ermita urbana

Colocado em 2022-04-03 In Schoenstatt em saída

As Ermidas urbanas da cidade da Guatemala

GUATEMALA, Cori Verdugo / María Fischer •

Quando fomos buscar o Pe. José Luis e estávamos a conduzir pela cidade, ele viu de repente uma das nossas Ermidas e disse-nos: “Olha, olha! e pediu-nos para abrandarmos para dar uma boa vista de olhos e tirar fotografias… nós queríamos que fosse uma surpresa, mas…” Ermida? “Sim”, explica Cori Verdugo entusiasticamente. “Era isto que quisemos chamar a estas Ermidas na cidade, que não são esquinas para parar e rezar durante muito tempo como se pode fazer no campo ou em grandes parques, mas sim para as pessoas que passam pelas ruas, a pé, de bicicleta ou de carro, sem tempo…e que olham, por um momento, para a Mãe…e que passam pelo Seu olhar materno. —

ermita urbanaÉ uma iniciativa da nascente Família de Schoenstatt da Cidade da Guatemala. Há dois anos, para o mês de Maria, que é celebrado na Guatemala em Maio, encheram a cidade com a imagem da Mãe Três Vezes Admirável de Schoenstatt e uma frase do Pe. Kentenich em ecrãs gigantes – no total, 26 ecrãs na cidade. Na Guatemala”, explicou-me Cori, “o nome da Mãe de Schoenstatt ainda não é conhecido, nem a imagem. Durante um mês inteiro, quiseram mostrar aos seus compatriotas esta “nova” invocação da Mãe do Senhor e da nossa Mãe. Foram inspirados por ecrãs com outras imagens de Maria, de advocações mais populares, e aproveitaram os bons contactos para receber o espaço digital como um presente.

Nossa Senhora de Schoenstatt que sai de uma fábrica de azulejos

Como fazer as imagens em alta resolução e resistentes à luz e à chuva? Uma fábrica de azulejos foi a solução, onde foram produzidos um total de 30 imagens – 29 no tamanho 60 cm x 30 cm e uma maior, em duas peças. “A peça única e a de duas peças foram os modelos. No final decidimo-nos pelo mais pequeno, de uma só peça, que era mais fácil de instalar”. Encontraram uma pessoa que sabia como montar as bases de betão, contactaram o presidente da Câmara da Cidade da Guatemala (“um homem muito mariano”), e procuraram lugares na cidade para instalar as Ermidas.

As duas primeiras – incluindo a que o Pe. José Luis encontrou – já estão em lugares emblemáticos da cidade e com muito trânsito: na Calle de las Américas e no Obelisco.

Em locais onde não possam ser removidas

Os locais onde as Ermidas estarão em Maio foram cuidadosamente escolhidos – locais onde não depende da vontade de ninguém de os remover, ou seja, onde podem ficar para sempre. Algumas das Ermidas são de dupla face, para que possam ser vistos de várias direcções. Todos elas estarão em lugares onde muitas pessoas passam ….

“Claro” que também querem voltar a colocar a imagem de Nossa Senhora de Schoenstatt em ecrãs digitais no mês de Maio.

E quanto à de duas peças?

E quanto à de duas peças, pergunto à Cori. “Ah, essa foi levado pelo Pe. José Luis para a Costa Rica! – Isto é, agora a Guatemala inspira a Costa Rica…Tal como no início de Schoenstatt, quando o Pe. Kentenich intitulou a primeira revista de Schoenstatt, a “MTA”: Inspirações Mútuas….

Cori Verdugo estará no Congresso de Pentecostes. Talvez o programa lhe permita inspirar outros com a iniciativa das Ermidas urbanas … ou já antes, com esta história real na “nova MTA”, como o Pe. Antonio Cosp chamou ao schoenstatt.org.

Em qualquer caso, haverá um ou vários artigos para quando as outras Ermidas urbanas forem colocadas…e quando são os dias 18 e para o envio dos missionários da Campanha da Mãe Peregrina de Schoenstatt, os schoenstatteanos da Cidade da Guatemala estão na igreja dos Agostinianos Recoletos….

ermita urbana

Original: espanhol (2/4/2022). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.