Dachau

Colocado em 2021-10-07 In José Kentenich, Vida em Aliança

Quando regressarem os visitantes: Memorial de Dachau

ALEMANHA, Ir. M. Elinor Grimm / María Fischer •

“Dachau – o significado deste nome não pode ser apagado da história alemã. Representa todos os Campos de Concentração que os nacional-socialistas estabeleceram nos seus domínios”, disse o publicista Eugen Kogon, que esteve preso no Campo de Concentração de Buchenwald durante vários anos. Dachau também não pode ser apagado da história de Schoenstatt, uma vez que o Padre José Kentenich e, vários outros sacerdotes de Schoenstatt foram aí encarcerados. As visitas ao Memorial Dachau são difíceis, mas necessárias para não se idealizar ou isolar a perspectiva de Schoenstatt sobre “Dachau”, mas para a situar no contexto histórico real. —

O Memorial do Campo de Concentração de Dachau está mais uma vez aberto aos visitantes. Desde o final de Agosto, aplica-se o regulamento 3G: os visitantes devem ser vacinados, saudáveis ou fazer um teste e apresentar comprovativo. O bunker e o quartel permanecem fechados, o acesso à Igreja Carmelita só é possível através do parque de estacionamento do mosteiro.

Informação actual sobre as condições de admissão em vigor está disponível (em alemão e inglês) no website do Memorial do Campo de Concentração.

Dachau

Fonte: Memorial do Campo de Concentração de Dachau/ZAUBAR

O Campo de Concentração de Dachau em desenhos

O novo projecto “ARt” está indicado nos painéis informativos na zona da avenida principal do campo no pátio da revista (ver foto em anexo); o padre palotino Richard Henkes aparece na placa de sinalização.

ARt é a abreviatura do projecto: “Art meets Augmented Reality” (Arte encontra a realidade aumentada). O Campo de Concentração de Dachau em desenhos”. AR em ARt significa Realidade Aumentada. Com a ajuda desta tecnologia, os desenhos podem ser ligados ao local histórico e aparecer hoje nos locais do Memorial onde os prisioneiros, agora artisticamente activos, se encontravam nessa altura.

Os desenhos dos prisioneiros são fontes importantes. Em contraste com as fotografias da perspectiva dos perpetradores das SS, eles fornecem informações sobre as experiências dos reclusos. Além disso, ARt contém partes de narrativas gráficas concebidas por descendentes de prisioneiros e outros artistas. “Através da utilização de tecnologias inovadoras e da inclusão de debates artísticos actuais sobre a vida no Campo de Concentração, ARt forma uma ponte entre as gerações e convida especialmente os jovens a lidar com a história do Campo de Concentração de Dachau”, diz o Dr. Gabriele Hammermann, director do Memorial do Campo de Concentração, que está satisfeito com a nova oferta digital. “Com a ajuda da realidade aumentada, ARt oferece acesso virtual ao Memorial e mostra os desenhos dos prisioneiros de uma nova forma. Além disso, ARt encoraja uma discussão aprofundada sobre as biografias dos prisioneiros e permite assim o acesso individual à recordação activa”, acrescenta o Dr. Christoph Thonfeld, chefe do departamento científico do Memorial.

O aplicativo também contém contribuições áudio. Explicam as memórias gráficas, entre outras coisas, com a ajuda das tradições dos prisioneiros.

A aplicação ARt guia os visitantes para 22 imagens na área exterior do Memorial. O passeio com o aplicativo, que pode ser utilizado com smartphones e tablets, dura cerca de uma hora. A aplicação em alemão e inglês está disponível gratuitamente para iOS e Android nas respectivas lojas de aplicação a partir de 10 de Setembro de 2021.

No percurso pela web, os desenhos históricos estão ligados ao local actual através de fotografias do Memorial do Campo de Concentração. Oferece uma visita sem barreiras e, em breve estará disponível no website do Memorial do Campo de Concentração de Dachau.

Dachau

Fonte: Memorial do Campo de Concentración de Dachau/ZAUBAR

Schoenstatt no Memorial em Dachau

“No próximo ano, em Março, completar-se-ão 80 anos desde que o Padre Kentenich chegou como prisioneiro ao Campo de Concentração de Dachau. No sábado, 12 de Março e Domingo, 13 de Março de 2022, iremos lembrá-los, se possível, celebrar a Missa e fazer petições”, diz a Irmã M. Elinor Grimm, Irmã de Maria de Schoenstatt e Assessora oficial no Memorial do Campo de Concentração.

Em relação a uma compreensão mais profunda do que Dachau foi e é hoje.

Dachau

Fonte: Memorial do Campo de Concentração de Dachau/ZAUBAR


Original: alemão (3/10/2021). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Etiquetas: , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *