Colocado em 2015-10-14 In Santuário Original

Em torno da mesa… de surpresa e em aliança

Por Maria Fischer •

Existe, certamente, o dom da vinculação e há quem o recebeu em abundância. Existe também o dom de administrar bem as agendas e a organização e há quem não o recebeu tanto, ou seja, ficou quase sem nada. Se estas duas condições se apresentam numa mesma pessoa, ocorre o episódio da sexta-feira dois de outubro no escritório do Padre Egon M. Zillekens, na Casa Marienau, a poucos metros do Santuário Original.

Só para falar sobre temas de comunicação e a nova página web de Marienau, foi convidada apenas uma pessoa… mas nela se apresentava a perfeição a combinação mencionada acima. Foi assim que se sentou a mesa da oficina com outro sacerdote diocesano da União, dois colaboradores brasileiro-alemães de Schoenstatt.org, um jovem de Paso Mayor, Argentina, que peregrinava a Santiago de Compostela e o Padre Alexandre Awi de Melo, Diretor Nacional do Movimento no Brasil, que acabava de voltar de um mês de estudos de italiano em Roma e de um encontro pessoal com o Santo Padre Francisco…

DSC_0074

Aliança solidária

Foi uma manhã de muito trabalho, entre outros temas, a dificuldade de projetos comuns em Schoenstatt e a falta de comunicação, para chegar a acordos “de bem comum”. Tudo terminou num alegre “simplesmente há que fazê-los com alguns e atrair os demais pela atitude de serviço”.

Simplesmente há que encontrar-se em torno de uma mesa e entender que o Espírito Santo tem maneiras insólitas de trabalhar as vezes.

Chegaram Renata Dekker e Mechthild Jahn para entregar-lhe um presente que já tinham há um ano, mas também com o desejo de rever, depois de anos, ao Diretor do Movimento de Brasil – sem saber que estava em Schoenstatt justamente este dia. Veio Federico, um jovem peregrino de Paso Mayor, para partir desde o Santuário Original rumo ao Caminho de Santiago… e levar consigo acompanhamento na oração. Veio um Padre Alexandre preocupado pela falta de interesse e/ou de dinheiro das editoras alemãs em publicar a versão em alemão de seu livro “Ela é minha Mãe”, escrito depois de uma longa entrevista que manteve com o Papa Francisco sobre seus encontros com a Santíssima Virgem Maria. Estava um P. Egon pensando no futuro da Casa Marienau. Estiveram quatro colaboradores de Schoenstatt.org buscando como viver e difundir a Aliança Solidária com o Papa Francisco e, além disso, o Padre Alexandre há tempo queria saber de onde era a foto da peregrina na mesa de luz do Santo Padre – tão semelhante a uma foto que ele mesmo havia tirado em uma de suas visitas – e que está no livro com o texto da audiência jubilar do Movimento de Schoenstatt (foi tomada por um sacerdote do Instituto, de Rosário, Argentina).

Escutaram… compartilharam… riram… se sentiram em casa… solidários…

O Papa Francisco com “sua” Virgem Peregrina

audiencia-jubilar04O Padre Alexandre falou de seu recente encontro com o Santo Padre: As Irmãs de Maria do Brasil lhe deram uma coroa para pedir ao Santo Padre que coroasse com ela a Peregrina que o acompanha desde a Jornada Mundial da Juventude no Rio e tem seu lugar em sua mesa de luz. Com um pouco de dor de cabeça levava a coroa -contava sorrindo- pois sabe que, para Francisco, Maria é, antes de tudo, Mãe. “Senti um pouco de vergonha com o pedido, mas ao mesmo tempo era um compromisso com as Irmãs – pois elas me entregaram a Peregrina para ser abençoada pelo Papa e eu a dei para ele.

O Padre Alexandre disse ao Papa: “Todas as peregrinas no Brasil têm uma coroa, e as peregrinas já vêm com os dois orifícios para colocá-la”. O Papa, muito descontraído, disse: “Veremos…”, buscou a peregrina, encontrou os orifícios e comentou: “Sim, tem os orifícios; coroemo-la então!”. Tão singelo… Agregou: “Se para vocês é importante que seja Rainha, que seja Rainha também para mim”.

Tornamos a nos alegrar da maneira simples do Papa Francisco, que disse na audiência jubilar: “Faz um tempo, um padre de Schoenstatt me deu uma imagem da Mãe. E a tenho na minha mesa de luz. E todas as manhãs, quando me levanto, a toco e lhe rezo”.

“Assim é como eu renovo cada dia minha aliança solidária com Francisco”, comenta um participante da equipe de Schoenstatt.org. “Tenho sua foto em meu Santuário Lar, e toda manhã a toco e rezo por Francisco”.

“Agora tenho uma resposta a uma pergunta jamais expressada até agora”, responde outro…

Os olhos de Federico brilham cada vez mais…

DSC_0075

Todos partem enriquecidos…

“Se é um livro sobre a Virgem e sobre o Santo Padre, o projeto não deve fracassar por falta de dinheiro”, diz o P. Egon. Tem uma idéia de como arrecadá-lo… e ao final dessa tarde de encontro, o P. Alexandre parte com a decisão de começar com a tradução ao alemão e, simplesmente, seguir adiante com muito ânimo.

As duas brasileiras partem contentes pelo bom intercambio sobre o futuro Santuário de Schoenstatt na sua cidade, Florianópolis. O P. Egon, feliz também, sabendo que, em caso de necessidade, conta com um apartamento livre durante uns meses ao ano, muito perto de Schoenstatt. Federico parte rumo a sua longa peregrinação a Compostela acompanhado pelas orações de pessoas de vários países, e com a experiência de sua Casa Marienau como lugar de encontro de “todo Schoenstatt”, a sombra do Santuário Original.

DSC_0071

Original: Espanhol. Tradução: Lena Ortiz, Ciudad del Este, Py

Etiquetas: , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *