Colocado em 30. Maio 2019 In Campanha

A vida passa pelas Ermidas

ARGENTINA, Tita Miño de Ríos •

A vida passa pelas Ermidas no interior da Argentina, desde os inícios em Entre Rios, nestes 60 anos de vida, do Movimento de Schoenstatt nesta província.—

Começa com uma Ermida na casa de um dos fundadores, Maximiliano Asensio (Quitito).

Daí surgiu a primeira pequena quinta, na terra que mais tarde daria lugar ao Santuário.

Mas, por causa do desejo de ter o Santuário por perto, as Ermidas começaram a nascer.

Hasenkamp foi uma pioneira e a partir daí, graças à peregrinação das povoações, começaram a surgir novas Ermidas em honra de Nossa Senhora.

 

Quando chegou a Campanha da Mãe Peregrina de Schoenstatt

Com a Campanha da Mãe Peregrina, que chegou em 1984, as Imagens Peregrinas foram levadas pelos missionários às cidades do interior.

Assim, as imagens da Mãe Peregrina chegam de Córdoba e Buenos Aires a Entre Ríos, e a Virgem Maria foi abrindo caminho e escapando das nossas mãos, e por causa da necessidade do Santuário, nasceram as Ermidas públicas, semi-públicas e privadas, assim como também, nas Paróquias..

Graças ao Facebook e ao Whatsapp, a comunicação é fluida e contagiante.

Reunimo-nos no dia 18 de cada mês com diferentes actividades: mil Ave Marias em Adoração, Terços iluminados, Missas no local, acompanhadas pelos Párocos, peregrinações, encontros com crianças e adolescentes, celebrações patrióticas com chocolate, e muito apego a Maria.

 

Ninguém é tão pobre que não possa partilhar um chá mate e um bolo frito.

Numa ocasião, um missionário perguntou-nos o que se poderia fazer para vincular as pessoas à Ermida, para além de rezarmos o Terço. Somos tão pobres, e ocorreu-me dizer: “Ninguém é tão pobre que não possa partilhar um chá mate e um bolo frito, ao pé da Mãe”.

Que surpresa. Falam-me, então, da alegria da vinculação e da multiplicação da partilha. A vida passa pela Ermida, derramando as graças do Santuário.

Vale a pena mencionar algumas das muitas ermidas de Entre Rios:

9 em Crespo, 2 em Viale, 1 em Sauce de Luna, 2 em Hasenkamp, 1 em Las Garzas, Colonia Crespo, Palenque, Sauce Montrul, Tabossi, Bovril, Strobel, Diamante, 4 em Valle María, Villaguay, Nogoyá, Spazenkutter, Santa Elena, Seguí, Concepción del Uruguay, Gualeguaychú (várias), Concordia, Colón, Chajari, Maciá, Federación, Gualeguay, San Salvador, Federal, várias no Paraná e algumas mais, que certamente estão em falta.

 

Original: espanhol (26/5/2019). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *