Colocado em 9. Julho 2018 In Dilexit ecclesiam

Paraguai em festa pela beatificação da Chiquitunga

PARAGUAI, BEATIFICAÇÃO DE CHIQUITUNGA, Mariana Frutos, Ramo das Mães•                                                                                                                                  

Muito em breve, o Paraguai terá a sua primeira Beata, a carmelita Venerável Serva de Deus, Maria Felicia de Jesus Sacramentado, conhecida também como Chiquitunga. Que fazemos? Como nos tornamos parte desta celebração? Como não estarmos neste evento histórico? Como não formar parte deste presente do Céu? Como deixar passar a oportunidade de celebrar a santidade? —

 

Estas perguntas motivaram-nos e levaram-nos a pensar na forma em como poderíamos, como Família de Schoenstatt, juntarmo-nos e participarmos, activamente, nesta festa que, já podíamos sentir que era de todos os paraguaios.

Pensámos que seria lindo partilharmos, todos juntos, essa tarde, contagiarmo-nos uns aos outros com esta emoção de termos uma Beata paraguaia.

Os nossos planos empalidecem-se perante os planos de Deus

Para levarmos a cabo este desideratum, decidimos pôr à disposição da Família de Schoenstatt, autocarros que nos transportassem, de maneira mais cómoda e segura e, deste modo, podermos, logo a partir dos primeiros instantes, entrar num ambiente de festa.

A nossa dimensão humana fez-nos pensar que precisaríamos de um ou dois autocarros no máximo e, com esta suposição pusemos mãos à obra. O Ramo das Mães e a Juventude Feminina Universitária, em nome do Conselho Arquidiocesano da Família, fizeram as correspondentes gestões.

Grande foi a nossa surpresa quando, ao fim de pouco tempo de termos enviado os convites, os autocarros foram-se enchendo. Rapidamente, eram quatro, cinco, a seguir seis, para acabarmos com 7 autocarros e mas de 300 pessoas inscritas! Estava a ser gerada uma verdadeira caravana, carregada de pessoas de todas as idades, de vários Ramos, de vários pontos do país. Inclusivamente, algumas Mães chegadas da Argentina para a Ordenação de Pablito Martínez, aproveitaram a oportunidade e acompanharam-nos.

Uma alegria partilhada

Lá fomos, carregados de balões, bandeirinhas, alegria, expectativas e, sobretudo, de um anseio muito grande de vivermos, à flor da pele, esta sensação de que o Céu toca a terra e unge uma mulher simples e muito humana para a subir aos altares, pelo seu incomensurável amor a Jesus Sacramentado.

Felizes e animados por este espirito, encontrámos mais membros da Família de Schoenstatt nas imediações do Estádio onde seria celebrada a Missa e, com o ímpeto que é próprio do nosso Movimento, fizemos tudo o que pudemos, na nossa parte do “nada sem nós”, para que em breve se torne evidente o “nada sem Ti” e, assim finalmente, podermos partilhar juntamente com outras milhares de almas, uma lindíssima tarde, em que até o clima se prestou para continuar a comover-nos com testemunhos e imagens da vida da nossa querida Chiquitunga.

Saímos dali incendiados pelo exemplo da Beata Maria Felicia, que nos convida a vivermos os nossos dias com a sua fórmula infalível que, a levou até ao próprio Céu “T2OS: Tudo Te ofereço, Senhor”.

Beata Maria Felicia, roga por nós!

Original: espanhol (2/7/2018). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *