Colocado em 24. Abril 2015 In Comunicação, Schoenstatt em saída

Lançam um filme “Três monges rebeldes”, em Espanha

ACIprensa •

Um grupo de jovens do Movimento de Schoenstatt de Madrid (Espanha) levou ao écran a vida de “Três monges rebeldes”, uma história que conta a renovação da Ordem de Cister por parte de S. Roberto de Molesmas, S. Alberico e Santo Esteban que, lutaram por recuperar a pobreza, a simplicidade e a austeridade dos primeiros tempos monásticos, fazendo frente à incompreensão do resto dos Mosteiros.

O filme é uma adaptação do livro com o mesmo título de M. Raymond e, nele, o Realizador, Aleix Forcada, diz que começou com uma curta para a Universidade e acabou sendo uma produção em toda a regra.

O filme foi rodado no Mosteiro medieval de Santa Maria de Huerta, em Sória (Espanha), onde, actualmente, há uma Comunidade de Cister.

Estes jovens de Schoenstatt levaram quatro anos a rodar e a editar o filme que lhes serviu para se encontrarem com Deus. Por isso, o Realizador afirma que, a mensagem do filme, apesar de estar baseado no século XII, contudo é actual “porque nos fala de valores eternos como a constância, a perseverança, a confiança, a humildade, o esforço, a coragem… Os valores não sabem de ideologias, nem de distinções, são para todos”.

Além disso, sublinha que tem uma mensagem especial para os jovens, visto que, pretende “fazer despertar da anestesia tóxica do efémero, do “aqui e agora”. As coisas na vida demoram e, nada chega sem esfoço”.

Forcada também indica que “o processo inteiro da rodagem foi uma experiência de Deus. Não é capaz de nomear um momento concreto…o simples facto de ter podido levar a cabo isto, já é uma demonstração clara da presença de Deus”.

Toda a produção e rodagem foram conseguidas com base em pequenas contribuições. “Alguém que nos ensinava a organizar rodagens com figurantes, alguém que nos cedia gratuitamente o material de iluminação, a Comunidade dos Monges que nos acolheu com tanto carinho, as pessoas que nos deram o seu tempo para nos ajudar”, indica.

Além disso, este jovem explica que o seu desejo para o público que veja o filme é que “as pessoas saiam do cinema, a pensar, independentemente, da qualidade do filme e de se se é crente ou não”, porque segundo afirma trata-se de “um filme que fala sobre como enfrentar a vida e, acredito que, para cada um, há uma mensagem diferente: esforça-te, não sejas medíocre, confia, Deus cuida de ti, não há nada impossível, sê constante, tem paciência, sê humilde”.

Mais informação sobre o projecto aqui: http://proyecto3mr.com

Fonte: ACIprensa

Original: espanhol. Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

 

Etiquetas: , , , , ,