Colocado em 2019-07-06 In Schoenstatt em saída

Um presente para a alma: Fundação Mallorca

ESPANHA, Bárbara e Eduardo Aymerich •

La Vileta é um bairro de Palma, Mallorca. Sua Paróquia, da Imaculada Conceição, sobe, sóbria e acolhedora, abrindo suas portas a todos os projetos que falam de Cristo, de Maria e da nova evangelização. É aí que um grupo de pessoas decidiu levar a nossa Mãe Três Vezes Admirável de Schoenstatt para iluminar os corações necessitados de todos que por lá passarem. Da mão do seu pároco, D. Júlio, um jovem padre da Argentina, mas criado e formado no seminário de Mallorca, impulsionam e desenvolvem oficinas de Aliança de Amor para presentear o primeiro e mais importante de Schoenstatt: Aliança de Amor com Maria.

Como acontece quando a Virgem Maria toma posse de um lugar, os corações tocados por sua graça abrem o caminho para uma vida que requer formação e oração. Um grande núcleo de homens e mulheres, jovens e idosos, recebeu as primeiras missões familiares em dezembro de 2018, onde as primeiras Alianças do Amor foram seladas, após isso outro grupo viajou para Schoenstatt. No Santuário original, D. Júlio e muitos outros, selaram a Aliança de Amor, fascinados pelo que puderam viver.

Em Vileta, a Mãe Peregrina se multiplica para alcançar todas as casas que precisam dela; os 18 são celebrados na Paróquia como o Dia da Aliança; alguns paroquianos se anotam para tantos workshops quanto falam sobre a pedagogia de Schoenstatt; uma imagem de Nossa Senhora de Schoenstatt presidio mês de Maio no jardim onde as pessoas se inclinam a orar, e o pároco, D. Júlio se mostra muito aberto e receptivo que faz parecer que tudo sai de sua mão, como se tivesse sido formado e educado em Schoenstatt.

Don José, junto com alguns schoenstatteanos lá estabelecidos com seu violão nas costas, involuntariamente, eles criaram uma boa agitação nas Ilhas Baleares!

 

“Às vezes complicamos tanto com questões organizacionais ou hierarquias” ou simplesmente voltamos ao primeiro amor

Todos os reforços são bem-vindos em Vileta, e nesse espírito, com uma atitude de “suporte” e “apoio”, viajamos três dias para Mallorca, Pilar de Beas (com José Antônio do Céu), María Jesús e Jorge de Reyes e Barbara e Eduardo Aymerich (infelizmente Lourdes e Angel Juanes que também estão no comitê de apoio não puderam se juntar a nós). Feliz por mergulhar nesta aventura, nos colocamos a disposição, de quem nos esperava e do Pároco esperando para partilhar a nossa Aliança de Amor e nossa experiência em uma palestra da Divina Providência e uns testemunhos na paróquia. Tivemos a oportunidade de compartilhar a alegria que se vive nesta paróquia e a simplicidade do povo para entender o presente de Maria, em sua Aliança de amor. Vimos nos rostos, muita emoção e ilusão, Eles reacenderam em nós a chama do primeiro amor. Porque afinal, Schoenstatt ” em saída” é muito mais simples do que parece. Trata-se de dar aos outros aquele primeiro amor que nos fez vibrar. Às vezes ficamos tão complicados com questões organizacionais ou hierarquias que afogamos a própria vida que Jesus e Maria colocaram à nossa disposição todos os dias. É claro que é importante entender, conhecer e saber o que se deve compartilhar ou onde se deve plantar, mas como é importante também abrir a porta e simplesmente sair para encontrar o que Deus tem reservado para nós!

Tem tudo, incluindo um projeto de compromisso social

Mallorca reúne tudo o que o Padre Kentenich queria: uma paróquia, pessoas de coração nobre e uma organização simples que permite que as coisas fluam sem maiores complicações. E ainda mais: o “projeto encontro” para ajudar e acompanhar as pessoas sem abrigo que vivem na rua, lançado em Madrid, teve tanta aceitação em Mallorca para que D. Júlio já tem um albergue que em breve se tornará casa, para dar abrigo a 6-8 homens que até hoje dormiam na rua, onde poderão tomar banho, jantar, dormir e tomar café da manhã … tudo isso presidido por uma pequena capela. Não é maravilhoso?

Foi uma honra para nós podermos apoiar a missão de Mallorca. Que alegria compartilhar o que foi recebido por tantos anos. Que felicidade saber que a Mãe Rainha se estabelece onde ela quer e que ela só precisa de nossas mãos e pés para fazê-lo. Sem dúvida, nós acendemos uma pequena chama nos corações daqueles que saíram ao nosso encontro, mas eles reacenderam em nós esse fogo que às vezes é esquecido e se esfria.

 

É construir

Mallorca é uma ilha maravilhosa, como tudo que o Bom Deus desenha. Seu povo é melhor ainda “a porção de seus filhos escolhidos”. Lá eles têm casa Pilar e José Antônio: uma casa olhando para os muros de Alcudia. Tudo um paraíso. Os dois, Pilar na terra e José Antônio do Céu, com o seu conhecido anseio apostólico, apoiam a missão de Mallorca desde o início, com a sua filha Fátima e alguns outros e acredito que levaram a sério!!!

Olhar para o mar, levantar os olhos para contemplar as montanhas que cercam toda a ilha, visitar seus monumentos centenários, deixar-se tocar pela brisa suave, adorar diante do Santíssimo Sacramento, e conversar com as pessoas que te recebem sobre o divino e humano, tomando seus anseios mais profundos, é levar Schoenstatt a outros lugares, é fazer uma peregrinação com o nosso Santuário coração, para onde Deus nos levar. É construir.

Obrigado Maria, obrigado Mallorca por essa profunda e fresca experiência que compartilhamos com vocês!

 

 Original: Espanhol. 30 de maio 2019. Tradução: Glaucia Ramirez, Ciudad del Este, Paraguai

 

Etiquetas: , , , , , ,