Colocado em 2009-08-25 In Santuário Original

Um dos Dias da Aliança mais belos em Schoenstatt

1Foi um dos Dias da Aliança mais belos desde há muito vivenciados em Schoenstattmkf. . Foi um dos Dias da Aliança mais belos desde há muito vivenciados em Schoenstatt – um dia que deu um antegozo do que nos aguarda em 2014, como alguém opinou ao entrar na Igreja dos Peregrinos. Em Schoenstatt, peculiarmente no vale, afigura ser um formigueiro de pessoas, provenientes do mundo inteiro. “Parece que se está na Praça de São Pedro”, diz um presbítero, ” por toda a parte escuta-se todos os possíveis idiomas; vê-se pessoas oriundas de todos os continentes e sabe-se que isto tudo é uma grande família de Deus”. Chegaram Padres de Schoenstatt para participar de seu Capítulo Geral, cuja abertura ocorreu em 18 de agosto findo; membros de diversas comunidades das Ligas – mães, famílias, presbíteros, homens, senhoras, enfermos – vieram participar do I Congresso Internacional da Liga, por ocasião dos 90 anos da Liga Apostólica, fundada em 20 de agosto de 1919, em Hörde, Alemanha.

 

Santa Missa Entre o período de 19 e 21 de agosto estiveram em Schoenstatt centenas de representantes das Uniãos de inúmeros países para celebrar os 90 anos de Hörde; dia, portanto, em que Schoenstatt nasceu extramuros, por outra, dia em que Schoenstatt vai mais além da simples Congregação nascida junto do Santuário. A partir daí, Schoenstatt difundiu-se pelo mundo afora com o intuito de criar uma nova ordem social mediante a transformação dos corações dos homens de nosso tempo, segundo palavras de Jorge H. Day, da União das Famílias, da Argentina.

E eis a imagem observada no final da tarde deste dia 18 de agosto: afigurava ser uma pequena procissão de povos: de todos os “montes” de Schoenstatt aflui a Família do Pai rumo à Igreja dos Peregrinos, que se encheu com centenas de fiéis provenientes de vários países da África, da Índia, das Filipinas ( entre os quais se encontravam três candidatas das Irmãs de Maria, trazendo vestidas camisetas de cores garridas com a imagem da MTA), assim como de quase todos os países da América Latina, dos Estados Unidos, da Espanha, da Polônia – com um grande grupo da Juventude Feminina – da Alemanha… O coro dirigido por Angelika Callegari - Foto: FischerA organização da Santa Missa ficou a cargo da União das Mães de Schoenstatt; desde sexta-feira da semana finda membros da União das Mães, oriundos de vários países, reuniam-se na Casa Marienland, para um encontro internacional. Com o coro dirigido por Angelika Callegari, acompanhado por órgão, violinos, flautas transversais, violões e de instrumentos de percussão, conseguiram que a toda a assembleia dos fiéis presentes na Igreja dos Peregrinos cantasse em alemão, inglês e espanhol. Esta Santa Missa foi seguida pelo mundo inteiro em direto via Internet. Quem porém a perdeu, poderá vê-la na mediateca do schoenstatt-tv O pe. Daniel Jany, membro da União dos Sacerdotes de Schoenstatt, da Argentina, pregou em espanhol; não obstante foi distribuída a tradução da referida homilia nas línguas alemã e inglesa. O reitor Egen Zillenken, membro da União dos Sacerdotes, foi o principal celebrante desta Celebração Eucarística, em cujo início o pe. Lothar Penners, Diretor Nacional do Movimento Apostólico de Schoenstatt, da Alemanha, deu as boas-vindas a todos os fiéis presentes. No presbitério e nos primeiros bancos da frente concelebraram mais de 100 presbíteros, peculiarmente Padres de Schoenstatt e presbíteros da União.

Magnanimidade, a resposta mais importante aos desafios do tempo

Pe. Daniel JanyO pe. Daniel principiou a homilia com a narração de uma história: “Certa vez um presbítero entra na igreja levando na mão uma tocha e noutra um balde com água. Estupefatas, perguntam-lhe as pessoas: ‘Que vai fazer com isso?’ A que lhes respondeu o referido presbítero: ‘Com a água quero extinguir o inferno, e com a tocha incendiar o céu’. Perguntaram-lhe porém as pessoas: ‘Mas por que razão pretende fazer isso?’ ‘Quero que os homens amem a Deus sem medo e receio do inferno e sem exigências de um prêmio no Céu’, assim respondeu o referido presbítero.”

“Outrossim nós conhecemos um nome para a atitude que aqui se busca”, prossegue o pe. Daniel: “Magnanimidade”. Schoenstatt encontra-se edificado por sobre esta magnanimidade, acrescenta o referido presbítero; e nesta magnanimidade temos a chave para as respostas mais importantes para os desafios do tempo e para a edificação da Igreja na nova margem. É o lado humano da grande Lei fundamental do Universo, o amor: tudo por amor, todo para o amor, ou outrossim: a Vontade Divina de comunicar-se”.

Schoenstatt.de: ponto de encontro de toda a Família de Schoenstatt, espalhada pelo mundo inteiro

Tal afirmação ressoou com certa peculiaridade nos ouvidos de todos aqueles que desde há muito se dedicam ao tema da comunicação em Schoenstatt, precisamente neste Dia da Aliança em que haviam oferecido o site schoenstatt.de totalmente renovado a Nossa Senhora, ao Pe. Kentenich e à Família de Schoenstatt. “Este é o ponto de encontro de toda a Família espalhada pelo mundo inteiro, donde confluem as correntes da vida e continuam a fluir enriquecidas”, assim se lê em um dos primeiros comentários a respeito do site; para Drª Perla Piovera, membro da União das Senhoras, da Argentina e conferencista na cerimônia por ocasião dos 90 anos da União Apostólica em 20 de agosto, o site é ” a ponte que conduz à fonte”.

O Simbolo del Padre - Foto: FischerEm sua homilia, o pe. Daniel dá continuidade à sua reflexão dizendo que com o tema da magnanimidade encontramo-nos ante um dos objetivos centrais do Pe. Kentenich, apresentando alguns extratos de textos de nosso Pai Fundador, peculiarmente da décima conferência do livro “Alegria da vida presbiteral”, impressionantemente bem aprofundados. Podemos dizer, assim comentou o pe. Daniel, que a justiça como lei fundamental e o medo como motivo fazem parte da atitude humana em geral e foram tipicamente a atitude humana fundamental da humanidade até a Idade Moderna. Porém à margem mais nova do tempo corresponde uma nova atitude da magnanimidade, que cresce a partir da consciência do amor de Deus e há de reconfigurar-nos o coração. Encontramo-nos ante a missão profética do Pe. Kentenich, que quer libertar os homens das cadeias do medo e levá-los a amar a Deus como Pai; Deus que é amor, misericórdia e que toca nosso coração com tal amor, a fim de que seja nosso amor despertado para Ele – em liberdade.

Todos os fiéis presentes dirigiram-se em procissão rumo ao Santuário OriginalTranscorrida a Santa Missa, todos os fiéis presentes dirigiram-se em procissão rumo ao Santuário Original, acompanhados de orações em diversos idiomas. E entre cânticos e orações, a mensagem da homilia do pe. Daniel pôde ser transladada para a prática, mesmo quando, aos gritos e abraços, muitos dos participantes saudavam a tantos amigos.

E já se fazia noite quando todos se achavam ao redor do pequeno Santuário Original. Renovaram a Aliança de Amor neste lugar que para centenas de milhares de pessoas é um dos lugares mais santos, existentes na face da terra. E ao som de cânticos da América Latina e da Polônia, foram então queimadas na fogueira as cédulas com as contribuições para o Capital de Graças… Findo este ato, alguns empreenderam ainda uma visita ao Santuário Original.

O 19º curso da União das Famílias de Tucuman, Argentina, de cujos quase todos os membros haviam vindo a Schoenstatt para participar do Congresso das Uniãos, encerrou este dia aqui com chave de ouro. Espontaneamente entoaram cânticos em honra de Nossa Senhora no Santuário Original, até haverem sido encerradas as portas….

O 19º curso da União das Famílias de Tucuman

> Album de fotos

> Video (Santa Missa, Aliança de Amor) 18.08.2009

>Video: Santa Msisa matutina, Santuário Original – 18.08.2009

Original: espanhol
Tradução: Abadia da Ressurreição, Ponta Grossa, PR, Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *