo, eu deveria assumir a responsabilidade de coordenar o evento lá com elas, e assim fui a São David e não para Tenby como originalmente planeado.

15 anos depois no mesmo lugar

Imediatamente pensei: “Posso levar a Mãe Peregrina de Schoenstatt que recebi do Santuário dos Fundadores de Schoenstatt, nos Estados Unidos, que a irmã Jessica me enviara há muitos anos”. Então veio-me à mente como eu tinha recebido a primeira imagem Peregrina de Schoenstatt. Imagem que recebi do Santuário de Mar Del Plata, na Argentina, para São David (comigo apenas durante alguns anos e há muito tempo na Argentina), e foi publicado um artigo no site de Schoenstatt sobre isso! Quando pesquisei, percebi que a data era 29 de abril de 2003, o que significa ter sido há exatamente 15 anos.

 “Na segunda-feira da semana Santa, Anna e Chris Latham, primeiros missionários da Campanha no País de Gales, receberam a Mãe Peregrina do Santuário Mar Del Plata, na Argentina, abençoada pelo Padre Mario Guillermo Cassone, de Schoenstatt, no Santuário junto à casa de Jorge e Maria Tiscornia, pais de Geraldine Tiscornia Kunc, que levou a primeira Mãe Peregrina a Purley, perto de Londres, e fundou a Campanha na Inglaterra.”

A primeira inspiração que tive foi levar a minha Mãe Peregrina conosco na nossa visita a São David, no extremo oeste do País de Gales, a uma hora de carro da nossa casa, um lugar onde São David e sua mãe, Santa Non, foram (e ainda são) venerados por gerações. É um lugar onde as primeiras tradições cristãs no País de Gales podem ser rastreadas. No passado, duas peregrinações à Catedral de S. David foram consideradas iguais em mérito a uma visita a Roma! São David é o santo padroeiro do País de Gales, e pensei em como seria apropriado que Nossa Senhora quisesse ir para lá primeiro na sua jornada como Mãe Peregrina para o País de Gales. Também fomos à Capela de Nossa Senhora e a Sta. Non, a meia milha de S. David, num penhasco com uma vista incrível do mar, com vista para a antiga capela de Sta. Non, onde S. David nasceu, e por perto há um poço sagrado, que se diz ter surgido no momento do nascimento de S. David e onde se acredita que as águas tenham propriedades curativas milagrosas. A Capela de Nossa Senhora e de Sta. Non é construída no antigo estilo celta, e o homem que financiou o custo do edifício disse que o fez porque era um “admirador da fé católica e um galês, que desejava fazer a sua parte para trazer de volta as velhas devoções para o povo galês.”

Pela renovação da fé, vida e paz

Para mim, foi um sinal, além da compreensão, Nossa Senhora: “Ela é a grande Missionária, ela fará Milagres.” (São Vicente Pallotti) Que eu deveria voltar a ser chamada para o mesmo lugar quinze anos depois com a intenção de levar a Mãe Peregrina Três Vezes Admirável de Schoenstatt comigo, e fazer parte de uma campanha nacional para rezar o rosário ao mesmo tempo que milhares de outras pessoas localizadas por toda a costa das Ilhas Britânicas, para a renovação da fé, pela vida, e pela paz, supera todas as maravilhas!

Também ao mesmo tempo que Mary Cole, que voltou recentemente de Schoenstatt, onde participou na conferência Europeia da Mãe Peregrina, é inspirada para promover a Campanha da Mãe Peregrina de Schoenstatt aqui no Reino Unido.

Original: Inglês, 04. MAIO 2018. Tradução: José Carlos A. Cravo, Lisboa, Portugal

 

Etiquetas: , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *