Reinisch

Colocado em 3. Julho 2019 In Projetos

“Como cristão e austríaco, nunca poderei jurar lealdade a um homem como Hitler.”

ALEMANHA, Assessoria de Imprensa da Diocese de Erfurt •

“Como cristão e austríaco, nunca poderei jurar lealdade a um homem como Hitler.” Franz Reinisch permaneceu fiel a essa convicção, mas pagou com sua vida. A decisão de consciência e sua trajetoria como sacerdote, falecido em 1942 aos 39 anos sob a guilhotina, foi o ponto central de um musical realizado no domingo, 16 de junho às 17h, no Centro de Congressos de Erfurt. : “Perigoso. Franz Reinisch. Musical sobre um homem  integro”. Erfurt é a sétima e última temporada de uma turnê que o grupo musical e companhia de teatro realiza na Áustria e na Alemanha. O Comissário do Governo Federal para os novos Estados Federados, o Secretário de Estado Christian Hirte, assumiu o patrocínio da representação de Erfurt.  —

O musical deve sua existência à iniciativa do Movimento de Schoenstatt , um movimento eclesial que surgiu da Ordem dos Palotinos no século XX. Franz Reinisch, nascido em Feldkirch na Áustria, pertencia a essa ordem. A partir de 1938 foi encarregado da pastoral masculina do Movimento de Schoenstatt na Alemanha. O talentoso pregador convenceu especialmente aos jovens. Mas, como em suas palestras não escondia a incompatibilidade entre a fé cristã e a ideologia nacional-socialista, ele rapidamente atraiu a atenção da Gestapo e em 1940 foi proibido de pregar e dar palestras.

É o tema que apresenta este musical, cuja história começa na Páscoa de 1946: quatro anos antes, Franz Reinisch foi executado em Brandenburg para desmoralizar as Forças Armadas, porque ele se recusou a prestar juramento de lealdade a Adolf Hitler depois ter sido recrutado no Wehrmacht ( exército alemão do período de 1921 a 1945). Um irmão de sua comunidade tentou levar a urna com as cinzas de Reinisch pela fronteira a oeste. Os restos mortais do executado foi enterrado em Vallendar, onde o Movimento de Schoenstatt foi fundado. A apresentação do musical é baseada em fatos históricos.

Durante a viagem de trem, em 1946, esse padre conversou com um jovem e no musical conta a emocionante historia da vida de Franz Reinisch: sua juventude conturbada, a busca de sua vocação, o protesto contra o regime nazista e os seus simpatizantes e, finalmente, o crescente conflito com as autoridades que levou ao assassinato de Franz Reinisch, um homem que permaneceu fiel até o fim com sua consciência e sua fé em Deus.

Também uma mensagem contra o crescente populismo e nacionalismo

O compositor e letrista do musical “Gefährlich” ( perigoso ) é Wilfried Röhrig que já publicou numerosas canções cristãs populares e obras musicais. O que o fascina em Franz Reinisch é que ele não era um “gênio piedoso” ou um “super santo”, mas “uma pessoa como eu e você, com objetivos e expectativas, mas também com fraquezas e limites”. Para Röhrig, não é uma história de tempos passados. “Quanto mais eu entrava na história de sua vida, mais eu percebia que ele tem muito a ver comigo, conosco, com a nossa vida e com o mundo hoje.”

Röhrig pensa em temas como “andar com retidão”, como tratar as convicções e as consequências que fluem a partir delas ou o que a fé tem a ver com a política e desenvolvimento social. Temas muito sérios que devem caber no mundo colorido de um musical com refrão, solos e interlúdios de dança. Para Wilfried Röhrig isso não é um problema: também no musical “toda a vida deve subir ao palco”, diz o compositor.

Mesmo os tempos sombrios da história, como o Terceiro Reich, tem ali seu lugar. “Não é apenas sobre a apresentação de fatos cientificamente mas eles estão relacionados ao nosso mundo, nosso tempo e os seus desafios, através do canto, da música e da dança”, diz Röhrig, que pensa o crescente populismo e nacionalismo atual.

Portanto, para os organizadores, este musical combina um alto nível de qualidade e entretenimento.

Original: Alemão 10 de Junho 2019. Tradução: Glaucia Ramirez, Ciudad del Este, Paraguai/mr

Etiquetas: , , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *