Madrugadores

Colocado em 2022-06-13 In Madrugadores

Os Madrugadores são missionários; Igreja em saída

COSTA RICA, entrevista a Carlos Alfaro •

Enquanto nesta segunda-feira de Pentecostes, um feriado na Alemanha, Hugo García e eu conversamos, com um café duplo, depois de um delicioso almoço no restaurante “Bei Pino” em Höhr-Grenzhausen, sobre a missão dos Homens que é tão boa para Schoenstatt e para a Igreja, são 6h30 na Costa Rica, um dia de trabalho e Hugo diz: “Vamos telefonar a Carlos Alfaro, hoje ele levou o dia inteiro a viajar para uma nova Diocese…” —

Guanacaste

Apega71, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

Uma nova Diocese. É verdade, a Diocese da Libéria-Tilarán, uma das maiores da Costa Rica, foi erigida em 1961 e por esta razão é jovem, mas não é nova… É nova para Schoenstatt, pois nesta Diocese do norte do país, onde Carlos Alfaro e o seu companheiro Madrugador foram de madrugada neste domingo de Pentecostes, não há Schoenstatt. Os Madrugadores, esta corrente de vida que nasceu na Costa Rica há 15 anos, oferece algo que falta à Igreja: homens. Homens que encontram o seu próprio espaço onde podem rezar, conversar e socializar de uma forma varonil. Homens que servem as suas paróquias e onde encontram necessidade.

Também telefonámos a Octavio Galarce, fundador dos Madrugadores no Chile, e estamos entre três nações ardendo pela missão e com grande emoção, presentes na fundação de novas comunidades de Madrugadores…

Primeiro contactamos os párocos”, diz Carlos Alfaro. Quando se abrem, visitamo-los para que possam ser os protagonistas da fundação… Concordámos em manter-nos em contacto e assim as fotos estão a chegar, os testemunhos deste dia depois de Pentecostes destas visitas aos párocos no norte da Costa Rica.

Visitas frutuosas

As primeiras fotografias são da visita a Santa Cruz de Guanacaste (foto acima). O padre Rodolfo Araya diz-nos que irá formar imediatamente um grupo para começar.

Depois a missão continua com a visita a Caimital de Nicoya. O Padre Juan Carlos Galindo prometeu rever o material e foi muito positivo em relação aos Madrugadores.

Carlos continua: “Também visitámos o Padre Marco Morales de Sardinal, que nos disse que mais tarde falaremos mais sobre Madrugadores. Em suma, a nossa missão nesta Diocese da Libéria-Tilaran, uma das maiores da Costa Rica, foi muito bem sucedida. Um longo caminho a percorrer…” 

Como foi esta missão, Carlos?

“A nossa missão de ontem, não tenho dúvidas, dará muitos frutos em breve. A nossa amada Mãe guia-nos sempre e envia-nos para onde existe a maior necessidade do nosso Pai. Ela vive em nós.

E continua: “Este ano celebramos o nosso 15º aniversário de Madrugadores na Costa Rica. O crescimento tem sido enorme. Nos primeiros 5 anos, havia 3 comunidades. Nos 5 anos seguintes, nasceram 10 comunidades. No nosso 15º aniversário, esperamos ter 30 comunidades, ou seja, mais 17 nos últimos 5 anos…”. Um total de 328 homens nestas comunidades….

Nasce o Ramo dos Homens

Um dos frutos desta missão é o nascimento do Ramo dos Homens na Costa Rica. O Ramo, como todos os sete grupos que há no país, nasceu dos Madrugadores. Há três grupos em San José, três em Cartago e Turrialba e um grupo na zona oriental, um total de 45 homens. Vários estão a preparar-se para a Aliança de Amor.

Derek Monturiol, coordenador de um grupo de homens em San José, comenta: “Este grupo é composto por seis homens de negócios. Analisamos temas e pedagogia de Schoenstatt e discutimos e partilhamos vida, dificuldades, e aprendizagens. Começámos em Setembro de 2020. Estamos a olhar para o Ideal Pessoal. Mas não temos uma ordem específica. É como um “círculo de confiança” de homens que conversam com o apoio da pedagogia do Padre Kentenich e com a Mãe de Deus como educadora. Se Deus quiser, no próximo ano estaremos na Aliança de Amor”.

“Os Madrugadores são missionários, Igreja em saída”, diz Carlos Alfaro. E já agora, parece que dão a mão à fundação de Madrugadores na Nicarágua, El Salvador… Em saída.

Visita a Caimital de Nicoya

Visita a Caimital de Nicoya

Original: espanhol (12/6/2022). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , , , , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.