adoración

Colocado em 2022-06-23 In Vida em Aliança

Celebrando o Ideal do Ramo: Ser Custódias Vivas

COSTA RICA, Ericka Molinari e Gloriana Gazel •

O Ramo das Mães da Costa Rica celebrou o seu Ideal de Ramo na Solenidade do Corpus Christi[1] em dois eventos cheios de significado e reflexão no meio das responsabilidades diárias, abrindo um espaço de comunicação e oração com Jesus, o centro das suas vidas. Dois dias de Adoração ao Santíssimo Sacramento foram realizados na Casa do Movimento no Santuário da Família de Esperança em Santa Ana.

O primeiro dia foi destinado às Mães pertencentes ao Ramo que, devido ao seu tempo de vida e de trabalho, puderam assistir à Adoração de Jesus numa bela manhã no auditório da Casa do Movimento, reuniram-se para iniciar o Encontro com palavras de Ericka Molinari que introduziu o significado de ser uma Custódia Viva com a sua mensagem inicial.

Neste dia, sentiram o que Pedro expressou perante Nosso Senhor no Tabor: “como é bom estar aqui”, sem dúvida que é um momento para se sentirem amadas e acolhidas pelo Pai. Sentirem-se importantes para Ele, sentirem que Cristo vive nelas. Essa Custódia que O sustenta, transporta e protege levou-as a adorá-Lo.

Responderam ao apelo do Senhor que as faz portadoras da Sua palavra, para serem um reflexo do Seu amor e infinita misericórdia. É isto que as Mães do Movimento são chamadas a serem reflexo nas suas situações de vida, como mulheres, mães, esposas, colegas de trabalho e muitos outros papéis que desempenham diariamente.

As Mães do Movimento de Schoenstatt convidam aqueles que as rodeiam a sentirem o bem-estar de estarem com elas, a partir do seu Santuário-Coração mostram-se como Custódias Vivas. Procuram transformar o mundo a partir da sua pequenez, para levarem Cristo e para serem como Maria.

Nas palavras de Jeannette Ross, representante das Mães do “dia”: o momento serviu para sensibilizar ou preocuparmo-nos mais em dedicar um espaço na nossa vida quotidiana para comunicar, desfrutar e sentir esta comunhão com Jesus na Eucaristia. Que incrível fazer parte deste “milagre de Amor tão Infinito” que o Pai nos dá…Temos de tirar partido dele!

Costa Rica

A jornada da noite

A fim de oferecer um espaço de Adoração às Mãe que trabalham ou que precisam de esperar que os seus maridos as ajudem a cuidar dos seus filhos, foi organizada a jornada nocturna. Esta ocasião foi um momento de vinculação entre os Ramos, uma vez que a Adoração do dia foi organizada pela Juventude de Schoenstatt. Com belas canções, duas gerações unidas com o mesmo sentimento, um profundo amor por Jesus na Eucaristia. Sob a pouca luz do altar dentro do Santuário, sentiu-se o acolhimento e abriu-se o espaço de reflexão guiado pelas palavras de abertura do Gloriana Gazel para iniciar a Adoração.

“Ser Custódias Vivas implica irradiar Cristo como Maria. Ela deu-lhe o Sim, tinha-O no Seu ventre, segurou-O nos braços, ajudou-O a crescer na fé e acompanhou-O na cruz. Para o irradiarmos devemos encontrá-Lo, conhecê-Lo, amá-Lo, adorá-Lo, embalá-Lo como Sua Mãe, encher-nos com Ele na Adoração do Santíssimo Sacramento, na Eucaristia, na oração diária e é por isso que estamos aqui, tornando-O vivo em nós para sermos Custódias Vivas como Maria. “Torna-nos semelhantes a ti e ensina-nos a caminhar na vida como Tu…” (R. C. 609) Costa Rica


* [1] Em muitos outros países, o Ramo das Mães celebra o seu Ideal de “Custódia Viva” na Solenidade da Visitação

Original: espanhol (22/6/2022). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.