Roma

Posted On 2022-09-04 In Vida em Aliança

O novo Superior Geral dos Padres de Schoenstatt (até) fala italiano

ITALIA, Federico Bauml • 

Foi há alguns dias que, nos chegou a notícia de que o Padre Alexandre Awi de Mello tinha sido eleito Superior Geral dos Padres de Schoenstatt. E a 1 de Setembro, após o seu encontro com o Santo Padre, celebrou a Missa na sua paróquia em Roma. —

51 Anos, brasileiro do Rio de Janeiro, o Padre Alexandre Awi de Mello vive em Roma desde 2017, onde – para além do seu cargo de Secretário do Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida, que continuará a preencher nos próximos meses – todas as semanas celebra Missa na igreja dos Santi Patroni, a “casa” italiana dos Padres de Schoenstatt em Roma.

E foi precisamente na sua paróquia, a 1 de Setembro, que celebrou a sua primeira Missa na sua nova capacidade. Foi um momento especial e emocionante, com a presença de cerca de quarenta Padres de Schoenstatt, membros do Capítulo Geral (recebidos de manhã pelo Papa Francisco), as Irmãs de Maria, alguns schoenstatteanos e muitos paroquianos. Um pouco de imaginação, e senti-me como se estivesse no Santuário Original!

Uma comunidade que também acolheu o Padre Alexandre com afecto

Roma

Foto: Pamela Fabiano

Durante a Homilia, um emocionado Padre Andrés Rodriguez quis recordar o vínculo que uniu os Padres de Schoenstatt à paróquia de Santi Patroni durante mais de quinze anos, e o afecto com que a comunidade paroquial os acolheu desde o início. Uma estranha e bela união entre uma paróquia no coração da Capital e uma comunidade de padres estrangeiros, testemunhas de um Movimento com um nome quase impronunciável, que deu, e continuará a dar, esplêndidos frutos. Uma comunidade que também acolheu com afecto – retribuído – o Padre Alexandre, capaz de a conquistar imediatamente com o seu sorriso, o seu italiano (excelente, embora ele diga o contrário), e aquelas formas simples e suaves que o distinguem. A mesma comunidade à qual o Padre Alexandre se dirigiu no final da Missa, com palavras de agradecimento e pedidos de oração, por si e por todo o Conselho que o acompanhará nos próximos sete anos.

“Não é frequente que um Superior Geral fale italiano”

Falando de proximidade, pedimos a Pamela Fabiano, uma schoenstatteana d.o.c. que trabalha no Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida, sob a orientação do Padre Alexandre, para um pequeno testemunho. Entusiasmada, Pamela disse-nos: “A eleição apanhou-me de surpresa, mas como schoenstatteana, sonhei com este momento muitas vezes. Todo o Movimento será enriquecido pelo seu testemunho de fé e generosidade e pelo seu infinito amor à Mater. A Família Italiana, então, é muito afortunada porque podem aproveitar a sua presença aqui entre nós, em Roma, nos próximos meses”!

Ao Padre Alexandre vai, em nome de todos nós, a promessa das nossas orações, e os nossos mais caros desejos para esta difícil missão para a qual é chamado e que ele aceitou com entusiasmo e grande generosidade. Para além, claro, de uma “boa sorte” muito italiana[1]: afinal, como diz o Padre Facundo, “não é frequente que um Superior Geral fale italiano”.

Roma

Foto: Pamela Fabiano

[1] In bocca al luppo em italiano quer dizer, literalmente, na boca do lobo (NT)

Original: italiano (4/9/2022). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Tags : , , , , , ,

Leave a Reply

Your email address will not be published.