Colocado em 8. Setembro 2019 In Igreja - Francisco - movimentos

Um cardeal que cheira a ovelha… e, todas as sextas-feiras, a produtos de limpeza e sabão

CUBA, Pe. José Luis Correa/Maria Fischer •

Quando o Santo Padre Francisco anunciou no Domingo (1/9/2019) o Consistório para a criação de novos Cardeais, uma jornalista cubana deve ter-se lembrado de um artigo que publicou em 2015, intitulado: “Em Camagüey há um Padre que serve para Cardeal”. Agora é. Estamos a falar de Mons. Juan de la Caridad García Rodríguez, até 2016 Arcebispo de Camagüey e agora de Havana.

 

Um Bispo, um Cardeal que cheira a ovelhas

Um Bispo, um Cardeal que cheira a ovelhas

Ele é considerado um “Bispo do Povo” relacionado com o mundo das Missões. “A obra missionária de Mons. Juan marcou a Igreja de Camagüey”, comentou Dagoberto Valdés – leigo católico que dirige a revista Convivência em Pinar del Río – no dia da nomeação de Mons. Juan de la Caridad como Arcebispo de Havana. Dois dos sacerdotes da União são provenientes da Diocese de Camagüey.

“Os meus favoritos são os pobres, os idosos, os prisioneiros e os marginalizados do rebanho”, diz ele.

Monsenhor Juan de la Caridad García Rodríguez, todas as sextas-feiras, limpa o chão e lava crianças com paralisia cerebral numa residência em Havana.

Um Bispo, um Cardeal que cheira a ovelhas … e todas as sextas-feiras a produtos de limpeza e sabão.

 

Original: espanhol (1/9/2019). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *