Colocado em 11. Março 2019 In Missões

“Não somente SER mas PARECER Schoenstattiano”

ARGENTINA, P. Esteban Casquero •

Entre os dias 29 de janeiro e 8 de fevereiro, realizou-se em Huanguelén, pequena cidade no centro da Província de Buenos Aires, Argentina, a missão Kairós Patris, formada por jovens universitários membros de Schoenstatt da Arquidiocese de Bahía Blanca, na sua maioria meninos de Coronel Suárez e Coronel Dorrego, com alguns da cidade de Bahía Blanca.—

As missões Kairós vêm se desenvolvendo há cerca de três anos, iniciadas pela cidade de Aparicio (Buenos Aires); depois Saldungaray (Comarca Serrana, Buenos Aires) e ultimamente em Huanguelén.

Essas missões surgiram com um grupo muito pequeno de jovens estudantes universitários schoenstattianos de Bahía Blanca, que foram convocados pelo Pe. Esteban Casquero, dando resposta ao pedido do Papa Francisco a uma Igreja em saída e, portanto, também a um Schoenstatt em saída. Eles começaram na Catedral de Bahía Blanca, onde os encontros da JF e JM de Schoenstatt costumam acontecer e o sonho de levar o amor da Mãe às pessoas da própria diocese começou, já que “a caridade começa em casa”. . Lentamente, estava tomando forma e os jovens aderiram à proposta. Hoje a Missão Kairós é composta por cerca de 45 jovens que têm muito zelo missionário. Eles estão sendo formados em nossa espiritualidade e não são apenas schoenstattianos, mas tratam de parecer Schoenstattianos, isto é … marianos em seu modo de falar, vestir-se, tratar uns aos outros e de missionar.

O nome Kairos Patris (Tempo Forte de Deus Pai) surge do desejo de compartilhar o amor de Deus Pai para que os irmãos sintam profundamente “filhos amados por Deus” e convocados à Eucaristia, Pão que dá vida e transforma.

 

Ser missioneiro

A Mãe é a Grande Missionária, sempre saem com ela … ela lidera a Missão. As orações da manhã e da noite são precedidos pela Rainha de seus corações a quem os se consagraram –  ela chamou e ela envia.

É um orgulho, hoje, ao ver tantos jovens que deixam suas férias para passar alguns dias com outros irmãos e compartilhar lá a “experiência de fé”, compartilhar corações e deixar-se missionar por outros. Um quando missiona é missionado também. É a dinâmica de “ser missionário”.

Desta vez em Huanguelén, a primeira vez que se missiona aqui, e por três anos os missionários estarão nessa cidade não só no verão, mas mais 4 vezes por ano para sustentar o trabalho iniciado.

Muitas pessoas da aldeia vieram colaborar com a preparação de almoço e jantar, também trazendo doações de alimentos e guloseimas para as crianças que todas as tardes foram convidados para diversas atividades missionárias desenvolvidos. Havia também atividades para jovens e adultos, é claro.

Deus lhes deu a Graça de poder colher os primeiros frutos na cidade … cinco mulheres e um homem se formaram para receber a Imagem da Mãe Peregrina e missionar-la ali em seu povoado mesmo,  no mês de março começarão os Madrugadores e um grupo de matrimônios de Schoenstatt. Tudo isso é resultado do trabalho desses jovens que se colocaram à disposição da Santíssima Virgem.

 

Original: Espanhol, 17.02.2019. Tradução: João Pozzobon, Santa Maria, Brasil

Etiquetas: , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *