Misioneras de la Caridad

Colocado em 2021-06-28 In Campanha, Igreja - Francisco - movimentos

Missionárias da Caridade no Santuário da Costa Rica

COSTA RICA, Eugenia Cruz •

Na quinta-feira, 24 de Junho de 2021, a Mãe surpreende-nos novamente com o seu amor. É sempre uma grande alegria receber todos os seus filhos peregrinos no Santuário da Família de Esperanza; especialmente num dia eucarístico e sacerdotal como é a quinta-feira. O dia esteve cheio de alegria com a visita de um grupo de Irmãs Missionárias da Caridade. —

Como é que elas chegaram ao Santuário?

É uma história e tanto…uma história verdadeira.

William Chacón dirige a Casa Matias Family – um projecto para dar um lar e um futuro à juventude de rua – também selou a sua Aliança de Amor e é missionário da Campanha da Mãe Peregrina do Consolo de Schoenstatt (é o primeiro missionário da Mãe Peregrina do Consolo). Na quarta-feira, 23 de Junho, levou a Peregrina de Schoenstatt às Irmãs da Caridade em Coronado, onde gerem um Lar para Idosos, para as consolar na despedida da Irmã Roselle, que parte para a Guatemala após 11 anos na Costa Rica.

William e eu somos voluntários, há muitos anos, nas Irmãs da Caridade e ele conhece Schoenstatt através da nossa amizade. De repente, telefona-me e diz-me que as Irmãs querem visitar o Santuário para se despedirem da Irmã Roselle.

Como um sopro do Espírito Santo pensei, seria possível que a Irmã Roselle levasse uma Imagem da Mãe em peregrinação para a Guatemala?

O amor pela Guatemala

Misioneras de la CaridadActualmente vivo numa área distante do Santuário, mas o meu coração vive lá, por isso chamei uma companheira, Maguely Ruenes, juntamente com quem acompanhei virtualmente o primeiro grupo de Mães na Guatemala e, ambas trabalhamos na Campanha da Mãe Peregrina de Schoenstatt, para que ela pudesse coordenar e descobrir se havia uma Imagem disponível.

Na quinta-feira da visita, tudo foi graças à Divina Providência. Jackie Chung, o coordenador da Campanha da Mãe Peregrina de Schoenstatt fez Adoração ao Santíssimo Sacramento das 8h às 9h e depois Maguely Ruenes continuou das 9h às 10h.

Nesta altura não tinha conseguido falar com Jackie para ver se havia uma Peregrina, e ó, surpresa, naquele preciso momento soubemos que, uma família tinha devolvido uma Peregrina que já não podia ir em peregrinação. Tudo o que a Mãe de Deus faz, Ela faz bem, uma vez que estava destinada à Irmã Roselle para A levar para a Guatemala.

Escrevi uma mensagem ao Padre José Luis para o informar da visita das Irmãs e, para lhe perguntar se concordaria em realizar a cerimónia de Envio. Só no final da tarde é que percebi que nunca tinha enviado a mensagem.

“A mãe já tratou de tudo”

A Irmã Superiora da Costa Rica (Irmã Rosarin), estava a tratar da autorização com a Irmã Superiora Regional (Irmã Agnes) para que um grupo de Irmãs pudesse visitar o Santuário. Conseguiram um motorista e felizmente iniciaram a sua peregrinação. Tudo no mesmo dia.

O Padre José Luis chega à livraria e Maguely fala-lhe da visita e pergunta-lhe acerca do Envio, ao qual o Padre responde com todo o gosto e espera gentilmente por elas. “A Mãe já tratou de tudo”, dizia sempre João Pozzobon.

Três Peregrinas enviadas

As Irmãs chegaram ao Santuário às 10h30 da manhã.

A nova equipa das Guardiãs do Santuário deu-lhes as boas-vindas e falou-lhes sobre o Movimento, o Padre José Kentenich e a Campanha da Mãe Peregrina.

Como era quinta-feira eucarística, o Santíssimo Sacramento estava exposto, havia várias pessoas no interior do Santuário, e quando as viram entrar quase às 12:00 da manhã, ofereceram-lhes os seus lugares. Dirigiram a oração do Terço que foi transmitida em directo.

Para mim, foi como estar unida ao Santuário de uma forma sobrenatural. William Chacón juntou-se também ao Terço e à Santa Missa a partir do seu gabinete.

A Cruz da Unidade: Ponto de união entre Schoenstatt e as Missionárias da Caridade

Misioneras de la CaridadNa Homilia da Missa, o Padre José Luis explicou a ligação entre as Missionárias da Caridade e Schoenstatt através da Cruz da Unidade, uma vez que as Missionárias da Caridade usam a Cruz da Unidade, e a própria Madre Teresa sempre a usou.

Na celebração do nascimento de S. João Baptista, fica também para a história da Campanha da Mãe Peregrina de Schoenstatt não só o Envio de uma Peregrina para a Guatemala, a cargo de uma Missionária da Caridade, mas também o Envio de uma Peregrina para sacerdotes, que irá em peregrinação visitar vários sacerdotes, para lhes dar o seu consolo, paz e orientação. E uma terceira Imagem Peregrina para as famílias, pelo sim atento e disponível de um novo missionário da Campanha.

Obrigado, Mãe, porque teceste a visita de hoje e o Envio com fio fino.

A seguir, as Missionárias da Caridade desfrutaram de algum tempo nos jardins da Sede e despediram-se alegremente.

“Ficámos felizes com a visita”, comentou Maguely Ruenes, que trabalha com Eugenia ajudando o Ramo das Mães na Guatemala (a partir da Costa Rica) e trabalha para a Mãe Peregrina em San José. “O Padre José Luis explicou a história e o significado da Cruz da Unidade, que várias delas não sabiam que era originária do Movimento de Schoenstatt. Demos-lhes cruzes para elas e para toda a sua comunidade. Além disso, uma Irmã da sua congregação que reside em São Francisco, Califórnia, estava de visita também. Também levou cruzes para os sacerdotes, pagelas, e mais cruzes para toda a sua comunidade.

Foi um privilégio estar presente. As Irmãs da Caridade irradiam amor…”.

Original: espanhol (27/6/2021). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *