Arica

Colocado em 2022-05-01 In Dilexit ecclesiam, Igreja - Francisco - movimentos

Arica: O Senhor dá-nos o dom de nos convocar novamente

Chile, equipa editorial •

Com um sinal de profunda devoção e gratidão, a Diocese de San Marcos celebrou o seu Padroeiro em acção de graças pelo 481º aniversário da fundação da cidade de Arica. A Missa foi celebrada na esplanada do Santuário de Schoenstatt. —

Árica

Para celebrarmos juntos, como Igreja Diocesana, o Bispo convocou as diferentes Comunidades e Pastorais a realizarem uma caravana em veículos através da cidade em honra de São Marcos Evangelista, Santo Padroeiro de quem a cidade recebeu o nome, desde a sua fundação (“Villa San Marcos de Arica”, em 1541). Foi assim que o ponto de encontro foi na Paróquia de San Ignacio de Loyola, onde o Bispo deu o passo em frente e os abençoou para tornar pública a nossa experiência de Fé, soprando os nossos cornos, cantando e louvando o Senhor; saudando aqueles que passam connosco pelas mesmas ruas para fazer o nosso povo sentir que é um dia para celebrar.

Missa na esplanada do Santuário de Schoenstatt

Depois da caravana pelas ruas da cidade, o Bispo Moisés Atisha celebrou a Santa Missa na esplanada do Santuário de Schoenstatt, onde um número significativo de fiéis se reuniu para dar graças pelos 481 anos da fundação de Arica, para os que estavam presentes e, também, foi transmitida através das redes sociais do próprio Bispado, para aqueles que acompanharam desde as suas casas; foi uma Eucaristia simples mas cheia daquela expressão de fé que nós cristãos partilhamos.

Arica

Quando nos reunimos, somos a Igreja inteira

O Bispo Atisha disse na sua Homilia que “com o passar do tempo e as melhorias experimentadas sob o domínio da pandemia, podemos começar a reunir-nos novamente, para retomar o que a experiência da fé está a ditar no coração de cada um”, acrescentando que “quando nos reunimos, somos a Igreja inteira que eleva a sua acção de graças a Deus pelo que Ele faz no nosso meio”. O prelado exortou: “O Senhor dá-nos o dom de nos convocar novamente, surge em nós o desejo de anunciar a todos a presença do Ressuscitado no nosso meio, para que os nossos lábios, corações e olhos olhem para o céu para pedir ao mesmo Espírito que nos fortaleça para sermos boa nova para os nossos irmãos (…) rezamos pelo mundo inteiro, para sermos boa nova para todos aqueles que se encontram connosco como verdadeiro discípulo de Jesus”.

Arica

Uma Igreja Catedral cheia de cores

Além disso, a expressão das Danças Religiosas, muito presente na fé do norte do nosso país, fez o seu encontro na Igreja Catedral ao lado da figura do Santo Padroeiro, São Marcos. Ali encontraram-se com o Bispo e acompanhados pelo seu Assessor espiritual, diferentes Associações das Danças cantaram e elevaram a sua oração em acção de graças por tudo o que Deus vai fazendo com eles, no meio das suas comunidades e famílias. A Igreja Catedral estava cheia de cor com os trajes que cada um levava consigo, como expressão da fé simples que oferecem ao Senhor durante todo o ano em dança e canto.

Com as danças religiosas, Mons. Moisés Atisha expressou na sua Homilia que “a experiência da dança não é apenas um exercício físico, mas é também um exercício espiritual, é dizer ao Senhor com isto que eu faço Te encontro e quero dar-Te a minha vida para que Tu me dês o dom da salvação”. Sublinhou também aos presentes que “o próprio Senhor nos dá a sua Paz, como verdadeiro sinal da presença da nova vida que Deus nos quer dar (…) somos chamados a construir esta Paz no meio do nosso povo”.

Desta forma, o Bispo, juntamente com os fiéis da Diocese, celebrou o Santo Padroeiro com profunda esperança, rodeado por aqueles que peregrinam nestas terras do norte do Chile, Arica, e que se confiam ao cuidado espiritual de um tão grande Santo Evangelista, que também nos desafia a sermos testemunhas e promotores da Boa Nova que nos traz a Ressurreição de Jesus Cristo no mundo de hoje, na cidade em que vivemos.

Arica


Fonte: Departamento de Comunicação San Marcos de Arica

Original: espanhol (30/4/2022). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.