Reinisch

Colocado em 2022-08-28 In Santuário Original, Schoenstatteanos, Vida em Aliança

Impressionante o testemunho de vida de Franz Reinisch

ALEMANHA, Fórum Franz Reinisch, Heribert Niederschlag SAC, Wilma Lerchen •

No sábado 20 de Agosto de 2022, o Fórum Franz Reinisch convidou à comemoração do 80º aniversário da execução do Padre Franz Reinisch. Foi o único padre católico que se recusou a fazer o juramento de fidelidade a Hitler. Para ele era claro: fazer um juramento de fidelidade a um criminoso como Hitler, nunca! —

Os cantores do Coro da Catedral de Limburgo, conduzido por Christoph Kipping, abriram a primeira parte da comemoração.

O Padre Heribert Niederschlag SAC recordou o testemunho de vida de Franz Reinisch e recordou o caminho do processo de beatificação. Agradeceu ao representante da Diocese de Trier, o Bispo Auxiliar Jörg Peters, pelo seu excelente trabalho.

Coro da Catedral de Kipping

Uma rocha de granito num riacho de montanha com águas alterosas

Weihbischof Peters

Bispo auxiliar Peters durante as Vésperas

No seu discurso, o Bispo Auxiliar Jörg Peters citou as palavras do Bispo Reinhold Stecher (Innsbruck), que sofreu perseguição pelos nazis: “Quando penso no Padre Reinisch, penso sempre num bloco de granito numa torrente de montanha, carregando águas alterosas onde o riacho quebra a cor castanha terrestre. (…) Sei que o que ele fez não foi simplesmente pedido a todos os cristãos. Mas sabendo como eram difíceis aqueles dias e tribulações, curvo-me de admiração por aquela consciência granítica. E isto é tanto melhor quanto vivemos agora numa sociedade dominada por espuma de borracha e amaciador de tecidos”.

Os peritos de Reinisch examinaram agora o processo decisório de Franz Reinisch de várias perspectivas. O Padre Dr. Wojciech Kordas, OFM Conv. traçou o difícil caminho de Reinisch para o sacerdócio. Antes de poder dizer um SIM corajoso a esta vocação, teve de suportar muitas lutas.

Cónego Martin Emge apresentou Reinisch como schoenstatteano. No Movimento de Schoenstatt, Reinisch descobriu que queria realizar no tempo e formar o ideal de Vicente Pallotti: o Apostolado Universal. Tomou a sua decisão final de recusar o juramento de fidelidade na capela de graças em Schoenstatt (Santuário Original). Aqui ele recebeu a força para percorrer o caminho.

O Padre Hinsen relatou, por exemplo, como um Irmão da comunidade que conhecia Reinisch o julgou primeiro de forma muito crítica, mas depois tornou-se um admirador.

As várias palestras reviveram, para a audiência, a vida de Franz Reinisch. As contribuições do coro da catedral deram repetidamente aos participantes a oportunidade de assimilar o que tinham acabado de ouvir. O músico de igreja Frank Sittel liderou o programa com o seu sensível toque de órgão. Após as enriquecedoras palestras, houve uma animada troca de ideias acmpanhada por café e bolo.

Martin Emge

Cónego Emge

O apelo do Pai

Às 17 horas, o Bispo Auxiliar Jörg Peters presidiu à cerimónia comemorativa no túmulo de Franz Reinisch, que tinha sido decorado para as Vésperas. A música esteve a cargo das, Ir. Tabea, Ir. Dorte e Ir. Christina-Maria, que deram às vésperas um cenário maravilhosamente solene com o seu canto. Num breve discurso, o Pe. Rainer recordou que Reinisch também apoiou biblicamente a sua decisão. O incidente do Jesus de 12 anos no Templo mostrou-lhe que as pessoas que cresceram na fé têm, não só o direito mas também a obrigação, de tomar as suas próprias decisões. O Jesus de 12 anos permaneceu no Templo sem informar os pais. Quando O encontraram, Ele respondeu sem pedir desculpa, mas com a insinuação: “Não sabíeis que devo ocupar-me das coisas de meu Pai?” O apelo do Pai pode levar a conflitos violentos mesmo com aqueles que Lhe estão mais próximos.

Vesper

Vésperas em frente ao túmulo de Franz Reinisch, junto ao Santuário Original

Concerto do Silêncio

O dia da comemoração de Reinisch chegou a um final impressionante com o “Concerto do Silêncio”. No início do evento, o Pe. Niederschlag pediu que os aplausos finais fossem dispensados a fim de dar a Franz Reinisch o espaço necessário para testemunhar. A vida e a carreira de Franz Reinisch é traçada de uma forma dialógica. No diálogo, escrito por uma antiga funcionária do Reinisch Fórum, Angela Marlier, a ex-namorada de Franz Reinisch pergunta sobre as razões da sua decisão.

O papel de Ludowika Linhard foi desempenhado pela jornalista Katrin Wolf, que teve um desempenho impressionante. Heribert Niederschlag SAC emprestou a sua voz ao seu Irmão da comunidade Franz Reinisch. Musicalmente, este tipo de biografia foi co-desenhada por Frater Gregor Brandt OCist, organista da Abadia de Marienstatt. Com o seu órgão conseguiu entonar os vários episódios da vida de Reinisch e assim dar-lhes uma expressão mais profunda. Quando os três actores deixaram a igreja em silêncio no final da peça, os cerca de 100 participantes ficaram muito impressionados. Muitos permaneceram na igreja em silêncio. Um missionário palotino do Brasil, que por acaso estava presente, ficou emocionado e comovido com o comentário: “Dias como hoje são, especialmente para a Igreja na Alemanha, um aviso e uma esperança ao mesmo tempo!

O Fórum Reinisch gostaria de agradecer a todos aqueles que ajudaram a tornar este dia tão digno, solene e impressionante. Em particular, gostaríamos de vos agradecer pela calorosa hospitalidade na Casa dos Peregrinos e na Igreja Pallotti. O envolvimento de todos mostra que o testemunho de Reinisch toca as pessoas.


Fonte: comunicado de imprensa – www.franz-reinisch.org.

Fotos: Reinisch-Forum

Original: alemão (25/8/2022). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.