Katharina

Colocado em 2021-02-21 In Projetos, Schoenstatt em saída

Quaresma e cultura do encontro

ITÁLIA, Vittoria Terenzi – Città Nuova

O Armário de Katharina, uma iniciativa do Movimento de Schoenstatt, é uma resposta concreta à mensagem do Papa Francisco para a Quaresma. A caridade é um dom que dá sentido à vida.

“Às vezes, para dar esperança, basta ser «uma pessoa amável, que deixa de lado as suas preocupações e urgências para prestar atenção, oferecer um sorriso, dizer uma palavra de estímulo, possibilitar um espaço de escuta no meio de tanta indiferença», escreve o Papa Francisco na sua Mensagem para a Quaresma.

Por vezes, para dar esperança, basta uma iniciativa no coração da cidade. Assim, em Roma, na zona de Casalotti, precisamente durante a pandemia, nasceu o armário de Katharina, uma loja vintage para mães e crianças onde todos – que têm e não têm – podem encontrar roupas e brinquedos usados em excelentes condições mas também novos, doados por lojas que, na crise, foram obrigadas a fechar.

A ideia é que ninguém se sinta excluído

Uma ideia que nasceu dentro do Movimento de Schoenstatt é criar um lugar onde todos possam ir, escolher e levar roupa, em plena conformidade com as normas sanitárias em vigor. “Muitas mães vêm para fazer enxovais para os bebés”, diz sorrindo Pamela Fabiano, que criou o projecto juntamente com a Irmã Julia de Almeida . Tudo é feito com cuidado, desde o mobiliário até ao acolhimento das pessoas: tudo está bem ordenado nas prateleiras, há um espelho, as roupas vêm embrulhadas com cuidado.

“A ideia é que ninguém se sinta excluído – continua Pamela -. Todos podem vir à loja, levar o que precisam e, quem quiser, pode também fazer uma pequena oferta, mas nunca ninguém pede nada. Em 2014 celebrámos 100 anos de Schoenstatt e nesta ocasião o Papa falou-nos sobre a cultura do encontro. No Movimento, vivemos a Aliança com Maria de uma forma especial, e do encontro com Maria, nasce o encontro com os outros, uma Cultura de Aliança que é uma cultura de encontro e gera solidariedade. A nossa reflexão tem sido procurar a forma de dar vida a uma cultura de Aliança na sociedade, porque a Aliança de Amor deve tornar-se uma cultura de Aliança no mundo.

Como é que tudo isto pode ser posto em prática na cidade de Roma? O primeiro passo é trabalhar em conjunto. Ao lado de Pamela, Ir. Maria Julia de Almeida, Josefina Campagna e Jennifer Stahl começaram a colaborar e, juntas, tornaram-se responsáveis pelo projecto. Em 18 de Outubro de 2020, uma data significativa para a Família de Schoenstatt, foi inaugurado o armário de Katharina, que viu imediatamente a participação de jovens voluntários. Durante o período em que a região do Lazio se tornou uma zona laranja devido à propagação da pandemia, a loja permaneceu fechada e agora reabriu, recebendo pessoas todos os sábados de manhã.

“Tentamos criar relações”

“A primeira cliente que veio – recorda Pamela Fabiano – tinha recebido uma mensagem Whatsapp de uma amiga a contar-lhe sobre a iniciativa. Quando ela nos disse que voltaria com os filhos, uma vez que o Natal se aproximava, dissemos-lhe: ‘diga-nos o nome dos seus filhos, para que possamos fazer pacotes de presentes para eles colocarem debaixo da árvore’. E assim o fez. Também fazemos isso, preocupamo-nos muito. Tentamos criar relações, lembro-me de todos os nomes das pessoas que nos vieram visitar. Quando a pessoa se sente bem-vinda, sente-se respeitada na sua dignidade. É uma forma de fazer com que todos se sintam à vontade. Está tudo tratado: há um espelho, as pessoas podem escolher o que querem, é comovente ver as mães a escolherem os enxovais para os seus bebés”.

O Papa Francisco escreve na sua Mensagem para a Quaresma de 2021:” A caridade é o impulso do coração que nos faz sair de nós mesmos gerando o vínculo da partilha e da comunhão. «A partir do “amor social”, é possível avançar para uma civilização do amor a que todos nos podemos sentir chamados. Com o seu dinamismo universal, a caridade pode construir um mundo novo, porque não é um sentimento estéril, mas o modo melhor de alcançar vias eficazes de desenvolvimento para todos» (FT, 183).

Por ocasião do período de Natal, alguns jovens voluntários propuseram uma iniciativa ligada ao projecto “Armário de Katharina“. Estabeleceram contacto com uma Casa de Acolhimento e levaram presentes de Natal a crianças e jovens: roupas, jogos, livros, com cartões personalizados. Um mini-projecto que, no futuro, oferecerá a possibilidade de trabalho em rede.

Pequenos gestos diários que, com o tempo, se multiplicam e se tornam um sinal de esperança na cidade. “A caridade é dom, que dá sentido à nossa vida e graças ao qual consideramos quem se encontra na privação como membro da nossa própria família, um amigo, um irmão. O pouco, se partilhado com amor, nunca acaba, mas transforma-se em reserva de vida e felicidade”, lembra o Papa Francisco.

Katharina

Fonte: https://www.cittanuova.it/quaresima-cultura-dellincontro/?ms=003&se=025 Com autorização de Città Nuova

Original: italiano (19/2/2021). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *