Fratelli tutti

Colocado em 2021-09-09 In Fratelli Tutti, Igreja - Francisco - movimentos

O trabalho da Esmolaria Apostólica com as crianças afegãs

CIDADE DO VATICANO, através de AICA •

O Cardeal Konrad Krajewski, acompanhado por uma equipa de médicos, realizou testes anti-Covid-19 às crianças afegãs que chegaram a Itália há quinze dias. —

O Esmoler Apostólico, Cardeal Konrad Krajewski, foi à nova casa que a Esmolaria tem num subúrbio de Roma, “Tor Bella Monaca”, acompanhado pelo Dr. Massimo Ralli e Leonardo Russo, com o objectivo de realizar testes anti-covid em todas as crianças afegãs que, chegaram a Itália há algumas semanas, incluindo as freiras, bem como testes de diagnóstico para que o grupo possa terminar a sua quarentena e iniciar as actividades escolares e a vida em Itália.

Um total de 14 crianças (11 raparigas e três rapazes) chegaram a Roma há quinze dias, acompanhadas por quatro freiras da Congregação de Madre Teresa de Calcutá que as assistiam em Cabul. Todos com idades compreendidas entre os 6 e 22 anos, abandonados pelas suas famílias por serem deficientes.

Montaram o pequeno laboratório numa sala dentro da casa, atrás da capela, onde as freiras normalmente se reúnem para rezar.

Aos testes e à assistência médica qualificada seguir-se-ão os procedimentos para a emissão da documentação necessária. O bem-estar e a paz de espírito das crianças vêm em primeiro lugar, e esta atenção do Papa Francisco tem sido um grande conforto para elas. Nos próximos dias, receberão também os bens de primeira necessidade para continuarem a ajudar a missão.

15.000 gelados para os prisioneiros

Durante os meses de Verão europeu, o Cardeal Krajewski não tirou férias e organizou alguns “pequenos gestos evangélicos para ajudar e dar esperança a milhares de pessoas nas prisões de Roma”. Um exemplo disto foi a sua própria visita às prisões de Regina Coeli e Rebibbia, onde deu 15.000 gelados aos prisioneiros.

Além disso, este Verão decidiu retomar as excursões de praia em que o Cardeal polaco acompanha vários grupos de sem-abrigo da capital para uma zona costeira próxima da capital italiana.

A visita do Cardeal Krajewski às prisões de Roma é a mais recente de uma série de actividades promovidas durante os meses de Verão. Os pobres de outras partes do mundo também puderam beneficiar da ajuda do Vaticano: medicamentos, ventiladores pulmonares e material médico em particular.

Além disso, foi adquirido em Agosto um tomógrafo para Madagáscar, no valor de cerca de 600.000 dólares, e a preparação de clínicas médicas, renovadas ou construídas de raiz, foi concluída por quase 2 milhões de euros, para os países africanos mais pobres.

Original: espanhol (8/9/2021). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *