Colocado em 2020-02-16 In Vida em Aliança

O amor de Deus faz-Se presente nos jovens casais ticos

COSTA RICA, Testemunhos do primeiro retiro Schoenstatt de casais jovens recolhidos por Carla Hidalgo

O que mais gostámos foi de sentir a Igreja presente em todos os detalhes, desde aqueles que vieram para nos dar palestras e os monitores que põem tanto coração em tudo, até àqueles que assumiram com amor fazer a sua parte para que pudéssemos ter o nosso altar familiar. Nós, os jovens casais, estamos a aprender a ser uma Igreja doméstica e no retiro aprendemos com o exemplo de todos como é importante amar desta forma.

Maria José e Mauricio

 

O retiro permitiu-nos fazer uma pausa num mundo acelerado, pensar no nosso casamento, na nossa vida social e laboral, e mostrou-nos uma proposta de espiritualidade reflexiva, alegre e cheia de paz. Além disso, foi com alegria que percebemos na Família de Schoenstatt os muitos sinais de afeto e entrega, em solidariedade, com aqueles que nos acolheram em todos os momentos. A Mater foi brilhante na sua intercessão por nós!

 Migue e André

 

Para nós foi um grande presente de Deus termos podido assistir a este primeiro retiro como casal. Encheu-nos muito, aprendemos, renovou-nos e surpreendeu-nos também. Deus tocou os nossos corações com cada conversa, com cada actividade e também com cada pessoa que compareceu.

Durante este fim-de-semana, Deus falou-nos sobre muitas coisas, objectivos e aprendizagens que sabíamos que devíamos estar a fazer, mas que não estávamos de todo a fazer. Por exemplo, desde o ano passado, ambos queríamos rezar em casal, mas por um lado, dissemos que tínhamos de o fazer e, por outro lado, o cansaço, a preguiça ou a rotina atrapalhavam o caminho, por isso cada um de nós o fazia sozinho.

Durante este fim-de-semana aprendemos como é bonito rezar em casal, para nos podermos expressar na intimidade com Deus. Sentimos que isso nos fortalecerá como casal e que Deus se reflectirá em cada oração que fizermos.

Por outro lado, viemos muito felizes, pois poder passar o fim-de-semana 100% dedicado ao casal é uma coisa muito agradável. Por causa do trabalho, da família, da rotina e de tudo, deixa-se de lado a possibilidade de ouvir, ver ou sentir o parceiro, a possibilidade de dialogar profundamente sobre coisas passadas, bonitas ou difíceis no casamento, mas sabendo que, como casal, vamos em frente e tirando tempo para falar sobre essas coisas, pareceu-nos muito enriquecedor.

Também sei que vamos desfrutar muito do presente que nos foi dado para as nossas casas. Definitivamente, não esperávamos isso e foi um ponto alto para todos os casais que compareceram.

Felicitamos todos os que dedicaram tempo para tornar isto possível. Aos monitores, ao Padre e a todas as famílias envolvidas para que este retiro fosse mais do que esperávamos: muito obrigado por partilharem este amor de Deus e da Mater.

Alex e Karen

 

Decidimos passar o nosso primeiro aniversário no retiro para jovens casais de Schoenstatt e foi uma excelente decisão, porque nos aproximou de Deus. Conhecer outros casais jovens com os mesmos valores foi enriquecedor. A Missa explicativa foi uma grande contribuição para o nosso conhecimento católico e o Padre foi muito agradável. Gostámos muito da actividade das estações de Schoenstatt, onde tivemos tempo para reflectir sobre os temas do casamento.

Além disso, a palestra sobre o Santuário-Lar foi muito esclarecedor e deixou-nos com vontade de ter um em nossa casa.  Além disso, ter o altar da família como lembrança deste retiro foi perfeito para ter em mente que um dia teremos o Santuário-Lar connosco. A noite da fogueira, das pipocas e do cinema foi excelente. Estamos profundamente gratos aos organizadores por tantos detalhes, por tanto amor e compromisso. Especialmente aos nossos monitores que amamos e que sempre nos recordam a importância de estarmos perto da Mater.

 

Glori e Oscar

 

O último retiro, ao qual assistimos para jovens casais, foi um sucesso. A verdade é que nós gostamos de estar juntos em casal, fora do dia-a-dia normal. Ficámos muito impressionados com os testemunhos dados por casais que se encontram em Schoenstatt há muito tempo, uma vez que nos podemos identificar muito com eles. Rezámos também o Terço num grupo, onde tivemos de dar a outros casais as nossas intenções para que pudessem rezar por elas. Isto abre muito o nosso coração e coloca-nos no contexto das necessidades das pessoas. Sem dúvida ajudou-nos a estar mais próximos de Deus e é isso que mais procuramos. Também foi bonito o detalhe da oferta da moldura com a Sagrada Família e de a levarmos para a casa abençoada e com as intenções matrimoniais.

Carlos e Erika

 

O retiro foi um convite para saltar para um vazio infinito de fé. A não ter medo, a abandonar-se em Deus sem reservas, a saber que o nosso Deus, como Pai e Senhor, nunca abandona, que o Seu amor é infinito, que o Seu plano é perfeito, que Ele permite tudo para o bem. Uma exortação a construir os nossos casamentos sobre uma rocha chamada Cristo, onde a Sua Mãe, a nossa Mãe, é o caminho para Ele. Os meios para isso, a oração em casal, a Missa, a Adoração Eucarística, o Terço. O retiro fortaleceu-nos espiritualmente, mostrou-nos uma forma alternativa, mil vezes melhor, de levarmos a nossa vida de casal.

José Manuel e Geo

 

Um maravilhoso fim-de-semana de retiro para jovens casais de Schoenstatt. O meu marido Bryan e eu estamos muito felizes e agradecidos à Mater, porque Ela nos mostrou mais uma vez que está ao nosso lado e intercede por nós. Estamos também gratos por podermos partilhar com outros casais jovens tão incríveis e de uma forma muito especial por termos um grupo tão bonito, o G75

Bryan e Alejandra

 

O retiro dos jovens casais foi uma experiência muito comovente. Cobrimos muitos tópicos importantes para aqueles de nós que estão a começar este belo caminho. O testemunho dos casais também foi fundamental para transmitir essa confiança naqueles que estão no Movimento há vários anos. A equipa organizadora foi de primeira classe, graças a cada detalhe, gesto e a bela intenção com que tudo foi preparado. 100% recomendado.

Maria Laura e Jason.

 

O trabalho e o esforço feito por todas as pessoas que estiveram a abençoar este retiro. Sentiam-se as mãos de Deus cuidando dos casais, e pela santidade deles.

Mónica e Yorzoa

 

 

Este fim-de-semana, no meio da excitação e de muitas dúvidas, fomos ao primeiro retiro matrimonial. Desde que chegámos ao retiro, sentimos a graça do acolhimento. O calor com que eles nos receberam e cada detalhe que tinham connosco  fez-nos sentir privilegiados.

Um dos momentos mais especiais foi nas estações do caminho conjugal. Aprendemos tanto e falámos de assuntos que não tratávamos há muito tempo. Foi simplesmente lindo.

Outro momento especial foi aprender a meditar, como ferramenta para dialogar directamente com a Mater e Deus. Não só agradecemos pelas coisas boas, mas também pelos fracassos ou momentos difíceis. É dedicar um pouco de tempo durante o dia para reflectir, para expressar gratidão e para interiorizar, onde é que Deus apareceu neste dia?

Graças a cada uma das pessoas que de uma forma ou de outra colaboraram para que este retiro fosse possível. Que Deus e a Mater lhes paguem a cem por um!

Finalmente encerramos o nosso testemunho com esta frase que aprendemos: “Fortaleci-me para reavivar o fogo do amor e para vos saudar com alegria”.  Pe. Kentenich.

Erika e David

 

O retiro foi uma necessária “paragem no caminho”.

No meio deste mundo, onde a rotina nos consome, e sentimos que não temos tempo para parar, o retiro foi uma oportunidade para nos silenciarmos e ao mundo exterior, para acalmarmos o nosso espírito e para pararmos e contemplarmos quem é hoje o nosso marido ou a nossa esposa. Às vezes, por causa da pressa e da rotina, perdemos a capacidade de admirar o nosso cônjuge, e o retiro, com cada exercício realizado e especialmente com o caminho conjugal, permitiu-nos conhecer mais a fundo a pessoa com quem casámos, reconhecer o que nos fez apaixonar e porque a escolhemos, falar de assuntos que na vida quotidiana não são discutidos.

Aprendemos também que entrar no mistério da Eucaristia e do sacrifício de Jesus pela Sua amada Igreja é o que dá sentido à nossa vida conjugal, pois também nós selámos uma aliança que exige sacrifícios e renúncias, vistos na perspectiva do amor e da busca da santidade. O altar familiar também foi um detalhe muito significativo, lembra-nos que em nossa casa e no nosso coração deve haver um lugar de honra para Deus e a Sua Mãe, e é um chamamento para pararmos e rezarmos como uma família. Estamos gratos a cada pessoa que doou o seu tempo e recursos para tornar isto possível, pois eles mostram-nos que neste caminho não estamos sozinhos, dando um exemplo da sua vontade de levar a Boa Nova aos outros.

Oscar e Gaby

 

Antes do retiro, começámos a tentar perceber que tipo de actividades estavam planeadas, sobre as quais só nos disseram como era bom, e que surpresas nos aguardavam.

Nós, com essas expectativas super altas e muito animados, já que o Movimento se apresentou nas nossas vidas como um detonador de mudanças para melhor, e esperávamos o mesmo do retiro.

Com o passar do tempo, o sentimento de apoio e fraternidade que se vive no Movimento tornou-se evidente, desde a preparação das actividades, os pequenos detalhes que nos foram deixados a cada um de nós, os altares familiares que nos foram dados, e tantas outras coisas, que deixam a evidência de como há uma maior força de apoio, procurando permitir-nos um fim-de-semana extraordinário

As palestras, às quais já nos acostumámos, estão a tornar-se cada vez mais especiais. A nós, como casal, inspiram-nos quando vemos os oradores partilhar connosco as suas histórias do início, fazer uma apresentação, partilhar as suas experiências e segredos, incluindo as coisas não tão belas, e tudo isto para que possamos estar melhor preparados para enfrentar todas as etapas do casamento, o que nos espera e como combatê-lo pela mão da Mater.

Testemunhámos durante todo o fim-de-semana como as suas vidas foram mudadas pelo facto de estarem no Movimento. Saber que podem fazer o mesmo por nós faz-nos querer imitá-los e até melhorar ou melhor, adaptar versões deles às nossas circunstâncias específicas. Todas as ferramentas que nos apresentam, levámo-las em conta e pouco a pouco pretendemos integrá-las na nossa vida quotidiana.

Foi muito inspirador e gostaríamos de estender os nossos mais sinceros agradecimentos a todos eles (oradores, organizadores) que certamente voltaremos a encontrar pelo caminho. Eles foram como uma mão amiga, não, não, como uma mão irmã para nós e para todos os jovens casais.

Bem, e agora? Durante o fim-de-semana, falámos de coisas que talvez nunca tivéssemos tido tempo ou disposição para dizer um ao outro, assumimos compromissos firmes e até por escrito que nós, como casal, precisamos de ter para podermos ter um casamento mais cristão, mais saudável e mais forte, para sermos um exemplo para aqueles que estão a viver a mesma coisa, ou que têm planos para casar.

Não só foi um fim-de-semana em que podemos dizer que nos divertimos com velhos e novos rostos amigos, mas também podemos dizer que saímos fortalecidos nesse amor fraterno dos nossos irmãos na Mãe e como casal, uma vez que os temas discutidos nos ajudaram a comunicar melhor para esclarecer coisas mais nubladas e a sair mais fortes.

Portanto, como casal, queremos agradecer, mais uma vez, a todos os envolvidos e dizer-lhes que o seu Capital de Graças com respeito a este retiro é bem merecido. Muito obrigado! E vamos recomendá-lo aos nossos amigos e conhecidos, para que o Movimento continue a crescer e a ser alimentado por pessoas tão valiosas.

Julián e Gaby

 

 

Gostaríamos de vos agradecer profundamente e à equipa por todo o amor e dedicação na organização do retiro. O amor reflectia-se em cada actividade e em cada detalhe. Com cada dia que passa, Deus faz-nos sentir mais abençoados. Como vos dissemos numa ocasião, sentimos-nos privilegiados por Deus, através da Mater, nos ter permitido encontrar-vos como um grupo e crescer juntos na nossa espiritualidade. O nosso principal desejo como casal é percorrermos juntos esse caminho que conduz à santidade e vocês são os sinais de Deus de que é possível e de que temos o apoio para o conseguir. Por favor, agradeça ao resto da equipa por nós, que Deus e a Mater vos encham de bênçãos, a vós e às vossas famílias.

 

Carolina e José Aimerich

Pudemos ver que cada detalhe do retiro foi preparado com muito amor, cuidando da parte formativa, espiritual e de vinculação.

No entanto, o que mais gostámos foi de fazer o caminho matrimonial, porque nos permitiu discutir temas importantes que não discutimos frequentemente na nossa vida quotidiana.

Gostaríamos de vos agradecer muito pelo belo detalhe de terdes rezado por nós e pelo nosso casamento. O Terço tem sido de vital importância nas nossas vidas, por isso significou muito poder contar com as vossas orações usando-o.

Vamos guardar o Terço no nosso altar familiar/ futuro Santuário-Lar e no nosso coração.  Enviamos-vos um grande abraço e rezaremos por vós.

Francisco e Gloriana

 

Foi muito bom ver os muitos casais que compareceram. Vários casais nem sequer conheciam o Movimento e foi muito agradável ouvir como o descobriram: passando pelo Santuário, vendo as pessoas e as diferentes actividades e sentindo o desejo de serem contagiados com a mesma paz e alegria, e querendo fazer parte desta grande família. Isto, para mim, é Schoenstatt.

Mariela e Esteban

Original: espanhol (8/2/2020). Tradução: Lena Castro Valente, Lisboa, Portugal

Fortalecimento às jovens Igrejas Domésticas

 

 

Etiquetas: , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *