Colocado em 2016-03-06 In Vida em Aliança

O que se passa na Nigéria?

NIGÉRIA, Pe. Javier Arteaga e María Fischer •

Há pouco tempo o Pe. Javier Arteaga e o Pe. Pablo Pol (Região do Pai) visitaram os Padres de Schoenstatt na Nigéria. Ao voltar da Argentina, o Pe. Javier pediu a Mercedes MacDonough cem imagens da MTA para peregrinarem com os textos, no verso, em inglês…

Recordamos uma história real publicada em dezembro de 2001 em Schoenstatt.org:

“A Nigéria é um dos países “jovens” da Campanha: começou em 1999 quando o Pe. Pablo Pol da Argentina – naquele tempo ainda era seminarista – levou uma imagem da Mãe Peregrina do Santuário Original na Alemanha. No dia 1 de outubro, um dos noviços da comunidade dos Padres de Schoenstatt da Nigéria, manifestou a sua disponibilidade para começar com a Campanha. “Muitas vezes se diz que a caridade começa em casa”, comentou este noviço. “assim no dia 3 de outubro esta imagem começou aqui a percorrer os quartos de todos os irmãos que mostraram interesse. O apoio e o ânimo dos meus irmãos fizeram-me pensar que este seria um dia recordado para sempre na história de Schoenstatt, na Nigéria. No dia 7 de novembro a Mãe Peregrina terminou o seu percurso no quarto do Pe. Fred Kistler. Nesse mesmo dia quatro noviços consagraram-se como missionários. Com as duas primeiras imagens – a do Pe. Pablo e uma do Pe. Román, da Polónia – enviadas a duas famílias em Ibadan, começou a Campanha na Nigéria. As famílias, ao receberem a imagem, estavam tão felizes que imediatamente pediram que ficasse por mais três dias. Uma das famílias, quando retiraram a Mãe Peregrina de sua casa, quis que a imagem fosse entronizada no seu lar. Mais, a mãe exclamou: é como se me tivessem trazido toda a Igreja para a nossa casa, onde a Virgem Santíssima é como uma mãe que conduz os seus filhos a essa Igreja,

Mais famílias se mostraram interessadas, mais noviços quiseram difundir a Campanha da Mãe Peregrina nas suas localidades durante as férias. Foi uma espécie de aventura conseguir as estampas da MTA e foi um verdadeiro acontecimento quando finalmente chegaram cem estampas em novembro de 1999. Pediu-se a um carpinteiro na arte de fazer molduras e a primeira Peregrina “feita na Nigéria” ficou pronta no dia 13 de novembro. Desde então, a Mãe Peregrina não deixou de visitar os seus na Nigéria”.

IMG_20160117_122021283

Vinte Padres de Schoenstatt nigerianos ao serviço da MTA

Hoje são vinte Padres nigerianos; onze deles estão a trabalhar na Nigéria, seis na Alemanha, um em Inglaterra e dois em Itália. Também há quarenta e seis seminaristas e seis noviços que estudam na Nigéria.

Os Padres têm distintas tarefas e estão em vários lugares: quatro desempenham tarefas internas na educação no movimento, nove estudam e/ou trabalham na pastoral na Europa (Alemanha, Roma, Manchester), os outros sete estão em diferentes lugares da Nigéria na sua prática paroquial, dois já são párocos, alguns, por sua vez, realizam cursos de pós-graduação.

No movimento da Nigéria está tudo por fazer, é uma fundação recente.

“Para a educação dos Padres e para expandir Schoenstatt recebemos todo o tipo de apoio”, explica o Pe. Javier Arteaga. Apoio em forma de cem estampas para peregrinas, em forma de oração, em forma de intenções de Missas ou doações.,.

IMG_20160117_122414326

Batismo

Raízes

Os primeiros interessados na comunidade dos Padres de Schoenstatt, os primeiros contactos, remontam aos anos de 1992-1993. Os primeiros grupos de candidatos nesses anos estudaram filosofia com os claretianos em Nekede, Owerri.
Em setembro de 1997 chegaram os pioneiros: o Pe Alfred Kistler (Suíça) e o Pe. Klaus Desch (Alemanha); um ano depois, o Pe. Román Haronska (Polónia). Os primeiros anos radicaram-se no este da Nigéria: os estudantes de filosofia em Nekede, Owerri (até 2000) e pouco depois o noviciado em Umuahia (até 2004). O Pe. Kistler foi o superior e reitor dos estudantes, o Pe. Klaus professor de noviços do primeiro curso e o Pe. Román dos quatro seguintes até 2008. Em 1999 a comunidade mudou-se para Ibadan, para o oeste do país, onde hoje tem o seu centro: noviciado, seminário, casa dos Padres e Santuário.

Em 2004 abençoou-se o “Santuário de la Victoria”. Em 2005 foi ordenado o primeiro Padre de Schoenstatt da Nigéria, Pe. Peter Chukwuma. Em 2006 a Região do Pai (Argentina, Paraguai, Itália) aceitou o pedido de assumir a responsabilidade pela comunidade na Nigéria, um processo que levou à plena integração e união com a Região do Pai em 2011.


Os Padres de Schoenstatt na Nigéria aceitam Intenções para as Missas e celebrarão uma Santa Missa especificamente pelas pessoas, pelas suas necessidades ou dos seus entes queridos. E claro fá-lo-ão com um grande compromisso.
Para donativos nas Missas para a Nigéria:
Schoenstatt-Patres International
IBAN: DE87400602650003161601
BIC: GENODEM1DKM
Referência: Nigéria ou Estipêndio na Missa para a Nigéria (anote os nomes ou as intenções)
Ou comunique a sua Intenção para a Missa a [email protected], mencionando que é para a Nigéria.

Ou use o link geral para donativos online (PayPal), agregando o seu desejo de oferecer este donativo para a Nigéria

 

Com material de www.schoenstatt-fathers.org

Original. espanhol. Tradução: Maria de Lurdes Dias, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , , , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *