segundo século Rótulo

Hoje responde: Silvia Fretes Carmagnola, paraguaia, 35 anos, Psicóloga empresarial, Directora da Consultora PULSO, especializada em Desenvolvimento organizativo. Entrou para o Movimento, integrando o Ramo das Profissionais, em 2006. Em 2008 selou a Aliança de Amor. Foi sub-chefe do Ramo durante dois anos e responsável do grupo 2013, actualmente, Instrumentos de Maria. Em 2013 foi abençoado o seu Santuário-Lar • A meio ano de peregrinarmos pelo segundo século da Aliança de Amor… Como sonha este Schoenstatt no seu ser, no seu estar na Igreja e no mundo e, na sua tarefa?Leia mais
Hoje responde: Alfredo Cabrera, casado, há 18 anos com Claudia Ríos, têm 3 filhos. Alfredo é coordenador do Terço dos Homens no Paraguai e, a sua mulher é coordenadora da Pastoral da Oficina para Noivos, em Tuparenda • A meio ano de peregrinarmos pelo segundo século da Aliança de Amor… Como sonha este Schoenstatt no seu ser, no seu estar na Igreja e no mundo e, na sua tarefa? Com Schoenstatt aprendemos muito, graças à sua pedagogia. Aproximou-nos, ainda mais, da Igreja e, o nosso sonho é melhorarmos, cada dia mais,Leia mais
Hoje responde: Maria Teresa Ramirez Canales, chilena, de Santiago, gerente da Nueva Patris • A meio ano de peregrinarmos pelo segundo século da Aliança de Amor… Como sonha este Schoenstatt no seu ser, no seu estar na Igreja e no mundo e, na sua tarefa? A verdade é que o meu sonho seria que toda a gente conhecesse a maravilhosa riqueza que há em Schoenstatt. Depois de termos vivido o que foi a celebração do Jubileu fica-se com o coração cheio e o fogo aceso. O que sinto em primeiroLeia mais
Hoje respondem Diana e Alejandro Caballero, de Ypacarai, Paraguai, encarregados da Pastoral do Santuário de Tuparenda • A meio ano de peregrinarmos pelo segundo século da Aliança de Amor… Como sonha este Schoenstatt no seu ser, no seu estar na Igreja e no mundo e, na sua tarefa? Sonhamos com um Movimento de Schoenstatt que, continua a sair ao encontro de tanta gente necessitada de estar na proximidade da Mater, para que, recebam a Sua bênção e protecção. Que os peregrinos possam experimentar as Graças do Santuário e, a partir,Leia mais
Hoje, responde: Hildegard Beckmann, de Düsseldorf, do Instituto de Nossa Senhora de Schoenstatt, 68 anos. Co-responsável da Família de Schoenstatt, em Colónia e, em Düsseldorf, activa em diversos grémios de assistência espiritual, comprometida com o acompanhamento de pessoas e, com diversos compromissos sociais • A meio ano de peregrinarmos pelo segundo século da Aliança de Amor… Como sonha este Schoenstatt no seu ser, no seu estar na Igreja e no mundo e, na sua tarefa? Que estejamos mais presentes nas Comunidades Paroquiais, nas de assistência espiritual, nas Dioceses, na sociedadeLeia mais
Hoje responde: Martín Pereira, de Assunción, Paraguai, Missionário da Campanha do Rosário da Mãe Peregrina de Schoenstatt, União das Famílias • Como sonha este Schoenstatt no seu ser, no seu estar na Igreja e no mundo e, na sua tarefa? Vejo um Movimento mais próximo das pessoas, um Movimento Peregrino que parte do Santuário para os lugares mais necessitados, vejo uma nova vida que começa entre nós próprios, com schoenstatteanos alegres e fortalecidos pela Aliança de Amor com Maria, schoenstatteanos missionários capazes de conquistar o mundo levando a Palavra deLeia mais
Responde hoje Juan Carlos Lombardi, La Plata, Argentina, União de Famílias, Diácono Permanente A meio ano de peregrinar pelo segundo século da Aliança de Amor…Como sonha este Schoenstatt no seu ser, no seu estar na Igreja e no mundo e, na sua tarefa? Amando a Igreja como é e, procurando entregar, de coração, o que o nosso Pe. José Kentenich nos mostrou: como viver em família, como nos relacionarmos no trabalho e no mundo. Para chegarmos a cumprir este sonho, o que temos que evitar ou deixar? Os que vivemLeia mais