Colocado em 2015-12-21 In Vida em Aliança

Pai, vamos contigo! Peregrinação ao Primeiro Santuário Filial, em Nueva Helvecia, Uruguai

ARGENTINA/URUGUAI, por Ernestina Strata •

No sábado, 28 de novembro, um grupo de quarenta entusiastas peregrinos partiu de Buenos Aires até ao primeiro Santuário Filial de Schoenstatt, em Nueva Helvecia, ao encontro das pegadas e da pessoa do Pai e Fundador. Vinham de diferentes lugares da Argentina: Tucumán, Tandil (Bs.As.), San Pedro (Bs.As.), Córdoba, Mendoza, Corrientes, Gran Buenos Aires e Ciudad de Buenos Aires. Em Nueva Helvecia uniu-se uma família de Benito Juárez (Pcia. de Buenos Aires), uma senhora de Montevideo e outra que vive em Punta del Este. Acompanhou a peregrinação a Ir. Clara María, que organizou a viagem em conjunto com uma equipa do Secretariado do Pai. Um dia radiante acompanhou-os em todo o momento. Ao chegar a Colonia del Sacramento (República Oriental do Uruguai) apanharam um autocarro até Nueva Helvecia. Durante a viagem (de uma hora), contemplando a serenidade da paisagem, os peregrinos foram-se conhecendo entre si e partilhando como imaginavam este encontro com o Padre José Kentenich.

O intercâmbio fraterno e os cânticos foram interrompidos ao avistarem uma ermida da Mater muito bonita e  cuidada, que anunciava a proximidade do primeiro Santuário Filial.

IMG_1495

Um Santuário que é único no mundo

Depois de um bom almoço e de um breve descanso os peregrinos partiram para lá. Ao chegar, foram recebidos pelo alegre som das badaladas, junto com o calor e a alegria das Irmãs María Laura, Marinés e M. Beatriz. Naturalmente, cada peregrino teve um momento de oração neste Santuário tão singular, experimentando a graça do acolhimento que a Mater sempre oferece na sua casa. Nesta atmosfera, cada um foi-se encontrando com o Pai e apresentou todas as pessoas que levava consigo, bem como as preocupações e os anseios.

Pegadas do Pai

Posteriormente, com a orientação da Irmã Marinés, percorreram as pegadas do Pai. O percurso começou pelo Colegio Mater Ter Admirabilis, que se encontra ao lado do Santuário. Foi um caminho de oração – repousante e expectante ao mesmo tempo – o que a Irmã ajudou a percorrer, oferecendo numerosas datas da historia, anedotas e pormenores. Ali tudo anunciava, recordava e atualizava a passagem, a presença e a proximidade do Pai e Fundador, que cada peregrino viveu como um presente único e singular.

Depois de um lanche partilhado no jardim, todos regressaram ao Santuário. Ali escutaram excertos de uma conferência da Ir.M. Úrsula, onde contava como tinha acontecido a primeira aliança filial. A seguir, alguns peregrinos selaram e outros renovaram a sua aliança filial. Assumindo conscientemente a herança do Pai e Fundador, procurando ser filhos confiantes, solidários e missionários. Também ouviram a história da ermida recentemente abençoada em Punta del Este. A MTA vale-se dos instrumentos más incríveis para levar adiante o seu trabalho de evangelização.

IMG_1496

Um momento para experimentar a Igreja universal

Finalmente, com muita alegria, a peregrinação participou na Santa Missa na paróquia de Nueva Helvecia.

No dia seguinte, de novo, o presente de um dia luminoso. No Colegio viram uma projeção sobre a história de Schoenstatt nessas terras e depois foram para a paróquia. Ali a Eucaristia foi presidida, providencialmente, pelo Bispo de Lodi –Itália – que se encontrava visitando o pároco do lugar, também italiano. Ambos, junto com outros sacerdotes, foram ao Santuário, para saudar e rezar à Mater.

Encontro com o Padre Kentenich

Uma vez de regresso ao Santuário encontraram-se novamente com o Padre José Kentenich para lhe expressarem o que cada um sentia  – na intimidade de cada coração e deixando por escrito num pequeno coração de papel – pela sua entrega paternal e pela sua renuncia total por cada um dos seus filhos. Cantando depositaram esses pequenos corações na talha destinada às contribuições ao capital de graças, e cada um recebeu uma vela acesa, sinal da presença do Pai nos seus filhos.

Antes de apanharem o autocarro, deram um passeio pela histórica cidade de Colonia, desfrutando de una tarde primaveril. Não faltaram os jogos e as mímicas junto ao Rio de la Plata, na bonita costa de Colonia.

E assim começou o regresso, alegres pelo encontro e com a certeza de que a Mãe e Rainha continuará a conduzir os seus filhos para uma relação profunda e pessoal com o Pai e Fundador e, através dele, com Deus Pai.

IMG_2980

Original: espanhol. Tradução: Maria de Lurdes Dias, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *